×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 19 de outubro de 2021

Em 2020. NASA abrirá a Estação Espacial Internacional para turistas

Em 2020. NASA abrirá a Estação Espacial Internacional para turistasFoto: El Pais

Com essa iniciativa, dirigida a empresas, a agência busca financiamento extra

Sandro Pozzi/brasil.elpais - 16/06/2019 - 19:40:13


Da esquerda para a direita, Jeff DeWit, Robyn Gatens e o delegado da NASA para exploração humana, Bill Gerstenmaier, em Nova York.


A Estação Espacial Internacional se abre para o setor privado. A NASA apresentou nesta sexta-feira o plano para a utilização comercial do laboratório. As empresas poderão incorporar módulos à estrutura em um futuro não muito distante e enviar turistas ao espaço utilizando veículos da SpaceX ou da Boeing. As receitas geradas com essa atividade serão utilizadas para apoiar outras missões, como o retorno à Lua e a primeira viagem espacial humana para Marte.


O anúncio foi feito na sede da Nasdaq, o mercado de ações no qual estão listadas as grandes empresas de tecnologia. Não é a primeira vez que a NASA pensa em abrir a estação espacial a empresas privadas para que estas explorem novos mercados. A transição para o novo modelo ainda deverá levar pelo menos dois anos para começar. Antes de definir datas, os responsáveis pela agência espacial dos EUA querem saber com maior precisão qual é a demanda.


O objetivo, explicam os responsáveis pela NASA, é acelerar o processo de inovação para desenvolver a nova economia na órbita baixa da Terra. É algo semelhante ao que Jeff Bezos pretende fazer com a Blue Origin. As empresas que optem por essa nova atividade comercial deverão cumprir uma série de requisitos. Um deles é o de que sejam norte-americanas, embora possam enviar astronautas de outras nacionalidades.


A NASA permitirá que a estação espacial seja usada para missões turísticas a partir de 2020. Os turistas espaciais poderão ficar em órbita por até 30 dias. O custo da estadia será de 35.000 dólares (135.000 reais) por noite, mas essa quantia não inclui o transporte nem o treinamento prévio necessário para poder viajar para o espaço. Cada viagem tem o custo estimado de 50 milhões de dólares (193 milhões de reais).

A viagem custará 35.000 dólares (135.000 reais) por noite e por astronauta

A SpaceX e Boeing ainda estão desenvolvendo suas cápsulas para humanos, a Crew Dragon e a Starliner, respectivamente. A ideia é começar com duas viagens privadas por ano, afirmou a diretora da NASA Robyn Gatens. Até 12 turistas-astronautas poderão visitar a Estação Espacial Internacional por ano, segundo o plano anunciado. Paralelamente, a agência espacial quer estabelecer um ecossistema de módulos que permitam produzir e fazer experiências no espaço.

A NASA iniciará agora o processo de consultas com os potenciais interessados. O plano para o uso comercial da Estação Espacial Internacional foi anunciado no ano do 50º aniversário da missão Apolo, que levou a primeiro homem à Lua. A NASA depende cada vez mais de empresas privadas para seu financiamento. Jeff DeWit, o diretor financeiro da agência, explicou que dessa maneira o custo das operações será reduzido, e o que for economizado será destinado a outras missões.

DeWit deixou claro que a NASA não busca ser lucrativa, e sim obter os recursos necessários para continuar explorando o espaço. O presidente dos EUA, Donald Trump, está apostando com força na privatização da exploração espacial. A ideia de dar a ela um uso comercial não é nova: já era estudada por outros Governos norte-americanos havia três décadas. Mas até agora nenhuma empresa tinha manifestado interesse em assumir uma parte da gestão da estação espacial.

A Estação Espacial Internacional não pertence exclusivamente à NASA. O projeto foi iniciado em conjunto com a Rússia em 1998, e outros países também participam e enviam astronautas. Mas os Estados Unidos possuem e controlam a maioria dos módulos em operação neste momento. Os futuros turistas espaciais não serão os primeiros, já que o empresário norte-americano Dennis Tito esteve na estação em 2001, depois de pagar cerca de 20 milhões de dólares (77 milhões de reais) à Rússia.


Comentários para "Em 2020. NASA abrirá a Estação Espacial Internacional para turistas":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
130ª Feira de Cantão: China continua a abertura e compartilha oportunidades com o mundo

130ª Feira de Cantão: China continua a abertura e compartilha oportunidades com o mundo

Em sua carta, Xi observou que a feira fez contribuições significativas para facilitar o comércio internacional, o intercâmbio externo-interno e o desenvolvimento econômico desde sua criação em 1957

Paraguai reforça segurança na fronteira com Brasil

Paraguai reforça segurança na fronteira com Brasil

Congressistas americanos pedem recuo na relação com Brasil

Desenvolvimento é a força motriz da erradicação da pobreza na China

Desenvolvimento é a força motriz da erradicação da pobreza na China

Entre 1990 e 2010, no contexto da arrancada industrial, proporção de população pobre chinesa passou de 66,3% para 11,2%, de acordo com o Banco Mundial

China emite selos comemorativos da COP15

China emite selos comemorativos da COP15

Foto tirada em 11 de outubro de 2021 mostra os detalhes de um selo comemorativo para a 15ª reunião da Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Diversidade Biológica (COP15) realizada em Kunming, Província de Yunnan, sudoeste da China.

ONG austríaca denuncia Jair Bolsonaro a tribunal internacional por 'crimes contra a humanidade'

ONG austríaca denuncia Jair Bolsonaro a tribunal internacional por 'crimes contra a humanidade'

O tribunal não tem obrigação de julgar todos os casos apresentados.

Veja o que dizem os presidentes latino-americanos flagrados com empresas em paraísos fiscais

Veja o que dizem os presidentes latino-americanos flagrados com empresas em paraísos fiscais

As Ilhas Virgens Britânicas são consideradas um dos principais paraísos fiscais do mundo, possuem apenas 152km² e 400 mil empresas registradas, recebendo cerca de US$ 60 bilhões anualmente

Brasil concede 80 vistos humanitários para cidadãos do Afeganistão

Brasil concede 80 vistos humanitários para cidadãos do Afeganistão

Estão em andamento mais 400 pedidos de vistos

Igreja Católica da França: 216.000 menores foram vítimas de abuso sexual em 70 anos, diz relatório

Igreja Católica da França: 216.000 menores foram vítimas de abuso sexual em 70 anos, diz relatório

Cerca de 3.000 pedófilos atuaram na Igreja Católica da França desde 1950, conforme um relatório da Comissão Independente Francesa sobre Abuso Sexual na Igreja.

Pelo menos 8 países apuram denúncias sobre uso de paraísos fiscais por líderes

Pelo menos 8 países apuram denúncias sobre uso de paraísos fiscais por líderes

Autoridades tributárias de Austrália, México, Espanha e Panamá fizeram comunicados públicos afirmando que estão acompanhando as denúncias reportadas e garantindo que investigarão possíveis crimes e indivíduos mencionados nos Pandora Papers.

BNDES captará US$ 500 milhões com banco dos Brics para projetos sustentáveis

BNDES captará US$ 500 milhões com banco dos Brics para projetos sustentáveis

O financiamento do NDB ao BNDES terá prazo total de 11 anos e seis meses. O banco brasileiro poderá usar os recursos para emprestar ao longo de quatro anos.

Projetos arquitetônicos são atração da Expo 2020, em Dubai

Projetos arquitetônicos são atração da Expo 2020, em Dubai

Quem visita faz uma viagem pela arquitetura internacional