×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de janeiro de 2022

Em nova ligação telefônica, Biden e Putin vão discutir crise ucraniana

Em nova ligação telefônica, Biden e Putin vão discutir crise ucranianaFoto: MIKHAIL METZEL/SPUTNIK/KREMLIN POOL

Zelensky e Blinken concordam em continuar consultas sobre paz em Donbass

Agência Sputnik De Noticias - 30/12/2021 - 08:20:27

Os presidentes dos EUA e da Rússia, Joe Biden e Vladimir Putin, vão discutir nesta quinta-feira (30) múltiplos assuntos de segurança e questões estratégicas antes de uma série de negociações agendadas sobre a questão da Ucrânia. "O presidente Biden vai conversar com o presidente Putin por telefone a pedido do lado russo", disse um funcionário da administração americana aos jornalistas, ontem (29). "Os dois presidentes vão debater uma variedade de assuntos estratégicos e de segurança", segundo a Casa Branca. Foi também confirmado pelo lado americano que o telefonema ocorrerá às 23h30 em Moscou (17h30 no horário de Brasília). Biden conversará a partir de sua residência na cidade de Wilmington, estado de Delaware. O evento estará fechado para a imprensa. O funcionário americano acrescentou ainda que será preciso um engajamento de alto nível para encontrar um caminho para a desescalada a respeito da situação em torno da Ucrânia, acrescentando que Biden ouvirá atentamente o que Putin tem a dizer e compartilhará seus próprios comentários.

Zelensky e Blinken concordam em continuar consultas sobre paz em Donbass

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, analisou nesta quarta-feira (29) com o presidente da Ucrânia, Vladimir Zelensky, o conflito na região ucraniana de Donbass, bem como os próximos contatos diplomáticos com a Rússia. Em conversa telefônica, "discutiram os esforços para resolver de forma pacífica o conflito na Ucrânia e as seguintes aproximações diplomáticas com a Rússia", informou Ned Price, porta-voz do Departamento de Estado. Zelensky escreveu no Twitter que "foi confirmado o apoio total à Ucrânia por parte dos EUA na contenção da agressão russa". Em 10 de janeiro, os EUA e Rússia iniciarão conversas diplomáticas sobre a estabilidade estratégica e questões de segurança. Kiev tem expressado suas preocupações pelas "ações agressivas" da Rússia ao longo das fronteiras ucranianas, mas o Kremlin diz que a Rússia não é uma ameaça e que desloca as tropas dentro de seu território a seu próprio critério.

Rei saudita espera que Irã deixe 'comportamento negativo' na região

O rei da Arábia Saudita, Salman bin Abdulaziz Al Saud, expressou a esperança que o Irã abandone o que ele descreveu como desestabilização da política regional. "O Irã é um país vizinho do Reino [da Arábia Saudita] e esperamos que ele mude sua política e comportamento negativo na região, para o diálogo e cooperação. Estamos muito preocupados com a política do regime iraniano, destinada a comprometer a segurança e estabilidade na região", disse o rei ao Majlis ash-Shura, o conselho consultivo do país, na tarde desta quarta-feira (29), citado pela agência SPA. Ele também manifestou suas preocupações pela recusa iraniana de cooperar com a comunidade internacional sobre o programa nuclear, bem como sobre o desenvolvimento de mísseis balísticos por Teerã. As relações entre a Arábia Saudita e o Irã permanecem tensas devido às preocupações de Riad com o desenvolvimento militar do Irã e o apoio de Teerã aos xiitas em outros países, especialmente aos houthis no Iêmen.

'Tsunami' da COVID-19 ameaça abalar sistemas de saúde, avisa OMS

O "tsunami" do coronavírus ameaça sobrecarregar os sistemas de saúde, afirmou a Organização Mundial de Saúde, nesta quarta-feira (29), enquanto os surtos recordes provocados pela cepa Ômicron podem ofuscar as celebrações de Ano Novo em todo o mundo mais uma vez. As autoridades mundiais estão tentando achar um balanço entre restrições epidemiológicas e a necessidade de manter suas economias abertas, mas a variante muito transmissível fez com que os números de casos subissem progressivamente, particularmente em países como os EUA, Reino Unido, França e Dinamarca. Na semana que terminou na terça-feira (28), foram registradas 6,55 milhões de novas infecções globalmente, o maior número desde que a OMS declarou a pandemia da COVID-19 em março de 2020. "Estou muito preocupado com a Ômicron, que sendo mais transmissível e circulando ao mesmo tempo que a Delta, está levando a um tsunami de casos", disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, chefe da OMS. "Isto coloca e continuará colocando imensa pressão sobre os trabalhadores de saúde exaustos; os sistemas de saúde estão à beira do colapso."

Comentários para "Em nova ligação telefônica, Biden e Putin vão discutir crise ucraniana":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
No Vaticano, papa Francisco diz rezar por vítimas das chuvas no Brasil

No Vaticano, papa Francisco diz rezar por vítimas das chuvas no Brasil

Ele falou após a oração do Angelus, na Praça de São Pedro

Ex-primeiro-ministro de Israel, Netanyahu negocia acordo em processo de corrupção

Ex-primeiro-ministro de Israel, Netanyahu negocia acordo em processo de corrupção

Bolsonaro chega a Israel e defende parcerias em segurança e defesa

Ao recusar ir à posse de Boric no Chile, Bolsonaro impulsiona política que isola o Brasil

Ao recusar ir à posse de Boric no Chile, Bolsonaro impulsiona política que isola o Brasil

Ao fazer constantes declarações demonstrando seu posicionamento pessoal diante de líderes latino-americanos, Bolsonaro cria graves consequências para política externa brasileira. A Sputnik Brasil ouviu analista para entender por que o governo opta por um comportamento não diplomático

'Instabilidade do Mercosul citada por Bolsonaro foi criada por sua própria gestão', diz especialista

'Instabilidade do Mercosul citada por Bolsonaro foi criada por sua própria gestão', diz especialista

Presidente voltou a fazer comentários sobre o Mercosul dizendo que se o Brasil "estivesse livre do bloco" seria melhor, e apontou que a organização sofre "instabilidades". A Sputnik Brasil entrevistou analista para saber até que ponto os argumentos do presidente procedem com a realidade mercosulina.

Empresário de moda costura tecido da paz no nordeste da República Democrática do Congo repleto de violência

Empresário de moda costura tecido da paz no nordeste da República Democrática do Congo repleto de violência

Com uma nova coleção chegando a cada semana para a linha de roupas, Muhindo conseguiu lançar vários desfiles de moda locais.

Omã é o destino do programa “Anthony Bourdain, lugares desconhecidos”

Omã é o destino do programa “Anthony Bourdain, lugares desconhecidos”

O episódio deste domingo (09,01) apresenta detalhes surpreendentes sobre história, cheiros e sabores do antigo império do Oceano Índico

Morre Sidney Poitier, 1º negro a ganhar Oscar de melhor ator

Morre Sidney Poitier, 1º negro a ganhar Oscar de melhor ator

Ele inspirou geração durante movimento pelos direitos civis

Nos EUA, Biden eleva tom e vai culpar Trump e aliados por invasão do Capitólio

Nos EUA, Biden eleva tom e vai culpar Trump e aliados por invasão do Capitólio

Até agora o governo, inclusive o próprio Biden, costumava evitar nomear Trump, referindo-se a ele como "o outro cara" ou "o cara de antes".

Procuradora que investiga Organização Trump intima filhos do ex-presidente

Procuradora que investiga Organização Trump intima filhos do ex-presidente

O esforço da procuradora-geral para entrevistar Trump sob juramento tornou-se público no mês passado, mas não se sabia antes que seu gabinete também procurava questionar Donald Trump Jr. e Ivanka Trump.

Potências assinam nota conjunta contra guerra nuclear

Potências assinam nota conjunta contra guerra nuclear

Países dizem que ninguém pode vencer uma guerra nuclear

Em mensagem de Ano Novo, papa pede paz e condena violência contra mulher

Em mensagem de Ano Novo, papa pede paz e condena violência contra mulher

Mais cedo, durante a missa na Basílica de São Pedro em homenagem à Virgem Maria, Francisco fez uma homilia na qual chamou a violência contra as mulheres um insulto a Deus.