×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 20 de agosto de 2022

Energia solar: Agronegócio tem perspectiva de expansão do setor

Energia solar: Agronegócio tem perspectiva de expansão do setor

Foto: Divulgacão

O Brasil, por ser um país tropical e ensolarado, mostra uma adesão que cresce a cada ano na prospecção da energia solar.

Dino - Estadão Conteúdo - 29/07/2022 - 06:19:02

Uma das fontes de energia mais utilizadas atualmente em todo mundo é a proveniente da energia solar. Por ser extremamente acessível, ela depende apenas da instalação de placas fotovoltaicas, feitas de silício, material que permite a transformação da luz solar na energia consumida. O Brasil, por ser um país tropical e ensolarado, mostra uma adesão que cresce a cada ano na prospecção da energia solar.


De acordo com dados da Associação Brasileira de Energia Fotovoltaica (Absolar), o país atingiu os 14 gigawatts de capacidade instalada, potência igual à da Usina Hidrelétrica Binacional de Itaipu e a estimativa que em 2024 o Brasil tenha, aproximadamente, 887 mil sistemas de energia ligados às redes de distribuição. Outra estimativa da Absolar demonstra que até 2050 a geração de energia distribuída pode angariar R$ 140 bilhões em novos investimentos ao país, concretizando a redução de R$ 150 bilhões em custos com termelétricas.

Devido aos contínuos aumentos na conta de energia e aos ganhos de rentabilidade dos sistemas fotovoltaicos, as expectativas em relação à produção de energia solar rural para as próximas décadas também são bem altas. Por isso, especialistas acreditam que a energia solar no agronegócio é uma maneira de eliminar gastos de forma sustentável. Desde o ano de 2012, os investimentos no setor alcançaram mais de R$ 3 bilhões, o mesmo responsável por mais de 13% de toda potência solar distribuída instalada no Brasil.

Com essa projeção, o crescimento da utilização da energia limpa e renovável proveniente do sol tende a crescer muito mais no Brasil. De acordo com levantamentos de várias empresas do setor, em 2020, o país registrava 29.333 sistemas de energia solar rural instalados, sendo que, até o fim de 2021, o número saltou para 61.294, que produzem mais de 1,2 gigawatt (GW) de potência. Vale destacar que o setor é o terceiro com maior número de conexões e potências instaladas, tendo na dianteira as instalações de energia solar fotovoltaica residencial e comercial. Na visão de empresas fornecedoras de energia solar, como a SOL Copérnico, o aumento expressivo e contundente demonstra que a utilização da matriz solar como base energética de instalações rurais é uma vertente que veio para ficar.

No ambiente rural, a energia solar atua na parte de iluminação, irrigação, ordenha, proteção dos espaços, refrigeração e ventilação para animais e plantas. Essa fonte energética permite maior eficiência na estrutura como um todo, já que não gera ruídos e nem poluição. Vale destacar ainda que o PIB do agronegócio no Brasil cresceu em 8,36% em 2021 e a participação no PIB brasileiro chega a 27,4%, fatores que podem ser muito mais bem rentabilizados com uma profusão de instalações energéticas tendo como matriz principal a luz solar, limpa, renovável e inesgotável.


Ações como o Pró-Sol, projeto lançado pelo governo federal em 2020, preveem o incentivo do uso de matrizes energéticas renováveis. Essa política pública consiste na isenção do pagamento obrigatório da taxa à concessionária local aos empresários rurais. Estima-se que nos próximos cinco anos haja um investimento de entes públicos e privados na ordem de R$ 10 bilhões em projetos de energia solar.


Todo investimento feito em energia solar destinado ao agronegócio tem curto prazo de recuperação, que em média acontece em três anos e meio. A adoção do sistema de matriz energética proveniente da energia solar rende 95% de economia na luz, fato que permite ao produtor investir em outros segmentos e aumentar a sua lucratividade e eficiência do seu negócio Além disso, o sistema apresenta baixos custos nas manutenções preventivas e corretivas, mesmo que haja uma produção de cerca de 12 horas por dia. Este processo oferece uma autonomia energética concreta e assim os produtores não precisam mais depender de outras fontes, como a rede de energia elétrica padronizada no modelo atual.


Somada à economia, o uso da tecnologia permite que os negócios se tornem mais sustentáveis e amigáveis com a agenda ESG, gerando desenvolvimento e perspectivas para o futuro em relação à preservação de recursos

Website: https://www.solcopernico.com.br/





Comentários para "Energia solar: Agronegócio tem perspectiva de expansão do setor":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Últimas Notícias
Toffoli chama de 'suicidas' empresários que teriam defendido golpe no WhatsApp

Toffoli chama de 'suicidas' empresários que teriam defendido golpe no WhatsApp

Desigualdade emperrou chegada da vacina contra a Covid-19 em regiões mais pobres do Brasil

Desigualdade emperrou chegada da vacina contra a Covid-19 em regiões mais pobres do Brasil

Número de candidaturas no DF é menor que em 2018

Número de candidaturas no DF é menor que em 2018

“Trabalho para o ACNUR porque acredito no que estou dizendo”

“Trabalho para o ACNUR porque acredito no que estou dizendo”

Vale prevê mais 13 anos para eliminar barragens como Brumadinho

Vale prevê mais 13 anos para eliminar barragens como Brumadinho

STF veta lei mais branda a condenados, mas admite em processos não julgados

STF veta lei mais branda a condenados, mas admite em processos não julgados

Canadian planeja fábrica de US$ 9 bilhões na China para fabricação de polissilício

Canadian planeja fábrica de US$ 9 bilhões na China para fabricação de polissilício

Cochilos diurnos frequentes aumentariam risco de hipertensão e AVC

Cochilos diurnos frequentes aumentariam risco de hipertensão e AVC

Atenção! A Varíola do Macaco é completamente diferente da Covid-19

Atenção! A Varíola do Macaco é completamente diferente da Covid-19

Campanha Agosto Lilás e os 16 anos da Lei Maria da Penha

Campanha Agosto Lilás e os 16 anos da Lei Maria da Penha

Vocês não estão sós: Vitória brasileira no Festival de Locarno tem recado para artistas do país

Vocês não estão sós: Vitória brasileira no Festival de Locarno tem recado para artistas do país

Debate insosso: Correio Braziliense e TV Brasília se esforçaram, mas o elenco não ajudou

Debate insosso: Correio Braziliense e TV Brasília se esforçaram, mas o elenco não ajudou

Justiça Federal cancela liminar e maior porta-aviões do Brasil não poderá voltar ao país

Justiça Federal cancela liminar e maior porta-aviões do Brasil não poderá voltar ao país

RD Congo: Uso de fake news está causando mortes, diz comandante da Missão

RD Congo: Uso de fake news está causando mortes, diz comandante da Missão

Internacionalização do PCC: Como enfrentar o avanço do 'profissionalismo de gestão' da facção?

Internacionalização do PCC: Como enfrentar o avanço do 'profissionalismo de gestão' da facção?

Datafolha: Lula tem 51% dos votos válidos contra 35% de Bolsonaro

Datafolha: Lula tem 51% dos votos válidos contra 35% de Bolsonaro

Adeus aos sacoleiros: O Brasil virou o Paraguai dos paraguaios?

Adeus aos sacoleiros: O Brasil virou o Paraguai dos paraguaios?

“Vandalismo”: Senado aprova projeto que altera área da Floresta Nacional de Brasília

“Vandalismo”: Senado aprova projeto que altera área da Floresta Nacional de Brasília

Para evitar rejeição, candidatos omitem partido na propaganda

Para evitar rejeição, candidatos omitem partido na propaganda

Recenseadores do IBGE denunciam ameaças e violência em entrevistas do Censo 2022

Recenseadores do IBGE denunciam ameaças e violência em entrevistas do Censo 2022

Vereador Gabriel Monteiro é cassado pela Câmara do Rio por quebra de decoro

Vereador Gabriel Monteiro é cassado pela Câmara do Rio por quebra de decoro