×
ContextoExato

Enquanto Israel aposta na maconha medicinal, Brasil afunda no obscurantismo

Enquanto Israel aposta na maconha medicinal, Brasil afunda no obscurantismoFoto: Estadão

Enquanto o Brasil tenta frear investimentos para desenvolver pesquisas sobre como usar a Cannabis Sativa na área medicinal, países como Israel e Canadá regulamentaram o cultivo para essa finalidade.

Portal 247 - 01/10/2020 - 10:16:58

Israel autorizou nos últimos quatro anos 22 laboratórios a vender medicamentos a 25 mil pacientes. Estimativas apontam que as vendas externas podem atrair receita de US$ 1 bilhão por ano ao governo local. Já no Brasil, o ministro André Mendonça (Justiça) tenta frear investimentos para desenvolver pesquisas sobre como usar a cannabis na área medicinal

Enquanto o Brasil tenta frear investimentos para desenvolver pesquisas sobre como usar a Cannabis Sativa na área medicinal, países como Israel e Canadá regulamentaram o cultivo para essa finalidade.

Em 2016, o governo israelense investiu US$ 2,13 milhões em 13 projetos, sendo um dos três governos do mundo a custear pesquisas com maconha, junto com o Canadá e com a Holanda. Desde então, mais de 150 testes clínicos estão em andamento.

Ao todo, 22 laboratórios no país estão autorizados a vender medicamentos aos 25 mil pacientes com permissão para usar cannabis medicinal. Uma grama de maconha estaria custando US$ 7 no país, onde 27% da população de 18 a 45 anos consumiu cannabis em 2017. As vendas externas podem gerar receita de US$ 1 bilhão por ano ao governo local, segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo.

Uma análise da consultoria Arcview, especializada em cannabis, apontou que o comércio global de maconha medicinal aumentou mais de 45% entre 2018 e 2019, quando atingiu a marca da US$ 14,9 bilhões. De acordo com o estudo, o valor deve quase triplicar em quatro anos.

Presidente da Breath of Life Pharma (BOL), Tamir Gedo afirmou que "o desafio da cannabis para a indústria se deve à sua trajetória inversa à de outros medicamentos, que emergem do 'establishment' para os pacientes, e não a partir pressão de pacientes contra o 'establishment'". A BOL é maior operação integrada de cultivo e produção de medicamentos derivados da maconha de Israel.

Israel descriminalizou parcialmente o uso recreativo da substância em 2017. Os fumantes flagrados em público podem ser multados. Quem for pego várias vezes é indiciado.

O dirigente afirmou que a engenharia inversa da distribuição da maconha em linhas de produção de larga escala não tem precedente na história da indústria. "Essa mesma pressão dos pacientes tem acometido vários países. O problema é que a cannabis é tratada como droga ilegal ao mesmo tempo em que é fato consolidado em alguns mercados", diz Gedo, que administra 2.000 funcionários, 50 mil pés de maconha e uma fábrica de 6.000 m² em um kibutz próximo a Tel Aviv.

No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou, no dia 22 de abril, a venda do primeiro produto à base de cannabis. O produto poderá ser vendido somente com prescrição médica e apresentação de receita especial do tipo B.

Notícia desta quarta-feira (30) revela que o Ministério da Justiça enviou a deputados uma moção de repúdio ao projeto de lei 399/2015, que legaliza o cultivo da Cannabis no Brasil para uso medicinal e industrial. Segundo a pasta, comandada por André Mendonça, são "pífios" os resultados do uso terapêutico da Cannabis, riscos e prejuízos à saúde decorrentes do uso, além da possibilidade de aumento do tráfico de drogas.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para contato@brasil247.com.br

• Seja membro no Youtube : acesse este link

• Transferência pelo Paypal : acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha : acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse : acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se : acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon : acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários para "Enquanto Israel aposta na maconha medicinal, Brasil afunda no obscurantismo":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório