×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 09 de dezembro de 2021

Entre erros e acertos, Gugu Liberato foi uma das caras da TV brasileira

Entre erros e acertos, Gugu Liberato foi uma das caras da TV brasileiraFoto: Reprodução / Record TV

Gugu é cria de Silvio Santos, com quem teve uma relação muito frutífera, mas também tumultuada. No final dos anos 1980, o mentor prometeu ao pupilo, para não perdê-lo, que ele seria o seu sucessor, o que nunca ocorreu.

Mauricio Stycer - Colunista Do Uol - 23/11/2019 - 09:08:03

Por ironia do destino, a notícia sobre o acidente que causou a morte de Gugu Liberato foi divulgada justamente na data consagrada pela ONU como o Dia Mundial da Televisão, 21 de novembro.

Gugu dedicou-se à televisão por 40 dos seus 60 anos de vida. À frente de diferentes programas desde 1981, primeiro no SBT e depois na Record, ele integra uma espécie de força de elite, formada basicamente por homens: os grandes comunicadores que, com apenas um microfone na mão e muito jogo de cintura, comandaram programas de auditório extremamente populares.



Gugu é cria de Silvio Santos, com quem teve uma relação muito frutífera, mas também tumultuada. No final dos anos 1980, o mentor prometeu ao pupilo, para não perdê-lo, que ele seria o seu sucessor, o que nunca ocorreu.

Ainda assim, o contrato assinado - e depois cancelado - com a Globo colocou Gugu em outro patamar dentro do SBT. Em 2016, ele disse, referindo-se a este famoso episódio: "Quem me proporcionou a maior mudança na minha vida foi o Boni, a quem eu devo a minha carreira". A frase foi vista como ingratidão com Silvio, mas não era, como explicou Homero Salles, diretor que o acompanhou por décadas.

Como outros comunicadores bem-sucedidos, Gugu se tornou um empresário atrás das câmeras. Investiu em diversas áreas do entretenimento, da música à gestão de talentos, passando pela produção audiovisual. Tentou até ser dono de um canal de TV, mas não conseguiu.

É difícil verbalizar o que explica o sucesso de um apresentador de TV. Estamos falando, por um lado, de fatores incomensuráveis, como carisma, simpatia, empatia, aparência, voz, gestual.... E, por outro, da capacidade de magnetizar o espectador com as atrações a seu dispor.

Gugu, em particular, com seu jeito quase infantil, ingênuo, sempre transmitiu a impressão de que se surpreendia com tudo que exibia. Não importa se isso é verdade ou não. Importa que o espectador notava emoção quando Gugu parecia emocionado, tristeza quando o apresentador parecia triste, e graça quando ele gargalhava.

O auge de Gugu Liberato como apresentador coincide com um período, entre os anos 1980 e meados da primeira década do século 21, em que os programas de auditório eram o principal local de lazer, a praça, do brasileiro. Tudo acontecia ali. O "Viva Noite" (1982-92) e o "Domingo Legal" (1993-2009) comandados por Gugu funcionam como um bom resumo do que foi a TV brasileira neste período.

Como tantos outros, Gugu apelou muito, com a banheira, com a camiseta molhada, com a dança da garrafa, com um sem número de artifícios destinados a manter o espectador agarrado à televisão. Foi longe demais ao hospedar a farsa do PCC, em 2003, e tenho a impressão que perdeu o prumo ao ver o mundo desabar em cima de si.

O Gugu que vai para a Record com salário milionário em 2009 já não tem o mesmo viço, assim como parte do público já não tem o mesmo interesse pelas atrações de outrora. Sem as audiências de dois dígitos de outros tempos, investe em assistencialismo, o mausoléu de Dercy, doenças, anões e, de forma patética, até revive a banheira.

Contrato interrompido em 2013, ele volta à emissora dois anos depois, em condições menos favoráveis, primeiro como produtor do próprio programa, depois para ser apresentador de formatos estrangeiros - Power Couple, Canta Comigo. É neste contexto que ele me disse, em abril deste ano:

"Estamos na onda dos formatos e não sei até quando isso vai durar. Alguns desses formatos já vêm até com faturamento garantido de multinacionais. Isso torna-se muito mais interessante para as emissoras: investirem em algo cujo retorno financeiro é praticamente garantido."

E acrescentou, com alguma nostalgia: " Também já não se formam novos comunicadores como antes. Praticamente todos os veteranos trabalharam no rádio. Essa experiência é muito importante. Digamos que não precisa ser apresentador ou animador para apresentar um formato".

Gugu estava fazendo 60 anos quando deu esta entrevista, uma das últimas: "Gostaria de ter realizado muito mais coisas", disse. Não é verdade. Fez bastante coisa e será sempre lembrado.

Siga a coluna no Facebook e no Twitter.

Comentários para "Entre erros e acertos, Gugu Liberato foi uma das caras da TV brasileira":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Participantes de audiência debatem falta de segurança e de manutenção na Rodoviária de Brasília

Participantes de audiência debatem falta de segurança e de manutenção na Rodoviária de Brasília

Recente decisão do governo de retornar a administração da rodoviária para a Secretaria de Transportes e Mobilidade foi bem recebida pelos participantes do debate proposto pelo deputado Chico Vigilante

População do DF pode escolher o imunizante contra a Covid-19

População do DF pode escolher o imunizante contra a Covid-19

Aproximadamente 211 mil moradores do DF já poderiam ter recebido a segunda dose, mas ainda não compareceram a um local de vacinação

Publicada resolução que define níveis do Lago Paranoá para 2022

Publicada resolução que define níveis do Lago Paranoá para 2022

Resolução da Adasa define os níveis altimétricos da água que devem ser mantidos no Lago Paranoá em 2022

Posto de vacinação na Rodoviária do Plano Piloto no DF disponibiliza doses contra a Covid-19

Posto de vacinação na Rodoviária do Plano Piloto no DF disponibiliza doses contra a Covid-19

Posto de Vacinação contra a covid-19 na Rodoviária do Plano Piloto está localizado na plataforma inferior, ao lado da administração

Detran-DF reforça orientações gerais a motociclistas

Detran-DF reforça orientações gerais a motociclistas

Campanhas de conscientização do Detran são constantes e têm como foco a segurança de todos

220 mil pessoas estão com a segunda dose da vacina atrasada no DF

220 mil pessoas estão com a segunda dose da vacina atrasada no DF

Há estoque de vacinas contra o coronavírus para primeira e segunda doses, dose de reforço e dose adicional; números revelam a efetividade da campanha

Biometria passa a ser oferecida em mais três postos do Na Hora

Biometria passa a ser oferecida em mais três postos do Na Hora

Postos do Na Hora de Taguatinga, Gama e Riacho Fundo passarão a oferecer o serviço de identificação biométrica

Aulas no DF começam em 14 de fevereiro de 2022

Aulas no DF começam em 14 de fevereiro de 2022

A portaria que define o calendário anual e semestral contendo todas as datas e eventos pedagógicos previstos será publicada nos próximos dias no Diário Oficial do DF

Entidades realizam ato contra tentativa de censura em escola do DF

Entidades realizam ato contra tentativa de censura em escola do DF

Em nota, corpo docente diz que repudia “toda e qualquer forma de perseguição, cerceamento e censura ao livre trabalho docente dessa Unidade de Ensino”.

Colorida e popular: Drag queen e ativista do MST lança pré-candidatura a deputada federal no DF

Colorida e popular: Drag queen e ativista do MST lança pré-candidatura a deputada federal no DF

A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, participou do ato de filiação de Ruth Venceremos ao partido

Confira os dias e locais das feiras rurais em dezembro no DF

Confira os dias e locais das feiras rurais em dezembro no DF

Emater-DF disponibiliza mensalmente uma relação das feiras rurais, com produtores atendidos pela empresa