×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 02 de julho de 2022

Estação do metrô recebe exposição para marcar o Mês do Orgulho LGBTQIA+

Estação do metrô recebe exposição para marcar o Mês do Orgulho LGBTQIA+Foto: Maria Luiza Munhoz/Metrô-DF

A instalação ‘Árvore do Orgulho’ traz informações sobre direitos e cidadania

Agência Brasília* | Edição: Carolina Lobo - 22/06/2022 - 09:33:47

Além da instalação 'Árvore do Orgulho', uma mostra fotográfica foi inaugurada, nesta terça-feira (21), na Estação Central (rodoviária)

Uma árvore coberta de fitas nas cores da bandeira LGBTQIA+ está despertando a atenção dos passageiros que passam pela Estação Central (rodoviária) do Metrô-DF. A instalação Árvore do Orgulho, montada na área livre da estação, cobre o teto cúbico da claraboia do foyer, inundando o local com as cores do arco-íris e com informações sobre direitos e cidadania.

“Todos os dias são transportadas mais de 120 mil pessoas pelo metrô. Gente que representa toda a diversidade da população do DF. Queremos combater qualquer tipo de preconceito e discriminação”Handerson Cabral, presidente do Metrô-DF

Além da obra, foi aberta ao público, nesta terça-feira (21), a exposição de fotos inédita Direito a Ser Feliz, de autoria da fotojornalista Cynthia Pastor, que mostra homossexuais, bissexuais e pessoas trans de Brasília que exerceram algum direito relacionado à orientação sexual ou identidade de gênero. O objetivo é informar sobre direitos que já foram negados a pessoas LGBTQIA+ no Brasil por meio de histórias reais.

A iniciativa é do Brasília Orgulho, coletivo que organiza o festival de mesmo nome e a parada LGBT da capital. Com a missão de transformar as estações do Metrô-DF em espaços de cultura e cidadania, a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF), por meio da Gerência de Projetos Especiais, fechou a parceria com o coletivo para abrigar as obras.

Presente à abertura da exposição, o presidente do Metrô-DF, Handerson Cabral, recebeu os integrantes do coletivo e disse que é um orgulho para a companhia participar de ações que promovam a inclusão e a diversidade.

Foi inaugurada nesta terça (21) a exposição de fotos inédita ‘Direito a Ser Feliz’, de autoria da fotojornalista Cynthia Pastor

“Todos os dias são transportadas mais de 120 mil pessoas pelo metrô. Gente que representa toda a diversidade da população do Distrito Federal. Queremos combater qualquer tipo de preconceito e discriminação”, disse Cabral, lembrando que existe um programa para promover igualdade de gênero e raça também dentro do Metrô-DF desde 2019.

Leia também

Passageiros do metrô podem apreciar o projeto Arte nos Trilhos

Uma viagem com Saramago pelo Metrô-DF

A mostra e a instalação integram o Festival Brasília Orgulho, que será encerrado no dia 3 de julho com a 23ª Parada do Orgulho LGBTS da capital. O evento, executado pela ONG Habra, é a volta da marcha presencial depois de dois anos sem poder ir às ruas por conta da pandemia da covid-19.

Além do Metrô-DF, são apoiadores da iniciativa as embaixadas da Austrália e Dinamarca, a faculdade IDP, o Instituto Pride, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa e OAB-DF.

*Com informações do Metrô-DF

Comentários para "Estação do metrô recebe exposição para marcar o Mês do Orgulho LGBTQIA+":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Registro de armas de fogo no Distrito Federal aumenta 583% em quatro anos

Registro de armas de fogo no Distrito Federal aumenta 583% em quatro anos

Apenas no sistema da Polícia Federal, havia mais de 243,8 mil licenças ativas em 2021, contra 35,6 mil em 2017

Publicado edital de concurso para professor e orientador educacional

Publicado edital de concurso para professor e orientador educacional

Haverá seleção também para gestor e cadastro de reserva, em um total de 4.254 vagas, com salários de até R$ 5 mil.

Campanha Varal do Frio recebe doações de agasalhos até o dia 5

Campanha Varal do Frio recebe doações de agasalhos até o dia 5

O IgesDF, que promove a iniciativa, prorrogou o prazo com o objetivo de arrecadar mais agasalhos e cobertores

Com quadras e parquinhos, Parque Burle Marx é aberto ao esporte no Noroeste

Com quadras e parquinhos, Parque Burle Marx é aberto ao esporte no Noroeste

Primeira etapa de estruturação do espaço de 280 hectares de área verde tem portaria e banheiros e recebeu investimentos de R$ 8,6 milhões

Comitiva; Emater-DF vai à Etiópia trocar experiências sobre extensão rural

Comitiva; Emater-DF vai à Etiópia trocar experiências sobre extensão rural

Emater-DF tem representante no grupo enviado ao país africano, que pretende fortalecer atendimento aos agricultores com apoio do Brasil

Segunda dose de reforço para maiores de 35 anos a partir desta sexta-feira

Segunda dose de reforço para maiores de 35 anos a partir desta sexta-feira

População no Distrito Federal tem disponíveis 112 salas de vacinação, além de outros 17 postos noturnos

No Distrito Federal; julho começa com 119 vagas de emprego

No Distrito Federal; julho começa com 119 vagas de emprego

Os interessados devem procurar uma agência do trabalhador e se cadastrar em alguma oportunidade para seu perfil

Veja como funciona o atendimento para vítimas de violência sexual no DF

Veja como funciona o atendimento para vítimas de violência sexual no DF

Segundo dados da Secretaria de Saúde, até maio deste ano foram realizados 45 procedimentos de aborto legal

Agendamento eletrônico para castração de cães e gatos inicia nesta quinta

Agendamento eletrônico para castração de cães e gatos inicia nesta quinta

Em fase de teste, vagas para cirurgia gratuita serão disponibilizadas no sistema de marcações do GDF

Café produzido no Lago Norte é classificado como gourmet

Café produzido no Lago Norte é classificado como gourmet

A avaliação de alta qualidade considera o elevado teor de açúcar e baixa adstringência no sabor da bebida

CLDF “corrige tratamento desigual” e unifica valor de bolsa a atletas e paratletas

CLDF “corrige tratamento desigual” e unifica valor de bolsa a atletas e paratletas

Valores variam de R$ 401,27, para atletas de nível estudantil, e R$ 6.401,67, para competidores de nível olímpico