×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 12 de agosto de 2022

Excesso de velocidade lidera ranking das infrações de trânsito no DF

Excesso de velocidade lidera ranking das infrações de trânsito no DF

Foto: AGÊNCIA BRASÍLIA *

Como forma de reduzir esses índices, o Detran lança desafio Multa Zero para incentivar o não cometimento de infrações e assim evitar acidentes

Agência Brasília * I Edição: Carolina Jardon - 15/01/2022 - 11:37:57

Em 2021, o excesso de velocidade foi a infração de trânsito mais flagrada no Distrito Federal. Levantamento preliminar feito pelo Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF), revela que, de janeiro a dezembro do ano passado, foram registradas 1.584.122 autuações por desrespeito aos limites de velocidade estabelecidos nas vias. Esta é uma infração que tem preocupado o órgão de trânsito, pois potencializa muito os riscos de acidentes e ameaça a vida dos mais vulneráveis: pedestres e ciclistas.

Para o diretor-geral do Detran-DF, Zélio Maia, respeitar as normas de trânsito é exercer os direitos e deveres como cidadão. “Precisamos resgatar o senso de responsabilidade e cidadania de nossos condutores. Eles precisam se conscientizar de que, ao infringir uma regra de trânsito, a multa é o menor dos males, se comparado à possibilidade de provocar um acidente e ceifar uma vida ou deixar uma pessoa inválida de forma permanente, destaca o diretor-geral. Zélio Maia lembra ainda que é dever de todo condutor respeitar a

sinalização e a velocidade da via independente da presença ou não de equipamentos de fiscalização eletrônica.Estacionamento irregular e desrespeito à faixa exclusiva

Outro dado que também chama a atenção é a quantidade de condutores que insistem em estacionar o veículo de maneira irregular nas ruas do Distrito Federal. Somadas todas as situações previstas no artigo 181 do Código de Trânsito Brasileiro, o resultado é de 138.684 autuações registradas no ano passado.

Ao estacionar de forma inadequada, o condutor pode impedir ou atrasar o acesso de veículos de socorro a quem realmente precisa | Foto: Paulo H. Carvalho / Agência Brasília

Ao estacionar de forma inadequada, o condutor pode impedir ou atrasar o acesso de veículos de socorro a quem realmente precisa. Além disso, estacionar em calçadas ou passeios, por exemplo, faz com que o pedestre seja direcionado para a circulação na rua, colocando-o em situação de risco.

E sem falar naqueles que, sem direito, apoderam-se de vagas especiais reservadas para idosos ou pessoas com deficiência.

No ranking das infrações mais flagradas, em terceiro lugar está o desrespeito à faixa exclusiva destinada aos veículos de transporte público coletivo de passageiros: 133.536 notificações. Seguido pela falta do uso do cinto de segurança.

Em 2021, foram, 98.750 flagrantes de condutores ou passageiros sem utilizar o item de segurança. De acordo com a Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), o cinto é um equipamento importante para a redução dos efeitos mais graves dos sinistros, como óbitos ou sequelas.

Celular ao volante, um risco real

A quarta conduta infratora, mas não menos perigosa, é o uso do celular ao volante. A quantidade de condutores flagrados utilizando o aparelho telefônico enquanto dirige pelas vias do DF é muito alta: 92.482. Vale destacar que a quantidade de pessoas que cometem esse tipo de infração pode ser muito maior que a registrada, já que nem sempre que os condutores que utilizam o celular são flagrados pela fiscalização de trânsito.

O diretor de Educação de Trânsito substituto, Régis Otávio, reconhece que o celular está muito presente no nosso dia a dia e que o seu uso se tornou, muitas vezes, imprescindível para a realização da maioria das atividades diárias. No entanto, ele destaca que não podemos descuidar da nossa responsabilidade com a vida no trânsito. “É preciso ter consciência dos riscos a que estamos submetidos ou submetemos outras pessoas ao utilizarmos o celular na direção de um veículo”, enfatiza Régis.

No vermelho, pare!

Avançar o sinal vermelho do semáforo ou o de parada obrigatória também é uma infração recorrente e está entre as cinco mais flagradas. De janeiro a dezembro do ano passado, foram registradas 86.085 autuações pelo artigo 208 do CTB. Cabe lembrar que esta é uma infração gravíssima que incide sete pontos na habilitação e prevê multa de R$293,47.

Preservando vidas

Mesmo não figurando entre as cinco infrações mais cometidas, a quantidade de pessoas flagradas dirigindo após o consumo de bebida alcoólica é preocupante. O levantamento do Detran aponta que, em 2021, foram flagrados 27.195 condutores alcoolizados | Foto: Detran / Divulgação

Mas nem sempre o alto valor da multa coíbe o condutor infrator contumaz, como é o caso da alcoolemia ao volante que possui multa de R$ 2.934,70 e prevê suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

Mesmo não figurando entre as cinco infrações mais cometidas, a quantidade de pessoas flagradas dirigindo após o consumo de bebida alcoólica é preocupante. O levantamento do Detran aponta que, em 2021, foram flagrados 27.195 condutores alcoolizados.

Para o diretor de Policiamento e Fiscalização de Trânsito, Glauber Peixoto, o alto quantitativo é reflexo da intensificação das operações com o foco na Lei Seca.

“Esses dados comprovam o empenho do Detran e dos demais órgãos de fiscalização viária em garantir segurança no trânsito à população do Distrito Federal. O nosso objetivo é preservar vidas”, reforça Peixoto

Redução de acidentes

E o trabalho intenso do Departamento tem surtido efeito. Em 2021, o DF registrou uma redução de 26% no quantitativo de mortes no trânsito, se comparado com o ano anterior, quando foi declarada a pandemia. Mesmo com os dados positivos, o diretor-geral do Detran, Zélio Maia, faz um alerta aos condutores para que respeitem as leis de trânsito, não apenas pelo receio de ser punido, mas principalmente em atenção à vida, a fim de evitar acidentes.

Multa Zero

Em 2021, o diretor-geral do Detran, Zélio Maia, lançou o desafio Multa Zero, com o objetivo de incentivar os condutores a não cometer infrações de trânsito. Na maioria das situações, o infrator tem consciência da prática irregular, dessa forma, o erro poderia ser evitado. “O nosso intuito maior não é multar, mas educar os condutores, e a penalidade faz parte desse processo educativo para aqueles condutores que insistem em não cumprir as normas de segurança”, explica Zélio.

* Com informações do Detran-DF

Comentários para "Excesso de velocidade lidera ranking das infrações de trânsito no DF":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Últimas Notícias
Casas sustentáveis: Entenda como esse modelo de residência gera economia

Casas sustentáveis: Entenda como esse modelo de residência gera economia

Trabalho remoto é o futuro na área da tecnologia

Trabalho remoto é o futuro na área da tecnologia

Alexandre diz que atos por democracia reforçam 'orgulho do sistema eleitoral'

Alexandre diz que atos por democracia reforçam 'orgulho do sistema eleitoral'

Celso de Mello: Manifesto representa 'severa advertência ao presidente Bolsonaro'

Celso de Mello: Manifesto representa 'severa advertência ao presidente Bolsonaro'

"Carta bate com o que faço aqui", diz professor que levou documento para Londres

Jovens ainda sofrem com recuperação lenta do mercado de trabalho, diz OIT

Jovens ainda sofrem com recuperação lenta do mercado de trabalho, diz OIT

José Carlos Dias destaca união do capital e trabalho e lê carta da Fiesp

José Carlos Dias destaca união do capital e trabalho e lê carta da Fiesp

Ação contra fraude notifica cinco postos de combustível no DF

Ação contra fraude notifica cinco postos de combustível no DF

Saiba o que são e como preparar as PANCs, plantas alimentícias não convencionais

Saiba o que são e como preparar as PANCs, plantas alimentícias não convencionais

Alvaro Vargas Llosa: 'O idiota latino-americano se reinventou'

Alvaro Vargas Llosa: 'O idiota latino-americano se reinventou'

'Os manifestos geram poder para a resistência', afirma Celso Lafer

'Os manifestos geram poder para a resistência', afirma Celso Lafer

No DF, políticos e militantes de esquerda têm sido vítimas de violência nas ruas

No DF, políticos e militantes de esquerda têm sido vítimas de violência nas ruas

DF é condenado a indenizar aluno que sofreu reação alérgica após ingerir alimento

DF é condenado a indenizar aluno que sofreu reação alérgica após ingerir alimento

MPDFT apoia criação de Frente Nacional de Combate a Cartéis

MPDFT apoia criação de Frente Nacional de Combate a Cartéis

Deputados distritais derrubam veto e demitidos da CEB recuperam emprego

Deputados distritais derrubam veto e demitidos da CEB recuperam emprego

Janaina Paschoal diz que Bolsonaro tenta 'destruí-la' e que carta é 'pró-Lula'

Janaina Paschoal diz que Bolsonaro tenta 'destruí-la' e que carta é 'pró-Lula'

Djavan volta com 'uma ode ao amor e à esperança'

Djavan volta com 'uma ode ao amor e à esperança'

BNDES leva a leilão antigo edifício-sede em Brasília

BNDES leva a leilão antigo edifício-sede em Brasília

Lideranças indígenas, testemunhas do crime contra Bruno e Dom, pedem proteção oficial

Lideranças indígenas, testemunhas do crime contra Bruno e Dom, pedem proteção oficial

Marinha suspende exercício em Alcatrazes após protestos de ambientalistas

Marinha suspende exercício em Alcatrazes após protestos de ambientalistas

Guedes minimiza comércio Brasil-França e avisa: 'É melhor nos tratarem bem ou vamos ligar o f***-se'

Guedes minimiza comércio Brasil-França e avisa: 'É melhor nos tratarem bem ou vamos ligar o f***-se'