×
ContextoExato

Falhas na gestão da dívida ativa tiram R$ 30 bilhões dos cofres de Brasília

Falhas na gestão da dívida ativa tiram R$ 30 bilhões dos cofres de BrasíliaFoto: Reprodução

O governo promete uma ofensiva para ampliar a recuperação desses valores.

Por Helena Mader-correio Braziliense - 23/03/2019 - 10:09:47

O Governo do Distrito Federal é credor de cerca de R$ 30 bilhões em créditos tributários e não tributários. Esse é o valor estimado da dívida ativa do GDF, valor suficiente para resolver todos os problemas financeiros da capital federal. Mas a gestão da dívida é falha, o que atrapalha a cobrança e a restituição desses valores aos cofres públicos. A constatação é de uma auditoria do Tribunal de Contas, concluída no mês passado.

Os técnicos da Corte identificaram uma série de problemas nas sucessivas gestões, como processos prescritos e cancelados antes da inscrição em dívida ativa, valores pendentes de inscrição, ausência de fluxograma de procedimentos de inscrição e morosidade no fornecimento de dados históricos sobre o estoque de créditos.

Os auditores apontaram ainda a falta de informações sobre o histórico de valores recuperados, a ocorrência de fraudes e a lentidão na conclusão das apurações. A falta de uma solução informatizada nas agências de atendimento e deficiência da gestão da cobrança administrativa agravaram as falhas na gestão dessa dívida bilionária.

O governo promete uma ofensiva para ampliar a recuperação desses valores.

Comentários para "Falhas na gestão da dívida ativa tiram R$ 30 bilhões dos cofres de Brasília":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
...