×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 02 de julho de 2022

Falta de engajamento da população para finalizar ciclo vacinal contra à Covid-19 preocupa

Falta de engajamento da população para finalizar ciclo vacinal contra à Covid-19 preocupaFoto: © Tânia Rêgo/Agência Brasil Saúde

Disponibilidade de leitos pós-pandemia, dengue e planejamento orçamentário da SES foram outros itens debatidos em reunião entre o MPDFT e a SES nesta quarta-feira, 11 de maio

Secretaria De Comunicação Do Mpdft - 13/05/2022 - 08:23:03

O Ministério Público tem acompanhado o sistema de vacinação desde o início. Hoje, felizmente, temos mais de 90% da população, acima de 5 anos, vacinada com a 1ª dose, e 84% com a segunda dose. No entanto, temos que entender que esse é um processo contínuo, porque o vírus tem diversas mutações e se faz necessário um reforço, até pela presença de anticorpos no organismo. Nós conclamamos a população para que compareça aos mais de 180 postos de saúde para receber a 3ª e a 4ª dose. A saúde é de todos e hoje estamos numa situação mais tranquila, inclusive sem máscaras, mas precisamos nos vacinar”, alertou o coordenador da força-tarefa de enfrentamento à covid-19 do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT), Eduardo Sabo, em reunião realizada entre a instituição e representantes da Secretaria de Saúde (SES), nesta quarta-feira, 11 de maio, na Sede do MP.

O subsecretário de Vigilância à Saúde, Divino Valero Martins, também afirmou que para continuar o alto nível de cobertura vacinal do DF, é necessário ter cumplicidade da população. “Existe uma certa acomodação da população, que acredita que já está protegida e que o problema já passou”. Para tentar solucionar a questão, a força-tarefa pretende encaminhar ofício à Casa Civil e Secretaria de Comunicação do DF para que elaborem campanha publicitária, incentivando a população a continuar se vacinando.

Leitos, dengue e orçamento

Outro motivo de preocupação do Ministério Público é em relação à disponibilidade de leitos de UTI no DF. A força-tarefa quer saber qual está sendo o legado pós-pandemia em relação à oferta de leitos para a população. Ou seja, após a desativação dos hospitais de campanha e de outras unidades, qual o número de leitos que continuarão a ser oferecidos para a comunidade. Além disso, o represamento de cirurgias eletivas durante o período de pandemia foi outro item da pauta. A maior demanda, segundo a Secretaria de Saúde, são as cirurgias ortopédicas, questão que, conforme o secretário de Saúde, general Manoel Luiz Narvaz Pafiadache, deverá ser resolvida em breve, com a chegada de equipamentos ortopédicos.

A grande incidência de doenças como a dengue e a influenza também foi debatida no encontro. Em relação ao crescimento dos casos de dengue, o subsecretário Divino Valério explicou que a combinação de fatores como a escalação da maioria dos agentes de saúde para o enfrentamento da pandemia, o que ocasionou, praticamente, a não realização de visitas domiciliares. Além disso, segundo Valério, o aumento das chuvas e a grande quantidade de lixo acumulada em diversas cidades causaram o crescimento desordenado de casos. A promotora de Justiça da Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde (Prosus) Hiza Carpina afirmou que a proposta pós-covid é de trabalho conjunto das Prosus, Promotorias de Justiça Regionais de Defesa dos Direitos Difusos (Proregs), Promotorias de Justiça de Defesa da Educação (Proeducs) e Secretaria de Saúde para o enfrentamento da dengue. A ideia é combater o mosquito, inclusive nas residências de acumuladores compulsivos que se negam a permitir a entrada de agentes em suas casas.

O planejamento orçamentário da SES foi outro item da pauta. Os representantes da Secretaria explicaram à força-tarefa que atualmente não têm mais recursos disponíveis para 2022 e que já estão buscando o apoio de créditos suplementares e analisando a possibilidade de emendas parlamentares para subsidiar os projetos da pasta. A promotora Hiza Carpina esclareceu que o interesse do MPDFT em acompanhar os procedimentos orçamentários é para fortalecer a tomada de decisões do MPDFT em relação à fiscalização das políticas públicas. Ficou acertado que, em breve, os representantes do MPDFT farão visita à SES com objetivo de conhecer o novo projeto de gestão da informação sobre os processos estruturantes da Secretaria.


Comentários para "Falta de engajamento da população para finalizar ciclo vacinal contra à Covid-19 preocupa":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Registro de armas de fogo no Distrito Federal aumenta 583% em quatro anos

Registro de armas de fogo no Distrito Federal aumenta 583% em quatro anos

Apenas no sistema da Polícia Federal, havia mais de 243,8 mil licenças ativas em 2021, contra 35,6 mil em 2017

Publicado edital de concurso para professor e orientador educacional

Publicado edital de concurso para professor e orientador educacional

Haverá seleção também para gestor e cadastro de reserva, em um total de 4.254 vagas, com salários de até R$ 5 mil.

Campanha Varal do Frio recebe doações de agasalhos até o dia 5

Campanha Varal do Frio recebe doações de agasalhos até o dia 5

O IgesDF, que promove a iniciativa, prorrogou o prazo com o objetivo de arrecadar mais agasalhos e cobertores

Com quadras e parquinhos, Parque Burle Marx é aberto ao esporte no Noroeste

Com quadras e parquinhos, Parque Burle Marx é aberto ao esporte no Noroeste

Primeira etapa de estruturação do espaço de 280 hectares de área verde tem portaria e banheiros e recebeu investimentos de R$ 8,6 milhões

Comitiva; Emater-DF vai à Etiópia trocar experiências sobre extensão rural

Comitiva; Emater-DF vai à Etiópia trocar experiências sobre extensão rural

Emater-DF tem representante no grupo enviado ao país africano, que pretende fortalecer atendimento aos agricultores com apoio do Brasil

Segunda dose de reforço para maiores de 35 anos a partir desta sexta-feira

Segunda dose de reforço para maiores de 35 anos a partir desta sexta-feira

População no Distrito Federal tem disponíveis 112 salas de vacinação, além de outros 17 postos noturnos

No Distrito Federal; julho começa com 119 vagas de emprego

No Distrito Federal; julho começa com 119 vagas de emprego

Os interessados devem procurar uma agência do trabalhador e se cadastrar em alguma oportunidade para seu perfil

Veja como funciona o atendimento para vítimas de violência sexual no DF

Veja como funciona o atendimento para vítimas de violência sexual no DF

Segundo dados da Secretaria de Saúde, até maio deste ano foram realizados 45 procedimentos de aborto legal

Agendamento eletrônico para castração de cães e gatos inicia nesta quinta

Agendamento eletrônico para castração de cães e gatos inicia nesta quinta

Em fase de teste, vagas para cirurgia gratuita serão disponibilizadas no sistema de marcações do GDF

Café produzido no Lago Norte é classificado como gourmet

Café produzido no Lago Norte é classificado como gourmet

A avaliação de alta qualidade considera o elevado teor de açúcar e baixa adstringência no sabor da bebida

CLDF “corrige tratamento desigual” e unifica valor de bolsa a atletas e paratletas

CLDF “corrige tratamento desigual” e unifica valor de bolsa a atletas e paratletas

Valores variam de R$ 401,27, para atletas de nível estudantil, e R$ 6.401,67, para competidores de nível olímpico