×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 16 de outubro de 2021

Falta de medicamentos coloca em risco a vida de milhares de transplantados

Falta de medicamentos coloca em risco a vida de milhares de transplantadosFoto: Elza Fiúza-Agência Brasil

Cerca de 40 mil pacientes dependem da medicação para não perder o órgão ou a própria vida; outros 40 mil para fazer o transplante

Por Ana Paula Evangelista-repórter Sus-brasil De Fato - 21/05/2019 - 06:58:51

Transplantado renal pode perder o órgão e voltar para a diálise.

De 134 drogas que são distribuídas pelo Ministério da Saúde, 25 já estão com estoques zerados. Pelo menos quatro destas são para atender trasplantados, para evitar a rejeição do órgão pelo organismo, o que pode levar à perda do órgão adquirido para o procedimento.

Para evitar a ameaça de morte a milhares de pessoas transplantadas que dependem das medicações, o Ministério Público Federal moveu uma ação alertando o Ministério da Saúde.

No dia 9 de abril de 2019, o juiz federal Paulo Cezar Duran determinou que o ministério resolva o problema.

O Repórter SUS dessa semana, programa produzido em parceria com a Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio da Fundação Oswaldo Cruz (EPSJV/Fiocruz), ouve o médico e professor adjunto de Nefrologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Edison Régio.

"Todas as pessoas quando recebem órgãos, pela diferença genética entre doador e receptor, necessitam tomar medicamentos imunossupressores, normalmente dois dias antes da cirurgia, e essa medicação se estende por toda a vida do paciente", explica Regio.

Segundo ele, qualquer órgão que é transplantado exige o uso da medicação e quando isso não ocorre num período de até 48 horas começa o risco da rejeição do órgão.

"No caso do [transplante de] rim, o paciente perde o enxerto e volta para a máquina [hemodiálise]. É terrível. No caso do coração, fígado e pulmões, o paciente morre se faltar a medicação imunossupressora".

Embora ameace a vida das pessoas, o desabastecimento não é inédito no Brasil, diz o médico que lida com transplantes de rins há 35 anos.

A falta da medicação leva à suspensão da cirurgia para quem está na fila, pronto para receber o órgão. De 80 a 90% dos pacientes que fazem transplantes realizam por meio do SUS, que também disponibiliza o medicamento via Ministério da Saúde às secretarias estaduais de Saúde.

"No momento existe de 30 mil a 40 mil pacientes com órgãos funcionando, rins, pulmões, corações, fígado, tecidos também, como córneas, ossos e pele. Existe também uma fila de 40 mil pacientes aguardando por esses órgãos", alerta.

Edição: Cecília Figueiredo / Saúde Popular

Comentários para "Falta de medicamentos coloca em risco a vida de milhares de transplantados":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Final de semana com muitas opções culturais no DF

Final de semana com muitas opções culturais no DF

Exposições, espetáculos teatrais e musicais estão entre as atrações para este sábado e domingo

Concurso vai escolher melhores trabalhos de artesanato

Concurso vai escolher melhores trabalhos de artesanato

Inscrições podem ser feitas até o dia 24 de outubro; premiados serão selecionados por votação popular

Redobre os cuidados ao dirigir no período das chuvas

Redobre os cuidados ao dirigir no período das chuvas

Temporada chuvosa requer atenção ampliada no trânsito |

Dia da Padroeira do Brasil é comemorado com missas em Brasília

Dia da Padroeira do Brasil é comemorado com missas em Brasília

Os atos religiosos serão celebrados no Distrito Federal

Brasília inaugura sistema de bicicletas compartilhadas

Brasília inaugura sistema de bicicletas compartilhadas

Lançamento ocorreu na Estação 18, na entrada do Parque da Cidade

Diversão ao ar livre e em espaços turísticos do DF

Diversão ao ar livre e em espaços turísticos do DF

Público infantil poderá contar com diversidade de opções neste feriado, respeitando as medidas de prevenção à covid-19

Segurança reforçada para os jogos universitários no Distrito Federal

Segurança reforçada para os jogos universitários no Distrito Federal

A PMDF atuará por meio de policiamento ostensivo em todas as regiões, mas poderá acionar unidades especializadas, caso necessário

O que abre e fecha no feriado de 12 de outubro no DF

O que abre e fecha no feriado de 12 de outubro no DF

Zoológico funcionará normalmente, com restrição de público de 2,5 mil pessoas devido à pandemia da covid-19

Aproveite as feiras rurais no DF neste mês de outubro

Aproveite as feiras rurais no DF neste mês de outubro

Nas feiras é possível adquirir o alimento direto do produtor com qualidade, variedade e melhor preço

Festivais e exposições são destaques deste final de semana no DF

Festivais e exposições são destaques deste final de semana no DF

Exposição fica aberta até domingo, 10

Zaragoza chega ao Parque de Esculturas do Museu de Arte de Brasília

Zaragoza chega ao Parque de Esculturas do Museu de Arte de Brasília

As obras do artista e publicitário catalão são parte do lote de 58 peças doado pelo artista, em 2017, ao Museu Nacional da República