×
ContextoExato
Responsive image

Fernando de Noronha reabre apenas para turistas que já tiveram covid-19

Fernando de Noronha reabre apenas para turistas que já tiveram covid-19Foto: Wikipedia

Segundo o governo de Pernambuco, o processo será feito de forma gradual a partir de 1º de setembro, terça da semana que vem

Mariana Fernandes - Correioweb - 27/08/2020 - 21:04:53

Depois de cinco meses do fechamento da ilha de Fernando de Noronha para o turismo por conta da pandemia do novo coronavírus, o Governo de Pernambuco anunciou ,nesta quinta-feira (27/8), a reabertura para visitantes. Segundo a gestão estadual, o processo será feito de forma gradual e já a partir de 1º de setembro. E, no primeiro momento, apenas pessoas que já tiveram o covid-19 vão poder desembarcar no arquipélago.

Para visitar o local, será preciso comprovação de que o turista já teve a doença e isso será feito durante o processo de pagamento da Taxa de Preservação Ambiental (TPA), necessária pra entrar na cidade. Agora, o processo poderá ser feito de forma on-line e o turista precisa anexar o resultado do exame confirmando que já teve a covid-19.

O Governo de Pernambuco explica ainda que serão aceitos dois tipos de resultados: O IgG positivo (sorológico) e o RT-PCR positivo (exame de nariz e garganta), com mais de 20 dias da data do embarque. Testes rápidos não serão aceitos.

O governo também autorizou a retomada do comércio de praia e a reabertura dos museus e espaços de exposições, a partir da próxima segunda-feira (31/08), seguindo novos protocolos de higiene, saúde e comunicação.

"Estamos dando início às flexibilizações da reabertura do turismo de Fernando de Noronha, sempre com responsabilidade, cautela e sem pressa. Seguindo com protocolos que mantenham com segurança a saúde da comunidade noronhense e dos pernambucanos que vivem lá. A pressa é inimiga da vida. A gente preza pela vida das pessoas da comunidade noronhense que estão lutando, se sacrificando, sobrevivendo e respeitando todas as regras desde o início da pandemia. E assim nós vamos continuar. Não podemos fazer tudo ao mesmo tempo, mas podemos gradativamente ir flexibilizando, respeitando os protocolos e retomando a rotina, mas dessa vez com o novo normal", disse Guilherme Rocha, administrador de Fernando de Noronha.

Ainda segundo o administrador, as próximas etapas de abertura para turistas ainda serão estudadas.

Medidas de controle

O governo estadual também ressaltou que as prefeituras terão que fiscalizar o comércio de praia, para que sejam respeitados os protocolos.

Deverão ser respeitadas distâncias entre guarda-sol e cadeiras de praia, para preservar consumidores, turistas e prestadores de serviço. Os frequentadores e comerciantes também têm a obrigação de usar máscaras de proteção.

Noronha foi fechada para visitantes em 21 de março, de acordo com André Longo, secretário de Saúde de Pernambuco, a ilha é um "caso de sucesso" do ponto de vista do controle da covid-19, já que não há transmissão comunitária na ilha há um bom tempo.

Casos de coronavírus em Noronha

Fernando de Noronha registrou, ao todo, 93 casos do novo coronavírus até o momento, sendo 42 identificados pelo estudo epidemiológico em curso no arquipélago, que deve ser concluído em 2021.

Destes casos, 17 pessoas que testaram positivo, mais três que tiveram contato com elas, vieram do continente, desde a reabertura do aeroporto.

Não há evidências de imunidade

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), não há, atualmente, evidências de que pessoas recuperadas do coronavírus sejam imunes à doença.

Em abril, a entidade advertiu, inclusive, sobre "passaportes de imunidades", quando empresas sugeriram que pessoas recuperadas pudesse voltar a viajar ou trabalhar presencialmente, supondo que estivessem protegidas.

Na ocasião, a OMS explicou que, embora estudos mostrem que as pessoas recuperadas apresentem anticorpos, alguns "têm níveis muito baixos no sangue".

A OMS também alerta que esses passaportes também podem aumentar o risco de transmissão, uma vez que as pessoas presumem que são imunes a uma segunda reinfecção e podem ignorar os conselhos da saúde pública.

Casos de reinfecção

Na última quarta-feira (26), o Ministério da Saúde afirmou que o Brasil não tem até o momento nenhum caso de reinfecção pela covid-19. Mas alertou que a possibilidade desse novo cenário não é descartada pelas autoridades e, por isso, a pasta disse acompanhar de perto as investigações feitas pelas secretarias de saúde estaduais. H á cerca de 20 casos suspeitos em análise no país.

Comentários para "Fernando de Noronha reabre apenas para turistas que já tiveram covid-19":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório