×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 28 de junho de 2022

Festival abre inscrição e seleciona artistas negras para residência artística virtual

Festival abre inscrição e seleciona artistas negras para residência artística virtualFoto: Festival abre incrições gratuitas para artistas negras fazerem resisdência artística virtual

Festival abre incrições gratuitas para artistas negras fazerem resisdência artística virtual

Brasil De Fato | Porto Alegre - 13/01/2021 - 10:33:46

O EnCena Preta vai proporcionar intercâmbio gratuito com a artista britânica Marissa Lestrade

Realizando sua segunda edição, o Festival Frente Feminina (FFF) abre inscrições gratuitas até 24 de janeiro para a Residência Artística EnCena Preta: afetividades, ancestralidades e brasilidades em narrativas performáticas. A residência será realizada virtualmente, de 8 a 22 de fevereiro, com patrocínio do Programa Pontes, uma parceria do Oi Futuro e British Council que promove conexões e trocas com artistas do Reino Unido.

As inscrições gratuitas estão abertas até 24 de janeiro no site do Festival Frente Feminina. Podem se inscrever artistas negras, cis ou transexuais, a partir de 18 anos, do teatro, performance, dança, música, audiovisual, circo, palhaçaria ou linguagens correlatas às artes performativas. Na residência haverá tradução simultânea para o português.

O resultado editado e finalizado de cada uma das artistas vai integrar a programação do 2º FFF, que acontecerá em quatro finais de semana de março (dias 6, 7, 13, 14, 20, 21, 27 e 28), mês de celebração da luta pelos direitos das mulheres.

O Festival

“Nosso festival ganhou este presente este ano. O Oi Futuro e o British Council vão proporcionar uma edição muito mais potente e ampliada. Vamos fazer uma conexão do Brasil com a Inglaterra, unindo 20 mulheres negras de todo o país com a artista britânica Marissa Lestrade, que tem um trabalho engajado com meninas e mulheres em situação de vulnerabilidade na África”, celebra Larissa Mauro, curadora da Encena Preta com as atrizes Mariana Nunes e Shirley Cruz.

Idealizado por Larissa e pelas artistas brasilienses Anna Marques e Catarina Accioly como um festival voltado para mulheres artistas de Brasília, este ano o FFF assume como conceito temático o Afrofuturismo, que dialoga com a ideia do corpo negro no futuro. “Nesta edição, queremos celebrar os corpos e vozes das artistas negras do nosso país. Isto ajuda a resgatar a ancestralidade africana dessas artistas relacionando com o que significa ser artista negra no Brasil”, define Larissa.

A 1ª edição contou com seis dias de programação de espetáculos dirigidos e protagonizados somente por mulheres brasilienses, além de uma ficha técnica quase 80% feminina. Desta vez, serão escolhidas 10 artistas de Brasília e mais 10 de outros estados do Brasil. “Será um desafio realizar essa edição virtual, mas estamos otimistas pelo alcance que a internet pode proporcionar. Esta edição vai celebrar o (re)encontro de mulheres negras geograficamente distanciadas pela diáspora – e, agora, pela pandemia”, reflete.

Além disso, acrescenta, “queremos que essas 20 artistas possam representar a pluralidade e diversidade da artista negra brasileira. Por isso, estamos chamando artistas de comunidades urbanas e rurais. Queremos chegar às artistas das periferias, favelas, povos de terreiro, da floresta, comunidades quilombolas, assentadas da reforma agrária, em diferentes estados. Queremos mostrar a potência da cena artística negra do nosso país pelo olhar da mulher”.

Sobre a artista convidada

Marissa Lestrade é dramaturga, diretora de teatro e audiovisual e facilitadora de metodologia de levantamento de conteúdo autoral para empoderamento de meninas e mulheres advindas de áreas de vulnerabilidade.

Desenvolveu e escreveu variadas séries de drama televisivo para Netflix, Channel 4, Fox e BBC, mas está mais orgulhosa de seu trabalho com ONGs internacionais que desenvolvem e escrevem drama que capacita mulheres e meninas. Ela passou sete anos trabalhando no projeto Girl Effect, na Etiópia, para desenvolver, escrever e dirigir oito séries do drama de rádio "Yegna". Essa obra foi consumida por 8,5 milhões de pessoas e ganhou prêmios de Melhor Drama.

Marissa trabalhou em papéis semelhantes com a Purposeful Productions na Serra Leoa, Good Business no Botswana e em Gana e, com o aporte do British Council, na Tanzânia. Trabalhou com atrizes/atores escritores e jovens para criar histórias que ampliam vozes autênticas e realistas, a fim de capacitar, inspirar e transformar a vida de mulheres e meninas.


:: Clique aqui para receber notícias do Brasil de Fato RS no seu Whatsapp ::

SEJA UM AMIGO DO BRASIL DE FATO RS

Você já percebeu que o Brasil de Fato RS disponibiliza todas as notícias gratuitamente? Não cobramos nenhum tipo de assinatura de nossos leitores, pois compreendemos que a democratização dos meios de comunicação é fundamental para uma sociedade mais justa.


Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua.

Edição: Katia Marko


Comentários para "Festival abre inscrição e seleciona artistas negras para residência artística virtual":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Livro traz aplicação de 150 espécies nativas da flora brasileira

Livro traz aplicação de 150 espécies nativas da flora brasileira

Série Biodiversidade está disponível gratuitamente em versão digital

Mausoléu do Patriarca da Independência será restaurado em Santos

Mausoléu do Patriarca da Independência será restaurado em Santos

O local vai ganhar uma estátua de Bonifácio, com conceito

Com menos nudez e mais debate, 'Pantanal' volta a bater recordes

Com menos nudez e mais debate, 'Pantanal' volta a bater recordes

Durante as gravações de Matí no Pantanal, poucos profissionais foram escalados de forma a evitar superestímulos na onça

Nélida Piñon doa seu acervo para Instituto Cervantes no Rio de Janeiro

Nélida Piñon doa seu acervo para Instituto Cervantes no Rio de Janeiro

Muitos dos livros têm dedicatórias de amigos escritores

Descubra quem está por trás do hit “Acorda, Pedrinho”, que viralizou no TikTok

Descubra quem está por trás do hit “Acorda, Pedrinho”, que viralizou no TikTok

Música virou sucesso na plataforma de vídeos e já foi compartilhada por grandes celebridades

Caravana do Patrimônio Cultural percorre cidades do interior

Caravana do Patrimônio Cultural percorre cidades do interior

Estreia será no dia 20 no município maranhense de Pindaré Mirim

"Amo minhas filhas, mas não gosto tanto de ser mãe", revela Samara Felippo em livro

Caroline Dias de Freitas, CEO da DISRUPTalks, e Samara Felippo, nova autora do selo.

Turma da Mônica e WWF-Brasil lançam cartilha sobre proteção do meio ambiente

Turma da Mônica e WWF-Brasil lançam cartilha sobre proteção do meio ambiente

A publicação conta com ensinamentos sobre como recuperar o planeta após anos de agressões contra o meio ambiente.

Festival de cinema apresenta 27 filmes com temática LGBTQIA+

Festival de cinema apresenta 27 filmes com temática LGBTQIA+

Evento é online, gratuito e vai até a próxima quarta-feira

Em livro, Conselheiro Renato Rainha traz reflexão sobre serviço público e o papel do Estado brasileiro

Em livro, Conselheiro Renato Rainha traz reflexão sobre serviço público e o papel do Estado brasileiro

O livro Titularidade e noção atual de serviço público no Brasil: origem e evolução do serviço público, de autoria do Conselheiro do TCDF Renato Rainha, que acaba de ser lançado.

Flip deste ano será realizada entre 23 e 27 de novembro

Flip deste ano será realizada entre 23 e 27 de novembro

Festa literária volta com programação presencial