×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 08 de dezembro de 2021

Festival de Brasília. Entre homenagens e protestos

Festival de Brasília. Entre homenagens e protestosFoto: Correio Braziliense

O longa ítalo-brasileiro O traidor, dirigido por Marco Bellocchio, foi exibido ontem, no Cine Brasília, na sessão de abertura

Adriana Izel - Ricardo Daehn - Roberta Pinheiro E Vinícius Veloso*-correio Braziliense - 23/11/2019 - 09:57:22

52º Festival de Brasília vai até 1º de dezembro. O ator Stepan Nercessian, que tem 49 anos de carreira, é o homenageado desta edição. Primeira noite contou com manifestação da classe artística contra cortes no FAC

A noite de abertura do 52º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro foi marcada pela boa presença de público e por manifestações da classe cinematográfica, no Cine Brasília, para assistir ao filme O traidor. O longa-metragem, exibido na Hors Concours, é a ficção de Marco Bellocchio e está na lista de 93 filmes pré-indicados para o Oscar 2020 de melhor filme estrangeiro. Maria Fernanda Cândido, estrela do filme, compareceu. O enredo, baseado em fatos, conta a história de Tommaso Buscetta, um mafioso italiano (líder da sociedade criminosa Cosa Nostra) que foge às pressas do país europeu rumo ao Brasil.


Antes da cerimônia de abertura, o secretário de cultura do DF, Adão Cândido, destacou os motivos para a escolha do filme: “Abrimos com uma coprodução entre Brasil e Itália sinalizando essa visão de como se deve dar a profissionalização da indústria cinematográfica, mostrando como o cinema nacional pode atingir altos níveis”. Sobre a noite de estreia, o secretário disse ser a coroação de um ano de trabalho: “Sempre é um momento importante. A curadoria fez um trabalho de assistir a mais de 200 filmes para fazer uma seleção que mostrasse o Brasil. Os estados do país estão representados pelas mostras”, completou.


Com quase duas horas de atraso, a cerimônia trouxe momentos tensos para o secretário. Ele enfrentou uma plateia de realizadores inconformada, que entoou vaias e questionou a tentativa de corte de recursos do Fundo de Apoio à Cultura (FAC) neste ano. Para 2020, no palco, em meio aos ânimos eufóricos do público, ele garantiu um edital da ordem R$ 20 milhões.


Tributos


Ainda antes da exibição do filme, o Festival de Brasília prestou homenagens a nomes ligados à cultura local e nacional. O ator Stepan Nercessian foi um deles. Sempre presente no Festival, ele ressaltou a importância de resistir aos diversos governos e a capacidade de luta do povo brasileiro. “Eu sempre vejo o cinema como uma grande luta, que não começou agora, não vai terminar agora, e que, no futuro, teremos de continuar juntos. A capacidade de luta do cinema e das pessoas que o fazem é muito forte. Se não fosse, a gente já tinha morrido há muito tempo. O cinema brasileiro tem um grande aliado que é o público. Fora isso, é só porrada. Dou muito valor a um festival como este se mantendo vivo, pois as dificuldades são imensas”, ressaltou.


Cinéfilo desde os anos 1950, o pesquisador de cinema Fernando Adolfo foi uma das pessoas mais badaladas da noite. Com temporadas entre Salvador, Maceió e Brasília, Fernando está na cidade para receber a medalha Paulo Emílio Salles Gomes, entregue a expoentes do Festival. “Um dos maiores prazeres foi ver o nascimento de talentos como Arnaldo Jabor, Cacá Diegues, Nelson Pereira dos Santos e Cláudio Assis. São pessoas muito relacionadas ao evento”, disse.


Os 45 anos de atividade, junto à antiga Fundação Cultural e à Secretaria de Cultura, levam Adolfo a um painel de fortes lembranças, como a de ter servido de cicerone das equipes de filmagens de Deus e o diabo na terra do sol (1963), de Glauber Rocha, em Salvador e Monte Santo. “Minha formação foi no cinema brasileiro, especialmente depois do advento do cinema novo. Na Secretaria de Cultura, fui assessor, chefe de gabinete e diretor executivo. Mas a principal tarefa sempre foi a de cuidar do Festival de Brasília.”


Saudada pelo público, a partir da exibição de um vídeo gravado no exílio motivado por ameaças, a diretora e pesquisadora Debora Diniz foi protagonista de uma homenagem da Associação Brasiliense de Cinema e Vídeo (ABCV). Contou a favor da empatia do público o conteúdo humanístico e as abordagens dos direitos humanos que ela sempre cultivou como antropóloga e cineasta. “Saber que importo em termos da produção de filmes, me enche de orgulho e traz maior sentido”, observou.


Outro homenageado da noite foi o maestro Claudio Santoro, que completaria 100 anos amanhã. A mulher dele, Gisele Santoro, subiu ao palco e recebeu a honraria do também maestro Claudio Cohen. Houve um minuto de silêncio em memória do diretor Fábio Barreto, morto na última quarta-feira, do ator candango Andrade Junior e do dramaturgo Domingos Oliveira.


Ao lado da equipe do filme O traidor, Maria Fernanda Cândido ressaltou a importância do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. “É um festival que forma um público, que tem opinião e sabe cultivar o que pensa o cinema brasileiro. Então, é uma grande honra poder estar aqui”, afirmou. Logo após o término da declaração da atriz, o ator Marcelo Pelucio subiu ao palco para ler uma carta da classe artística brasiliense destinada à Secretaria de Cultura, em que questionam o pagamento do Fundo de Apoio à Cultura (FAC) de 2018 e o edital de 2019, entre outros pontos.


*Estagiário sob supervisão de Alexandre de Paula

Comentários para "Festival de Brasília. Entre homenagens e protestos":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Publicada resolução que define níveis do Lago Paranoá para 2022

Publicada resolução que define níveis do Lago Paranoá para 2022

Resolução da Adasa define os níveis altimétricos da água que devem ser mantidos no Lago Paranoá em 2022

Posto de vacinação na Rodoviária do Plano Piloto no DF disponibiliza doses contra a Covid-19

Posto de vacinação na Rodoviária do Plano Piloto no DF disponibiliza doses contra a Covid-19

Posto de Vacinação contra a covid-19 na Rodoviária do Plano Piloto está localizado na plataforma inferior, ao lado da administração

Detran-DF reforça orientações gerais a motociclistas

Detran-DF reforça orientações gerais a motociclistas

Campanhas de conscientização do Detran são constantes e têm como foco a segurança de todos

220 mil pessoas estão com a segunda dose da vacina atrasada no DF

220 mil pessoas estão com a segunda dose da vacina atrasada no DF

Há estoque de vacinas contra o coronavírus para primeira e segunda doses, dose de reforço e dose adicional; números revelam a efetividade da campanha

Biometria passa a ser oferecida em mais três postos do Na Hora

Biometria passa a ser oferecida em mais três postos do Na Hora

Postos do Na Hora de Taguatinga, Gama e Riacho Fundo passarão a oferecer o serviço de identificação biométrica

Aulas no DF começam em 14 de fevereiro de 2022

Aulas no DF começam em 14 de fevereiro de 2022

A portaria que define o calendário anual e semestral contendo todas as datas e eventos pedagógicos previstos será publicada nos próximos dias no Diário Oficial do DF

Entidades realizam ato contra tentativa de censura em escola do DF

Entidades realizam ato contra tentativa de censura em escola do DF

Em nota, corpo docente diz que repudia “toda e qualquer forma de perseguição, cerceamento e censura ao livre trabalho docente dessa Unidade de Ensino”.

Colorida e popular: Drag queen e ativista do MST lança pré-candidatura a deputada federal no DF

Colorida e popular: Drag queen e ativista do MST lança pré-candidatura a deputada federal no DF

A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, participou do ato de filiação de Ruth Venceremos ao partido

Confira os dias e locais das feiras rurais em dezembro no DF

Confira os dias e locais das feiras rurais em dezembro no DF

Emater-DF disponibiliza mensalmente uma relação das feiras rurais, com produtores atendidos pela empresa

MP do DF quer a proibição de repasses irregulares às empresas de ônibus

MP do DF quer a proibição de repasses irregulares às empresas de ônibus

Para a Prodep, o custeio de complementação tarifária não tem previsão legal

Liminar determina que indicado para vaga do TCDF tem que ser da carreira de auditor

Liminar determina que indicado para vaga do TCDF tem que ser da carreira de auditor

O Conselho Especial do TJDFT, em decisão do relator, determinou que a indicação de nome para compor o TCDF deve ser de candidato pertencente à carreira de Conselheiro Substituto (Auditor) do TCDF e suspendeu qualquer ato de indicação que, porventura, já tenha sido feito.