×
ContextoExato
Responsive image

Google recorre ao Superior Tribunal de Justiça para não fornecer dados sobre Marielle Franco

Google recorre ao Superior Tribunal de Justiça para não fornecer dados sobre Marielle FrancoFoto: Reprodução

Família acredita que federalização pode atrapalhar investigação da Polícia Civil e do MP e diz confiar nas promotoras que cuidam do caso no Rio. Especialista acredita que Dodge quis se promover politicamente.

Por Felipe Vieira - 09/10/2019 - 16:20:51

A Google Brasil está no centro de polêmica envolvendo o Ministério Público do Rio (MP-RJ) e o Ministério Público Federal (MFP) no Caso Marielle.

Após ser obrigada pelo Tribunal de Justiça do Rio a fornecer, a pedido do MP-RJ, a lista de pessoas que pesquisaram na ferramenta de buscas o nome “Marielle Franco”, entre 10 e 14 de março do ano passado, a Google recorreu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) para reverter a decisão. Em parecer sobre o recurso, o MPF ficou do lado da empresa e alegou que o pedido do MP-RJ “atenta contra direitos e garantias de indivíduos não relacionados ao crime”.

Leia mais em O Globo

Comentários para "Google recorre ao Superior Tribunal de Justiça para não fornecer dados sobre Marielle Franco":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório