×
ContextoExato

Governador de Brasília desautoriza secretaria e manda retirar propaganda com foto dele

Governador de Brasília desautoriza secretaria e manda retirar propaganda com foto deleFoto: Lúcio Távora - Metrópoles

Responsável pelo episódio, a Secretaria de Turismo entrou numa saia justa e foi desautorizada pelo governador na manhã deste sábado.

Por Lilian Tahan E Otto Valle - Metrópoles - 09/02/2019 - 22:58:33

A campanha “Uma nova Brasília recebe um novo Brasil” repercutiu neste sábado (9/2), mas não da maneira que o GDF gostaria. O governador Ibaneis Rocha (MDB) mandou retirar a peça veiculada em um painel eletrônico na pista que leva ao Aeroporto de Brasília, pois a propaganda mostrava o slogan oficial com uma foto do emedebista.

Conforme noticiado pelo Metrópoles na manhã deste sábado (9), exibições como a do outdoor de Ibaneis ferem o princípio de impessoalidade previsto no artigo 37 da Constituição Federal. É vedada, portanto, a promoção de autoridades em propagandas institucionais.

Responsável pelo episódio, a Secretaria de Turismo entrou numa saia justa e foi desautorizada pelo governador na manhã deste sábado. “Já mandei tirar minha imagem. A pasta fez sem consultar. Não gosto desse tipo de divulgação. O que tem que ser divulgado é a cidade, não eu”, afirmou Ibaneis.

A campanha não só desagradou ao governador como feriu normas estipuladas pelo próprio Palácio do Buriti no primeiro dia da atual gestão. Segundo o Decreto n° 39.610/2019, que versa sobre a estrutura da administração pública do Distrito Federal, publicado no Diário Oficial do DF de 1º de janeiro, cabe à Secretaria de Comunicação (Secom) “executar a publicidade governamental e campanhas educativas e de interesse público”. Em outras palavras, a Secretaria de Turismo invadiu competência reservada à pasta de Comunicação.

Confira o texto do decreto:

DODF/Reprodução

DODF/Reprodução

DODF de 1° de janeiro deste ano

Neste sábado, a Secom publicou nota sobre o caso: “A Subsecretaria de Publicidade e Propaganda da Secretaria de Comunicação do DF esclarece que não aprovou nem autorizou qualquer ação ou campanha publicitária para divulgar o Governo do Distrito Federal e tampouco permitiu a utilização indevida da imagem do governador em peças ou engenhos publicitários.

Responsabilidade
Quem também se manifestou foi a empresa de publicidade Alúmi, que assumiu a responsabilidade pelo engenho. “A veiculação dos referidos outdoors é uma iniciativa privada e de total responsabilidade da empresa, que usou de sua livre manifestação de ideias para homenagear o governador Ibaneis Rocha por sua vitória e pelo momento de esperança vivido pelo DF.”

Ainda de acordo com a Alúmi, “a empresa já havia realizado campanha semelhante, também por iniciativa própria e sem qualquer contrapartida pública, em relação à eleição do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro”, e decidiu usar “layout similar à campanha realizada pela Secretaria de Turismo” para “manter a harmonia visual da campanha realizada pela pasta”.

Ofício assinado pela secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, informa que a campanha foi 100% bonificada.

Confira, nas fotos abaixo, o outdoor eletrônico com a foto do governador, a nova versão e os painéis no Aeroporto de Brasília:

painel.gdf

Toda a campanha foi bonificada

outdoor

Na pista do terminal, outdoors estampam uma foto de Ibaneis Rocha (MDB)  Vinicius Santa Rosa /Metrópoles

outdoor gdf ibaneis

Neste sábado, a peça já não tinha a foto de Ibaneis  Lúcio Távora /Especial para o Metrópoles

outdoor gdf ibaneis 1

Outdoor eletrônico desligado na pista do Aeroporto  Lúcio Távora /Esp. para o Metrópoles

4/6

As peças publicitárias foram instaladas no Aeroporto de Brasília  Material cedido ao Metrópoles

5

A ação foi batizada de "Uma nova Brasília recebe um novo Brasil"  Material cedido ao Metrópoles

painel.gdf

Toda a campanha foi bonificada  Material cedido ao Metrópoles

outdoor

Na pista do terminal, outdoors estampam uma foto de Ibaneis Rocha (MDB)  Vinicius Santa Rosa /Metrópoles

outdoor gdf ibaneis

Neste sábado, a peça já não tinha a foto de Ibaneis  Lúcio Távora /Especial para o Metrópoles

outdoor gdf ibaneis 1

Outdoor eletrônico desligado na pista do Aeroporto  Lúcio Távora /Esp. para o Metrópoles

Mercado em polvorosa
Além de repercutir nos corredores do GDF, a campanha inusitada divulgada nesta semana deu o que falar no meio publicitário. Ao notar a ostensiva divulgação, o mercado se alvoroçou, na expectativa de conseguir uma fatia do bolo e de futuras ações de divulgação.

A empolgação, contudo, evaporou rapidamente, pois a campanha, estimada em R$ 1 milhão, ficou restrita a empresas de mídia out of home (OOH), com divulgações em painéis do aeroporto e paradas de ônibus. Foi criada uma ciumeira entre as empresas com outras modalidades de anúncio.

Em menos de uma semana, essa foi a segunda confusão protagonizada pela Secretaria de Turismo. Na segunda-feira (4), Ibaneis teve de segurar a batata quente de um anúncio precipitado, segundo o qual o Grupo Disney estaria interessado em montar seu primeiro parque na América do Sul. O complexo se encarregou de negar a história, depois de a própria secretaria de Turismo, Vanessa Mendonça, apresentar detalhes sobre o suposto negócio.

Comentários para "Governador de Brasília desautoriza secretaria e manda retirar propaganda com foto dele":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório