×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 18 de maio de 2022

Governo do DF regulamenta reserva de vagas para pessoas negras

Governo do DF regulamenta reserva de vagas para pessoas negrasFoto: Divulgação/Sejus-DF

Desde julho de 2019, quando foi publicada a Lei nº 6.321, 20% das vagas em concursos púbicos no DF são destinadas a candidatos negros

Agência Brasília* | Edição: Rosualdo Rodrigues - 29/01/2022 - 07:59:58

A regra vale para os processos seletivos que oferecerem três vagas ou mais para cargos efetivos e empregos públicos

O Governo do Distrito Federal (GDF) publicou, nesta sexta-feira (28), o decreto que regulamenta a lei que reserva 20% das vagas para candidatos negros em concursos públicos. O novo ato normativo detalhou, por exemplo, o procedimento de heteroidentificação étnico-racial, utilizado para complementar à autodeclaração feita pelos candidatos negros no ato da inscrição e que deve estar presente nos editais de abertura dos processos seletivos.

“É uma forma de democratizar o acesso ao serviço público da população negra, vítima de tantos anos de exploração, preconceito, discriminação e falta de oportunidades”Marcela Passamani, secretária de Justiça e Cidadania

Esse processo será realizado por uma comissão específica e, em caso de apresentação de recurso pelo candidato, uma comissão recursal fará outra avaliação. O objetivo é garantir que as vagas sejam reservadas realmente a quem tem direito, evitando possíveis fraudes no sistema de cotas.

Para a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani, as políticas afirmativas são “instrumentos necessários” na luta pelo enfrentamento às desigualdades étnico-raciais, ainda tão presentes na sociedade. “É uma forma de democratizar o acesso ao serviço público da população negra, vítima de tantos anos de exploração, preconceito, discriminação e falta de oportunidades. Sabemos que ainda estamos longe de construirmos um país mais justo e igual para todos, mas demos hoje mais um passo importante”, completou.

No DF, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) é responsável pela pauta de direitos humanos e igualdade racial e coordenará a Comissão de Monitoramento e Avaliação Estratégicos, criada pelo decreto para fiscalizar o cumprimento dos procedimentos de heteroidentificação utilizados nos concursos públicos.

A Comissão será integrada por sete membros, sendo três da sociedade civil que fazem parte do Conselho Distrital de Promoção da Igualdade Racial (Codipir) e os demais representantes do GDF: dois da Sejus, um da Casa Civil e um representante do órgão da área de economia.

“Essa será mais uma excelente referência de boas ações do GDF. Fico muito feliz que nosso trabalho junto à população negra vem se tornando uma raiz forte”Juvenal Araújo, subsecretário de Direitos Humanos e Igualdade Racial

O subsecretário de Direitos Humanos e Igualdade Racial, Juvenal Araújo, avalia a iniciativa do DF como mais um modelo de promoção das ações afirmativas a ser seguido pelos estados.

“Essa será mais uma excelente referência de boas ações do GDF. Fico muito feliz que nosso trabalho junto à população negra vem se tornando uma raiz forte. A ideia é continuar avançando e ver mais negros e negras em posição de igualdade nos espaços públicos”, afirmou.

Reserva de vagas

Desde julho de 2019, quando foi publicada a Lei nº 6.321, 20% das vagas em concursos púbicos no DF são destinadas a candidatos negros. Os editais devem, expressamente, detalhar o número de vagas existentes, assim como o total correspondente à reserva destinada à população negra.

A regra vale para os processos seletivos que oferecerem três vagas ou mais em certames realizados no âmbito da administração pública, das autarquias, das fundações públicas, das empresas públicas, das sociedades de economia mista controladas pelo Distrito Federal e do Poder Legislativo.

Leia também

GDF reserva 20% das vagas de estágio para negros

Saúde forma grupo para seleção com foco na identificação racial

Conselho Distrital de Promoção da Igualdade Racial toma posse

Os candidatos negros poderão concorrer simultaneamente às vagas reservadas e às destinadas à ampla concorrência, de acordo com a sua classificação no concurso público ou processo seletivo simplificado. Os candidatos negros que forem aprovados nas vagas oferecidas para ampla concorrência devem ser classificados nessas vagas, mesmo que tenham optado por concorrer às vagas destinadas à ação afirmativa.

Comentários para "Governo do DF regulamenta reserva de vagas para pessoas negras":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Primeiro sorteio do ano do Nota Legal será em 28 de junho

Primeiro sorteio do ano do Nota Legal será em 28 de junho

Prêmios somam R$ 3 milhões; para participar, os consumidores devem estar cadastrados no site do programa e não ter débitos em aberto com a Receita do DF

Museus sob a gestão do GDF têm entrada gratuita. Confira!

Museus sob a gestão do GDF têm entrada gratuita. Confira!

Para manter cinco espaços culturais adequados para visitação e preservar os acervos, o GDF investiu,de 2019 a 2021, R$ 3,255 milhões

DF ultrapassa os 700 mil casos positivos de Covid-19

DF ultrapassa os 700 mil casos positivos de Covid-19

Taxa de transmissão vem subindo nas últimas semanas

Brasil tem 4.486 denúncias de violações de direitos contra crianças

Brasil tem 4.486 denúncias de violações de direitos contra crianças

Hoje é o Dia de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças

Agências do trabalhador têm 248 vagas nesta quarta. Uma pode ser sua!

Agências do trabalhador têm 248 vagas nesta quarta. Uma pode ser sua!

Garçom, vendedor pracista, carpinteiro e recepcionista são profissões com muitas oportunidades disponíveis para diferentes níveis de escolaridade

Servidores do Tesouro decidem em assembleia entrar em greve a partir do dia 23

Servidores do Tesouro decidem em assembleia entrar em greve a partir do dia 23

Com a decisão dos servidores do Tesouro, o número de carreiras em greve sobe para três.

Na Praça dos Três Poderes, grafiteiros pintam painéis sobre liberdade

Na Praça dos Três Poderes, grafiteiros pintam painéis sobre liberdade

Ação faz parte das comemorações dos 200 anos da Independência

Brasília sedia Semana do Governo Aberto

Brasília sedia Semana do Governo Aberto

Iniciativa é da CGU, governo de Santa Catarina e prefeituras

Justiça autoriza remoção imediata de ocupação ilegal na Torre Digital

Justiça autoriza remoção imediata de ocupação ilegal na Torre Digital

Cabe recurso da decisão.

Parlamentares e entidades reprovam militarização nas escolas do DF

Parlamentares e entidades reprovam militarização nas escolas do DF

Ministério Público revoga Nota Técnica que tornava legal a implementação de gestão compartilhada na rede de ensino.

Servidores da CGU convocam assembleia para dia 20 para decidir se entram em greve

Servidores da CGU convocam assembleia para dia 20 para decidir se entram em greve

Até o momento, os servidores do Banco Central (BC) e do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) estão de braços cruzados.