×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 28 de novembro de 2021

Governo extingue 27,5 mil cargos e veda concurso a 68 profissões em universidades

Governo extingue 27,5 mil cargos e veda concurso a 68 profissões em universidadesFoto:

Ministério disse ter analisado 500 mil cargos para identificar os que "não são mais condizentes com a realidade da atual força de trabalho federal"

Infomoney Com Agência Estado - 23/12/2019 - 15:17:16

O governo federal extinguirá 27,5 mil cargos e vedou concursos para 68 profissões em universidades e instituições federais de ensino. Os postos extintos incluem atividades consideradas obsoletas – por exemplo datilógrafo, telefonista e linotipista – mas também outras atuais – como enfermeiro, auxiliar de enfermagem, técnico em saneamento – além de motoristas de órgãos específicos, como o Ibama.

O decreto com a extinção dos cargos, publicada em edição extra do Diário Oficial da União, veda ainda a abertura de concursos públicos e o provimento de vagas além do previsto em editais de seleções já em andamento em instituições federais de ensino para postos que incluem instrumentador cirúrgico, auxiliar de enfermagem, operador de câmera de cinema e TV, revisor de textos braile, técnico em música, em anatomia e em audiovisual, coreógrafo, diretor de artes cênicas, jornalista, publicitário, músico terapeuta e sanitarista, entre outros.

De acordo com o Ministério da Economia, a vedação atinge cerca de 20 mil cargos. O decreto não extingue os cargos, mas veda novas contratações além das já previstas em concursos em andamento.

Em nota, o Ministério da Economia disse ter analisado cerca de 500 mil cargos para identificar os que “não são mais condizentes com a realidade da atual força de trabalho federal”. “O objetivo é evitar contratações desnecessárias e o desperdício de recursos, pois estes são cargos obsoletos e em funções que não devem mais ser repostas”, disse o secretário de Gestão e Desempenho de Pessoal, Wagner Lenhart na nota.

Do total de cargos que serão extintos, 14.227 já estão desocupados e serão suprimidos imediatamente. Outros 13.384 cargos estão ocupados e a extinção ocorrerá quando o servidor se aposentar. “É importante deixar claro que o servidor que ocupa um cargo ‘em extinção’ não é afetado, nada muda para a pessoa”, explica Lenhart.

Segundo a pasta, a maior parte das atribuições dos postos que estão sendo extintos pode ser exercida por contratação terceirizada e descentralização para outros entes da federação.

O número maior de redução será no Ministério da Saúde, onde 22.476 cargos serão eliminados. Serão extintos 10.661 cargos de agente de saúde pública. Além disso, foram extintos 5.212 cargos de guardas de endemia.

A Economia alega que isso não terá impacto porque tratam-se de cargos e natureza operacional no combate e controle de endemias e de cargos vagos de unidades hospitalares, que hoje já são de competência de outros entes federativos.

Comentários para "Governo extingue 27,5 mil cargos e veda concurso a 68 profissões em universidades":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
OMC cancela conferência Ministerial por causa de nova variante do coronavírus

OMC cancela conferência Ministerial por causa de nova variante do coronavírus

A decisão de suspende a principal cúpula do órgão foi tomada pelo seu conselho geral na noite de sexta-feira, 26, após alguns países imporem restrições de viagem que impedem que ministros cheguem ao encontro - inclusive a Suíça adotou medidas de restrição.

Black Friday da crise dá força a sites de produtos da China

Black Friday da crise dá força a sites de produtos da China

"Existe desconfiança do brasileiro em relação a efetividade das promoções da Black Friday no País. Com essa super digitalização do processo de compra, é mais fácil comparar e ver os preços que são praticados lá fora", diz a fundadora da Wiz & Watcher, Cíntia Gonçalves.

O impacto da Black Friday na indústria de iGaming no Brasil

O impacto da Black Friday na indústria de iGaming no Brasil

A Black Friday é um dos eventos mais relevantes do calendário comercial das empresas

Novo seguro contra hackers oferece proteção digital para pessoas e famílias

Novo seguro contra hackers oferece proteção digital para pessoas e famílias

Quem nunca teve seu computador infectado por um vírus ou recebeu mensagens e e-mails com links maliciosos?

Alto preço do combustível é 'puxado' pelo preço do barril do petróleo

Alto preço do combustível é 'puxado' pelo preço do barril do petróleo

A explicação, conforme a equipe de analistas do Sindifiscal/MS, está no 'Fator Petrobrás'

Empresas da Zona Franca de Manaus faturam R$ 116,59 bilhões em 2021

Empresas da Zona Franca de Manaus faturam R$ 116,59 bilhões em 2021

Resultado é do período de janeiro a setembro deste ano

Próximo sorteio no DF do Nota Legal será em 24 de dezembro

Próximo sorteio no DF do Nota Legal será em 24 de dezembro

Mais uma vez, serão distribuídos R$ 3 milhões em prêmios, que vão de R$ 100 a R$ 500 mil

Relação comercial Brasil-Reino Unido pós-Brexit: 'Há muito a explorar e a resgatar', diz economista

Relação comercial Brasil-Reino Unido pós-Brexit: 'Há muito a explorar e a resgatar', diz economista

Esta semana, o Reino Unido apresentou novas propostas para alavancar a economia, focadas no setor de exportações. A Sputnik Brasil conversou com analista para entender os novos planos e se o Brasil pode se beneficiar com os mesmos.

Setor de eventos e turismo prevê forte retomada para 2022

Setor de eventos e turismo prevê forte retomada para 2022

A previsão é de um acréscimo de 0.9% na comparação entre este ano e o ano passado.

Preço das principais hortaliças sobe em outubro no atacado, diz Conab

Preço das principais hortaliças sobe em outubro no atacado, diz Conab

No caso do tomate, os preços continuam em níveis elevados e a oferta do fruto em outubro foi a menor do ano, com quedas desde junho.

Presidente do BC aponta piora “quantitativa e qualitativa” da inflação

Presidente do BC aponta piora “quantitativa e qualitativa” da inflação

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto (foto), disse na terça-feira (16) que diante de um cenário de piora “quantitativa e qualitativa” da inflação, a autoridade monetária do país terá um trabalho difícil e desafiador, em um cenário de alta nos preços de alimentos, combustíveis e de energia.