×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 25 de junho de 2022

Guterres: “mudança climática é a maior ameaça à segurança humana”

Guterres: “mudança climática é a maior ameaça à segurança humana”Foto:

Guterres:

Da Assessoria De Imprensa / Da Onu News / Foto: Unic Argentina / Onu News - 02/12/2018 - 11:16:27

O secretário-geral da ONU, António Guterres, afirmou que são grandes os problemas que existem causados pela mudança climática e que o mundo vive um momento de incerteza devido à rutura climática.

Em discurso no encontro dos 20 países mais desenvolvidos do mundo, G20, o chefe da ONU lembrou que os relatórios científicos confirmam “que a mudança climática é a maior ameaça à segurança humana e ao desenvolvimento sustentável.”

Aviso

Guterres reafirmou que é possível combater as alterações climáticas e promover o desenvolvimento econômico, afirmando que “uma ação climática ambiciosa não só diminuirá a subida da temperatura como será boa para a economia, para a saúde pública e para o meio ambiente.”

Neste discurso, Guterres disse que o recente Relatório Especial do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas deixou bem claro que há pouco tempo para limitar o aumento da temperatura global em 1,5 grau Celsius, por isso, avisa que se nada for feito será necessário enfrentar “mudanças climáticas descontroladas com impactos irreversíveis.”

Três anos após o Acordo de Paris, o Relatório de Lacunas de Emissões Ambientais da ONU constata que a maioria das economias do G20 não está a cumprir suas promessas sendo espectável que o planeta aqueça 3 graus Celsius antes do final do século.

Guterres apela, por isso, aos países que cumpram suas promessas e elevem sua ambição. Um pedido que o secretário-geral estende ao setor privado, solicitando a mobilização de US$ 100 bilhões por ano para a adaptação nos países em desenvolvimento.

Ações Transfomadoras
Guterres lembrou ainda os líderes dos do G20 que os seus países “têm o poder de dobrar a curva de emissões” porque as suas economias “são responsáveis pela grande maioria das emissões de gases de efeito estufa.” Para ele são necessárias ações climáticas transformadoras em cinco áreas económicas importantes: energia, cidades, uso dos solos, água e indústria.

O líder da ONU elogiou aqueles países que demonstram a viabilidade económica da ação climática e pediu uma reflexão sobre “o verdadeiro custo da poluição promovendo o preço do carbono, investindo em energia renovável e eliminando os subsídios aos combustíveis fósseis.” Guterres pediu também “uma transição justa para os trabalhadores das regiões que estão ligados a setores tradicionais que enfrentam a transformação pela ação climática. Aqui também, o princípio de não deixar ninguém para trás é válido.”

O secretário-geral da ONU conclui a sua intervenção com o apelo aoG20 de que “envie um sinal poderoso ao mundo de que o crescimento económico forte e a limitação das emissões de carbono são possíveis e compatíveis”, só assim será possível cumprir a promessa da Agenda 2030.

Comentários para "Guterres: “mudança climática é a maior ameaça à segurança humana”":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
China pede solidariedade e abertura à medida que o mundo enfrenta mudanças

China pede solidariedade e abertura à medida que o mundo enfrenta mudanças

A comunidade internacional deve defender a Carta das Nações Unidas e se esforçar para manter a paz em um mundo volátil, disse ele.

Vitória de Gustavo Petro fortalece avanço da esquerda na América do Sul

Vitória de Gustavo Petro fortalece avanço da esquerda na América do Sul

Segundo analistas, trata-se de uma "mudança de maré" provocada pelo descontentamento com governantes anteriores.

Major Carvalho, apelidado de 'Pablo Escobar' brasileiro, é preso na Hungria

Major Carvalho, apelidado de 'Pablo Escobar' brasileiro, é preso na Hungria

A Polícia Federal brasileira informou que a prisão decorreu das investigações desenvolvidas no âmbito da Operação Enterprise

Itamaraty parabeniza Gustavo Petro por vitória eleitoral na Colômbia

Itamaraty parabeniza Gustavo Petro por vitória eleitoral na Colômbia

Jair Bolsonaro na abertura do Fórum de Investimentos Brasil 2022, em 14 de junho de 2022 © Alan Santos / Palácio do Planalto / CCBY 2.0

222 milhões de crianças afetadas pela crise precisam urgentemente de assistência educacional

222 milhões de crianças afetadas pela crise precisam urgentemente de assistência educacional

A Educação Não Pode Esperar

Ball Corporation avança em investimentos na América do Sul com nova fábrica de latas de alumínio no Peru

Ball Corporation avança em investimentos na América do Sul com nova fábrica de latas de alumínio no Peru

A empresa, líder global em embalagens sustentáveis de alumínio, anunciou abertura que vai gerar mais de 100 empregos diretos e 300 indiretos.

ACNUR solicita apoio urgente para ajudar quase 16 mil pessoas forçadas a se deslocar em Burkina Faso

ACNUR solicita apoio urgente para ajudar quase 16 mil pessoas forçadas a se deslocar em Burkina Faso

Milhares de burquinenses que se deslocaram pelo massacre em Seytenga encontraram segurança além da fronteira com o Níger.

Estados Unidos alertaram sobre projeto de bagagem gratuita vetado por Bolsonaro

Estados Unidos alertaram sobre projeto de bagagem gratuita vetado por Bolsonaro

Acordo foi assinado em março de 2011, no governo Dilma Rousseff, e entrou em vigor em maio de 2018, na gestão de Michel Temer, após aprovação pelo Congresso.

Liderança da UE diz que crime no AM é fruto da postura de Bolsonaro; aliados criticam presidente

Liderança da UE diz que crime no AM é fruto da postura de Bolsonaro; aliados criticam presidente

Aliados de Bolsonaro acham que presidente errou

FC Barcelona e Acnur formam parceria para apoiar crianças refugiadas

FC Barcelona e Acnur formam parceria para apoiar crianças refugiadas

O logotipo do Acnur é apresentado, pela primeira vez, no uniforme dos jogadores da principal equipe masculina e feminina do time espanhol

Cartéis de Miami, Medellín e Sinaloa sustentam um Estado paralelo na Amazônia

Cartéis de Miami, Medellín e Sinaloa sustentam um Estado paralelo na Amazônia

Apesar de toda a movimentação militar em Atalaia, amigos de Pelado continuam entrando e saindo de terras indígenas com embarcações que levam freezers para pescados