×
ContextoExato
Responsive image

Ibaneis prorroga restrições do comércio no DF; veja o que muda até 10 de maio com novo decreto

Ibaneis prorroga restrições do comércio no DF; veja o que muda até 10 de maio com novo decretoFoto: Mateus Amorim/Agência Brasília

Governador Ibaneis Rocha, em entrevista no estacionamento do Estádio Nacional Mané Garrincha

G1 Df - 02/05/2020 - 14:02:39

Previsão inicial era de que atividades seriam retomadas na próxima segunda-feira (4).

O governador Ibaneis Rocha (MDB) prorrogou neste sábado (2), o decreto que determinou restrições aos comércios do Distrito Federal. A medida é para evitar a transmissão do novo coronavírus.

As restrições, que deveriam acabar neste domingo (3), continuam válidas até 10 maio. A norma já está em vigor e revoga o documento publicado em 1º de abril.

O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial. Ibaneis já havia afirmado que iria adiar a reabertura do comércio.

De acordo com o governador, o comércio teve dificuldades em conseguir atender às medidas necessárias para a retomada das atividades, como a testagem e a compra de Equipamentos de Produção Individuais (EPIs) para todos os funcionários.

Na semana passada, a Justiça Federal deu prazo de 48 horas para que o governo apresentasse "dados científicos, pesquisas e pareceres técnicos" que serviram de base para a liberação de algumas atividades econômicas em meio à pandemia do novo coronavírus. Segundo Ibaneis, o relatório foi enviado.

Na ação, o Ministério Público pediu que sejam suspensas todas as atividades não-essenciais na capital até que o GDF apresente as evidências científicas usadas para tomar as decisões. Além disso, o MP pediu que o governador deixe de liberar novos serviços.

  • Clínicas médicas
  • Clínicas odontológicas e veterinárias (em casos de emergência)
  • Laboratórios
  • Farmácias
  • Funerárias e serviços relacionados
  • Pet shops (caso tenham veterinários, vendam remédios ou produtos sanitários para animais)
  • Postos de combustíveis
  • Supermercados
  • Minimercados, mercearias e afins
  • Comércio estabelecido de produtos naturais, bem como de suplementos e fórmulas alimentares, sem consumo no local
  • Comércio estabelecido varejista e atacadista de hortifrutigranjeiros
  • Lojas de materiais de construção e produtos para casa
  • Padarias
  • Fábricas e lojas de bolos caseiros e pães
  • Atacadista;
  • Peixarias
  • Operações de delivery
  • Oficinas mecânicas
  • Concessionárias de veículos
  • Estandes de compra e venda de imóveis
  • Borracharias
  • Agropecuárias (com venda de insumos, medicamentos e produto veterinários)
  • Serviço de tele-entrega em feiras permanentes e/ou populares
  • Empresas de construção civil (sem atendimento ao público)
  • Lotéricas
  • Lojas de conveniência em postos (sem consumo no local)
  • Empresas de tecnologia, exceto lojas de equipamentos e suprimentos de informática
  • Lavanderias (exclusivamente no sistema de entrega em domicílio)
  • Floriculturas (exclusivamente no sistema de entrega em domicílio)
  • Empresas do segmento de controle de vetores e pragas urbanas
  • Construção civil
  • Bancos
  • Setor moveleiro
  • Setor eletroeletrônico
  • Sistema S (apenas atividades de combate ao coronavírus)
  • Óticas
  • Missas, cultos e celebrações religiosas estão proibidas nas igrejas, mas locais podem ficar abertos. Celebrações podem ocorrer em estacionamentos.

O que continua fechado até 11 de maio?

  • Cinemas
  • Teatros
  • Academias
  • Parques
  • Boates
  • Shoppings
  • Bares
  • Restaurantes (exceto delivery)
  • Salões de beleza, barbearias, esmalterias e centros estéticos
  • Comércio ambulante
  • Órgãos públicos fazem 'home office' por tempo indeterminado (exceto saúde, segurança pública, vigilância sanitária, comunicação e assistência social)

Feiras autorizadas a funcionar

  • Centrais de Abastecimento do Distrito Federal - CEASA
  • Feira Central de Ceilândia
  • Feira de Hortifrutigranjeiro de Planaltina
  • Feira Modelo de Sobradinho
  • Feira do Paranoá
  • Feira Permanente de Brazlândia
  • Feira Permanente da Candagolândia
  • Feira Permanente do Cruzeiro
  • Feira Permanente do Gama
  • Feira Permanente do Guará
  • Feira Permanente da Estrutural
  • Feira Permanente da Guariroba
  • Feira Permanente do Jardim Botânico
  • Feira Permanente do Núcleo Bandeirante
  • Feira Permanente do P Norte – Ceilândia
  • Feira Permanente da QNL – Taguatinga
  • Feira Permanente de São Sebastião
  • Feira Permanente de Sobradinho II
  • Feira Permanente da 313 de Samambaia
  • Feira Permanente da 510 de Samambaia
  • Feira do Produtor de Ceilândia
  • Feira do Produtor de Vicente Pires
  • Empório Lago Oeste

Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

Comentários para "Ibaneis prorroga restrições do comércio no DF; veja o que muda até 10 de maio com novo decreto":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório