×
ContextoExato
Responsive image

Ibaneis Rocha exonera subcomandante da PM em resposta a fogos de artifício no STF

Ibaneis Rocha exonera subcomandante da PM em resposta a fogos de artifício no STFFoto: Metrópoles

O governador do Distrito Federal desaprovou a atuação do coronel Sérgio Luiz Ferreira de Souza diante dos protestos na Esplanada

Lilian Tahan E Anderson Costolli - Metrópoles - 14/06/2020 - 17:15:16

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), exonerou na manhã deste domingo (14/06) o subcomandante-geral da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), coronel Sérgio Luiz Ferreira de Souza. A decisão está contida em decreto assinado pelo chefe do Poder Executivo local, com data de hoje.

A demissão do coronel Souza é uma resposta à atuação da Polícia Militar do Distrito Federal neste fim de semana. Questionado sobre a decisão, Ibaneis disse à coluna o seguinte: “Ele foi exonerado porque permitiu que manifestantes soltassem fogos de artifício em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF). A PMDF deve servir, no mínimo, para resguardar os cidadãos e as instituições da capital federal. Se não fez isso, errou grosseiramente”, pontuou o titular do Palácio do Buriti.

Ao justificar a medida, o governador também revelou que o comandante da Polícia Militar do Distrito Federal, Julian Rocha Pontes, está infectado com Covid-19 e hospitalizado. “Eu só não responsabilizei e exonerei o próprio comandante da PM, porque ele está com coronavírus e internado. Não teve culpa de nada”, frisou Ibaneis.

Exoneração coronel Sergio by Metropoles on Scribd

Fogos

Na noite desse sábado (13/06), um grupo de manifestantes bolsonaristas se reuniu na Praça dos Três Poderes e lançou fogos de artifícios no prédio do STF. O vídeo ganhou as redes sociais, bem como as frases ditas pelo autor das imagens, em tom de ameaça, aos ministros do Supremo.

O ato dos militantes pró-governo federal aconteceu por volta das 21h30. “Supremo dos bandidos. Aqui é o povo que manda nessa nação”, disse o homem, até então não identificado, que gravou um dos vídeos.

O governador do Distrito Federal também foi alvo das ofensas proferidas pelos manifestantes. A fúria se deu por conta do decreto assinado por Ibaneis que determina o fechamento da Esplanada dos Ministérios e a retirada dos acampamentos que insistiam em permanecer no local, desrespeitando as regras de isolamento social, estabelecidas para conter a disseminação do novo coronavírus.

Na tarde deste domingo, alguns manifestantes conseguiram furar o bloqueio montado pelas forças de segurança do DF e fizeram protestos a favor do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) e contra o GDF. Em frente ao Palácio do Buriti, sede do governo local, um grupo de militantes se reuniu no início desta tarde sob os gritos de “Ibaneis comunista”.

Comentários para "Ibaneis Rocha exonera subcomandante da PM em resposta a fogos de artifício no STF":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório