×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 22 de maio de 2022

IDH: Noruega continua liderando, Brasil cai uma posição e Portugal mantém

IDH: Noruega continua liderando, Brasil cai uma posição e Portugal mantémFoto: Unicef/Giacomo Pirozzi

Em relação aos países lusófonos, Portugal continua sendo o único Estado na categoria de países de desenvolvimento humano muito alto, mantendo a 40ª posição.

Onu News - 09/12/2019 - 11:04:02

Guiné-Bissau e Angola também caíram no ranking; Moçambique e Timor-Leste mantiveram posições; Cabo Verde e São Time e Príncipe subiram; relatório foi publicado esta segunda-feira na Colômbia.

Os quatro países nas posições mais altas no Índice de Desenvolvimento Humano 2019, publicado esta segunda-feira na Colômbia, não sofreram alterações, com a Noruega na primeira posição, seguida da Suíça, Irlanda e Alemanha.


© Unicef/Giacomo Pirozzi


Em relação aos países lusófonos, Portugal continua sendo o único Estado na categoria de países de desenvolvimento humano muito alto, mantendo a 40ª posição.

Lusófonos

Jovem nas bolanhas de Bissau, ONU News/Alexandre Soares

O Brasil caiu um lugar, de 78 para 79, e continua na lista dos países de alto desenvolvimento humano.

Cabo Verde está no conjunto dos Estados de desenvolvimento humano médio, tendo subido da posição 128 para 126, assim como Timor-Leste, que mantém o lugar 131. São Tomé e Príncipe passou de 138 para 137. Angola, que está na mesma categoria, foi o único país que fala português a cair duas posições, do lugar 147 para 149.

Guiné-Bissau e Moçambique permanecem na lista de baixo desenvolvimento humano. Moçambique manteve a posição 180, enquanto a Guiné-Bissau desceu de 177 para 178.

O Níger ocupa a posição mais baixa do ranking, seguido pela República Centro-Africana, Chade e Sudão do Sul.

Desigualdades

O Índice de Desenvolvimento Humano faz parte do Relatório de Desenvolvimento Humano de 2019, que foi lançado na capital da Colômbia, Bogotá.

Segundo a pesquisa, as manifestações que acontecem em todo o mundo mostram que, apesar do progresso sem precedentes contra pobreza, fome e doenças, muitas sociedades continuam tendo problemas. A causa comum entre todos elas são as desigualdades.

ONU Cabo Verde, Jovem carrega bandeira de Cabo-Verde na cidade da Praia.

A pesquisa destaca uma nova geração de desigualdades, em torno da educação, tecnologia e mudanças climáticas, e alerta que podem criar "uma grande divergência" como não acontece desde a Revolução Industrial.

Conclusões

Em entrevista à ONU News, o diretor do escritório que produz o relatório, Pedro Conceição, disse que a pesquisa "vai além da desigualdade na distribuição de rendimento e tenta projetar aquilo que pode determinar a evolução das desigualdades ao longo do século."O especialista diz que o relatório não faz propostas especificas para diferentes países, devido à diversidade de contextos, mas "oferece uma metodologia para tentar perceber quais as melhores áreas de intervenção."

Em nota, o administrador do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud, disse que "diferentes motivos estão levando as pessoas às ruas, como o custo de uma passagem de trem, o preço da gasolina, a exigência de liberdades políticas e a procura de justiça." Para Achim Steiner, "esta é a nova face da desigualdade."

Comentários para "IDH: Noruega continua liderando, Brasil cai uma posição e Portugal mantém":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Aprenda a sentir medo sem ser controlado por ele

Aprenda a sentir medo sem ser controlado por ele

Livro do escritor e ativista Gareth Higgins chega ao Brasil pela Latitude, selo da VR Editora

10 artistas que emplacaram apenas uma música de sucesso

10 artistas que emplacaram apenas uma música de sucesso

Ter uma carreira estável na música é bastante difícil, e esses artistas, infelizmente, não conseguiram manter o sucesso com novos trabalhos

Relançamento da coletânea 'Exílios e Poeiras' traz obra menos conhecida de Joyce

Relançamento da coletânea 'Exílios e Poeiras' traz obra menos conhecida de Joyce

Há notas melancólicas também nos 36 poemas que Joyce publicou em seu primeiro livro

Livro reúne 70 obras do pintor José Antonio da Silva

Livro reúne 70 obras do pintor José Antonio da Silva

Trata-se de uma obra fundamental para conhecer aspectos da vida e obra de Silva raramente explorados em outras publicações.

Revista portuguesa publica artigo de Juiz do TJDFT sobre inovação

Revista portuguesa publica artigo de Juiz do TJDFT sobre inovação

No texto, o magistrado do TJDFT trata da abordagem do New Public Service, no âmbito dos estudos ligados à Administração

Verdades que ninguém te conta: A importância de falar sobre a maternidade real

Verdades que ninguém te conta: A importância de falar sobre a maternidade real

Livro recém-lançado pela Editora MOL em parceria com a Tip Top reúne relatos de mulheres sobre os desafios reais que chegam com a vida de mãe, como as mudanças no corpo e os julgamentos externos

Bolsonaro veta integralmente Lei Aldir Blanc, que previa R$ 3 bilhões anuais ao setor cultural

Bolsonaro veta integralmente Lei Aldir Blanc, que previa R$ 3 bilhões anuais ao setor cultural

Texto de autoria da deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) calcula que medida alcançaria 4.176 municípios brasileiros

Cópia restaurada de 'Deus e o Diabo na Terra do Sol' será exibida em Cannes

Cópia restaurada de 'Deus e o Diabo na Terra do Sol' será exibida em Cannes

A última versão digitalizada do filme é de 2002 e tem qualidade inferior à atual

Autora estreante lança livro criado a partir do desejo de se comunicar durante a pandemia

Autora estreante lança livro criado a partir do desejo de se comunicar durante a pandemia

“Quando escrevo, é para me lembrar da esperança que eu mesma sei que tenho”, diz Nathália Ferreira

Eu acredito no livro!

Eu acredito no livro!

Numa necessidade rápida, até podemos contar com um trago de águas quase podres, mas para a vida, para beber água viva, o livro é o único lugar onde nos encontraremos com a civilização, com o melhor dela

Ribeirão Preto celebra a literatura nacional com o 'Revolução Poética na Fábrica'

Ribeirão Preto celebra a literatura nacional com o 'Revolução Poética na Fábrica'

Serão cindo dias de programação gratuita, reunindo 14 autores de referência do universo cultural brasileiro