×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 18 de agosto de 2022

Investigações irritam presidente Jair Bolsonaro

Investigações irritam presidente Jair Bolsonaro

Foto: Correio Braziliense

As investigações levaram o juiz Flávio Nicolau, da 27ª Vara Criminal do Rio, a quebrar o sigilo bancário e fiscal de 95 suspeitos.

Por Jorge Vasconcellos-correio Braziliense - 17/05/2019 - 09:55:31

O presidente Jair Bolsonaro se eximiu de culpa e também defendeu o filho, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), das acusações do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) de movimentações financeiras ilegais do primogênito. Ele acusou a instituição de tentar atingi-lo e desafiou os procuradores a investigá-lo diretamente. O MP apontou indícios robustos de crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa no gabinete de Flávio quando ele era deputado na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).


As investigações levaram o juiz Flávio Nicolau, da 27ª Vara Criminal do Rio, a quebrar o sigilo bancário e fiscal de 95 suspeitos. Entre eles estão nove pessoas que atuaram como assessores de Jair Bolsonaro durante os mandatos dele como deputado federal.


Em Dallas (EUA), o presidente disse que coloca o próprio sigilo bancário à disposição e disse que as investigações fazem um “esculacho” em cima de Flávio para prejudicar o governo. “Façam justiça! Querem me atingir? Venham para cima de mim! Querem quebrar meu sigilo, eu sei que tem que ter um fato, mas eu abro o meu sigilo. Não vão me pegar”, desafiou. Procurado pela reportagem, o MPRJ informou que, em “razão do sigilo legal decretado nas investigações”, não iria se pronunciar.


Um dos focos principais das investigações do MPRJ é confirmar a suspeita de que Flávio recebia de volta parte dos vencimentos de seus assessores na Alerj, uma prática conhecida como “rachadinha”. O Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) encontrou movimentações atípicas nas contas do senador e de seu ex-assessor Fabrício Queiroz, em relatório tornado público no fim de 2018. Ao solicitar à 27ª Vara Criminal do Rio as quebras de sigilos bancário e fiscal de 95 alvos, o MP apontou indícios da existência de uma “organização criminosa” atuante desde 2007.


Os ex-funcionários de Jair Bolsonaro que tiveram quebra de sigilo autorizada pela Justiça do Rio são Andrea Siqueira Valle, Daniel Medeiros da Silva, Fernando Nascimento Pessoa, Jaci dos Santos, Juliana Siqueira Vargas, Marselle Lopes Marques, Michelle Almeida dos Santos, Nelson Alves Rabello e Nathália de Melo Queiroz, filha do ex-assessor de Flávio.


Contato
Andrea e Juliana são, respectivamente, irmã e prima de Ana Cristina Valle, ex-mulher de Jair Bolsonaro e mãe do quarto filho dele, Jair Renan. Segundo reportagem da Época, a ex-cônjuge do presidente teria sido um contato importante para que outros parentes fossem nomeados nos gabinetes da família. Andrea e Juliana foram lotadas no gabinete do então deputado Jair Bolsonaro, na Câmara, antes do período delimitado pelo MP na quebra de sigilo, de 2007 e 2018, da mesma forma que Marselle Lopes e Michelle dos Santos.


A filha de Queiroz, por sua vez, foi lotada no gabinete de Flávio na Alerj, entre 2011 e 2016, e depois nomeada secretária parlamentar de Jair Bolsonaro na Câmara, até ser exonerada, em outubro de 2018. Segundo um relatório do Coaf, ela repassou para o pai, no ano passado, o equivalente a 80% da sua remuneração como assessora do então deputado na Câmara. O advogado Paulo Klein, responsável pela defesa da família Queiroz, informou que entrará com habeas corpus para suspender a investigação, que considera ilegal, e a quebra de sigilo, na avaliação dele, sem fundamentação.


“Querem me atingir? Venham para cima de mim! Querem quebrar meu sigilo, eu sei que tem que ter um fato, mas eu abro o meu sigilo. Não vão me pegar”
Jair Bolsonaro, presidente da República

Comentários para "Investigações irritam presidente Jair Bolsonaro":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Últimas Notícias
STF decide que mudanças na lei de improbidade não retroagem para condenações definitivas

STF decide que mudanças na lei de improbidade não retroagem para condenações definitivas

Cerco de pistoleiros, tiros e ameaças:

Cerco de pistoleiros, tiros e ameaças: "Não andamos mais livres", dizem Pataxós no Sul da Bahia

DF não tem previsão para retomar vacinação de crianças a partir de 3 anos

DF não tem previsão para retomar vacinação de crianças a partir de 3 anos

Damares terá de remover vídeos em que diz que Lula 'ensinava jovens a usar crack

Damares terá de remover vídeos em que diz que Lula 'ensinava jovens a usar crack

Simulador virtual ajuda eleitor a treinar o voto na urna

Simulador virtual ajuda eleitor a treinar o voto na urna

Jovens são chamados a combater Fake News nas eleições

Jovens são chamados a combater Fake News nas eleições

Inpa abre inscrições para curso sobre tecnologia de bioflocos para criação de peixes amazônicos

Inpa abre inscrições para curso sobre tecnologia de bioflocos para criação de peixes amazônicos

Cinco atividades imperdíveis para fazer com crianças no Alentejo

Cinco atividades imperdíveis para fazer com crianças no Alentejo

Dia do Ciclista: 4 rotas imperdíveis para pedalar em Brasília

Dia do Ciclista: 4 rotas imperdíveis para pedalar em Brasília

Jericoacoara e praias de São Paulo são tendência de viagem entre agosto e setembro

Jericoacoara e praias de São Paulo são tendência de viagem entre agosto e setembro

Marketing local: Como fazer a divulgação e lucrar com a revenda de gás e água

Marketing local: Como fazer a divulgação e lucrar com a revenda de gás e água

Presença de mulheres nas urnas é maior desde pleito de 2014

Presença de mulheres nas urnas é maior desde pleito de 2014

Brasil vende menos para China e eleva volume de exportação para UE, diz Índice de Comércio Exterior

Brasil vende menos para China e eleva volume de exportação para UE, diz Índice de Comércio Exterior

Entidades da sociedade civil no Brasil buscam apoio para vida marinha e oceanos

Entidades da sociedade civil no Brasil buscam apoio para vida marinha e oceanos

Em Pernambuco, Missa do Vaqueiro celebra a fé do povo sertanejo

Em Pernambuco, Missa do Vaqueiro celebra a fé do povo sertanejo

85% das famílias atingidas pela barragem, em Mariana, sofrem com deslocamento compulsório

85% das famílias atingidas pela barragem, em Mariana, sofrem com deslocamento compulsório

Crise no sistema de assistência social do DF segue sem solução

Crise no sistema de assistência social do DF segue sem solução

Distrito Federal e dez estados recebem novas ambulâncias do Samu

Distrito Federal e dez estados recebem novas ambulâncias do Samu

Camex torna definitivo corte de 10% de tarifa comum do Mercosul

Camex torna definitivo corte de 10% de tarifa comum do Mercosul

PF diz ao STF que vê crime de Bolsonaro por associar vacina ao vírus da aids

PF diz ao STF que vê crime de Bolsonaro por associar vacina ao vírus da aids

PGR recorre para arquivar investigação sobre inquérito vazado por Bolsonaro

PGR recorre para arquivar investigação sobre inquérito vazado por Bolsonaro