×
ContextoExato
Responsive image

Juntos há mais de 70 anos, casal americano morre de Covid-19 de mãos dadas

Juntos há mais de 70 anos, casal americano morre de Covid-19 de mãos dadasFoto: Debbie Howell/ Cortesia

Dick e Shirley Meek

Por Kelsie Smith, Da Cnn - 23/01/2021 - 06:56:36

Namorados de infância e inseparáveis durante seus 70 anos de casamento, Dick Meek, de 89 anos, e Shirley Meek, 87, morreram de Covid-19 enquanto estavam de mãos dadas em um hospital de Ohio, sua família disse à CNN.

Os dois faleceram com poucos minutos de diferença um do outro, em 16 de janeiro, no Hospital Metodista Riverside em Columbus, Ohio, disse a família.

"Eles nunca tiveram que passar por 'até que a morte nos separe'", disse sua filha Debbie Howell. "Eles nunca tiveram que fazer isso porque estavam juntos e nós somos muito gratos."

O casal se preparava para receber sua primeira dose da vacina contra a Covid-19 em 19 de janeiro, aniversário de 90 anos de Dick. "Eles eram muito próximos", disse a filha Vicci Harper.


O casal de Coschcoton, Ohio, se conheceu no colégio e está junto desde então. “Você lê amor à primeira vista e acha que não é verdade”, disse a família. "Bem, foi amor à primeira vista para o meu pai." Eles celebraram seu 70º aniversário de casamento em 22 de dezembro.


Pais de cinco filhos, 13 netos e 28 bisnetos, eles viveram uma vida cheia de paixão, disse a família. As aventuras do casal variavam de viajar pelo mundo a paraquedismo e fazer aparições em eventos especiais para seus netos, mesmo na velhice.


“Eles não eram os típicos 'garotos' de 88 e 90 anos”, disse Debbie Howell à CNN. "Eles eram ambos muito, muito saudáveis, pessoas muito vibrantes com todas as suas faculdades (em ordem)".


O casal testou positivo para Covid-19 em 26 de dezembro, após apresentar sintomas que eles acreditavam ser um resfriado. Depois de vários dias de sintomas altos e baixos, eles foram a um centro de atendimento de urgência para um teste de Covid-19 e a saúde dos dois piorou a partir daí, disse a família à CNN.

Foto tirada no hospital de Dick e Shirley de mãos dadas antes de morrer Foto tirada no hospital de Dick e Shirley de mãos dadas antes de morrer Foto: Debbie Howell/ Cortesia

Dick foi admitido no Coshocton Regional Medical Center em 2 de janeiro e Shirley o acompanhou dois dias depois, disse a família. Ambos tiveram dificuldade para respirar.


Como a condição dos dois piorou, eles precisaram ser transferidos para um segundo hospital. Na época, havia uma chance de os dois serem transferidos para hospitais separados, mas a equipe ajudou a defender que ambos seriam transferidos para o Hospital Metodista Riverside.

"De 8 de janeiro até o fim, simplesmente tinham altos e baixos", disse Howell. "Houve dias em que estávamos realmente otimistas quanto a que eles iriam passar, mas seus pulmões ficavam falhando mais e mais a cada dia."

Quando a equipe de atendimento disse à família que seus pais só tinham mais alguns dias de vida, eles pediram que os pais fossem colocados no mesmo quarto. "Não queríamos que eles se separassem porque era a maior coisa na vida que eles ficariam juntos", disse Howell.


"Queríamos que eles estivessem de mãos dadas. Queríamos que eles estivessem juntos. Queríamos que sua música favorita tocasse suavemente ao fundo", disse ela à CNN. E a equipe do hospital fez isso acontecer.


Uma enfermeira fez uma lista de reprodução de duas horas com as canções favoritas do casal e as tocou enquanto eles se deram as mãos pela última vez. Shirley foi a primeira a morrer, depois Dick.


"A enfermeira colocou a cabeça da minha mãe no ombro do meu pai. Ela se aproximou e esfregou o ombro do meu pai e disse 'Dick, você pode ir agora. Shirley está esperando por você'", disse Howell. "E em poucos minutos, ele se foi."

A família disse que se sente sortuda por seus pais terem passado de mãos dadas e agradeceu aos funcionários do hospital por ajudá-los a honrar sua história de amor.


De acordo com o obituário de Dick e Shirley, uma celebração de suas vidas acontecerá depois da imunização. "A Covid-19 tirou as vidas deles de nós, então imploramos a todos para estarem seguros", disse a família.

Comentários para "Juntos há mais de 70 anos, casal americano morre de Covid-19 de mãos dadas":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório