×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 28 de janeiro de 2022

Justiça anula nomeação de missionário para coordenação da Funai

Justiça anula nomeação de missionário para coordenação da FunaiFoto: Deutsche Welle

Indígenas no Vale do Javari, no Amazonas

Deutsche Welle - 22/05/2020 - 15:49:00

Governo nomeou o pastor e ex-missionário evangélico Ricardo Lopes Dias para chefiar o setor de indígenas isolados em fevereiro. Segundo desembargador, nomeado já tomou decisões que violam o direito desses povos.

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) cancelou nesta quinta-feira (21/05) a nomeação do antropólogo, pastor e ex-missionário evangélico Ricardo Lopes Dias para a Coordenação-Geral de Índios Isolados e Recém Contatados da Fundação Nacional do Índio (Funai).

A decisão atendeu a recurso do Ministério Público Federal (MPF), que demonstrou o risco de genocídio em caso de reversão da política brasileira de não forçar o contato com povos em isolamento voluntário, após a 6ª Vara Federal do Distrito Federal manter a designação de Lopes Dias ao cargo.

Além de antropólogo, Lopes Dias é formado em teologia e diz ter atuado por mais de uma década como missionário na Missão Novas Tribos do Brasil (MNTB), organização fundada nos Estados Unidos, conhecida entre entidades indígenas por forçar o contato com grupos que escolheram viver em isolamento, e tentar evangelizá-los.

Por isso, a escolha dele para o cargo, formalizada em fevereiro, gerou muitas críticas de servidores e técnicos da Funai e também entre entidades que lutam pela proteção aos direitos indígenas. Processos na Justiça aos quais a MNTB responde informam, por exemplo, que o instituto "camufla" seus objetivos religiosos nas aldeias com ações de assistência.

Segundo o desembargador Antonio Souza Prudente, que determinou a anulação, o missionário nomeado já tomou decisões que violam o direito dos povos indígenas isolados e por isso, é necessário inibir "a adoção de medidas que venham a afrontar as garantias fundamentais, notadamente, aquela que assegura aos povos indígenas o direito à sua autodeterminação, nos termos da Constituição Federal e da Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho sobre povos indígenas e tribais".

"Historicamente, os missionários procuram promover o contato com povos indígenas isolados e de recente contato para evangelizá-los, o que contraria uma política consolidada no Brasil", ressalta o desembargador.

Na decisão, o magistrado também anulou uma mudança no regimento interno da Funai, realizada pelo presidente da fundação, Marcelo Augusto Xavier da Silva, que liberava a nomeação de pessoas de fora do quadro da fundação para a chefia da coordenação de índios isolados, considerada uma das áreas mais sensíveis do órgão. Foi essa alteração que permitiu a nomeação de Ricardo Lopes.

Para o MPF, há grave risco de genocídio em caso de reversão da política brasileira de não forçar o contato com povos em isolamento voluntário.

Entidades que defendem os direitos dos povos indígenas comemoraram a decisão desta quinta-feira. Em nota, a ONG Survival International afirmou que a anulação da nomeação é "mais um grande golpe no presidente [Jair] Bolsonaro" que, "com apoio da bancada evangélica, está pressionando o Congresso a abrir as terras indígenas à exploração comercial".

"Esta é uma grande vitória para a campanha pela proteção das terras dos povos indígenas isolados. A nomeação de Lopes Dias foi efetivamente uma declaração de guerra contra o direito à proteção de seus territórios e o direito de permanecer sem contato, se é isso que eles querem", disse Sarah Shenker, ativista da Survival International.

"Era uma parte vital da política explícita de Bolsonaro de destruir os povos indígenas do país, desmantelar as equipes que protegem seus territórios e vender suas terras para madeireiros, garimpeiros e fazendeiros", completou.

Indígenas isolados do Brasil

No continente americano, o Brasil é o país com maior número de registros de povos indígenas isolados. Segundo a Funai, há atualmente cerca de 107 registros da presença de índios isolados em toda a Amazônia Legal. O órgão informa que esses números podem variar conforme a evolução dos trabalhos indigenistas em curso realizados pela própria fundação.

Desde a chegada dos portugueses, esses grupos escolheram viver longe das demais sociedades. Muitos, que fugiram das condições impostas por colonizadores e missionários, buscaram refúgio em locais remotos na Amazônia, onde permanecem até os dias atuais.

Em vigor desde 1987, a política de não contato respeita o direito à autodeterminação dos povos indígenas. Um órgão específico dentro da Funai foi criado para aplicar esse direcionamento, e resultou nas Frentes de Proteção Etnoambiental, bases que têm objetivo de monitorar e proteger a área habitada pelos grupos isolados.

MD/dw/ots

_____________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube
| App | Instagram | Newsletter

Comentários para "Justiça anula nomeação de missionário para coordenação da Funai":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
De olho nas eleições, PRTB tem novo comando no DF

De olho nas eleições, PRTB tem novo comando no DF

Segundo Bira, a presidente Aldinéa Fidélix virá à Brasília, em breve, e aproveitará a ocasião para apresentar a nova executiva do partido no DF ao Vice-Presidente Hamilton Mourão, principal exponente do PRTB na atualidade

Professores alertam sobre superlotação nas escolas em volta às aulas no DF

Professores alertam sobre superlotação nas escolas em volta às aulas no DF

De acordo com a Secretária de Educação do DF, as aulas da rede pública do DF estão mantidas para início em 14 de fevereiro, presencialmente.

Governador Ibaneis Rocha é reeleito presidente do Consórcio Brasil Central

Governador Ibaneis Rocha é reeleito presidente do Consórcio Brasil Central

Até o final de 2022, o governador Ibaneis Rocha será o presidente do Consórcio Brasil Central, que reúne o DF e os estados do Maranhão, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Tocantins

Detran-DF começa a exigir biometria para categoria B

Detran-DF começa a exigir biometria para categoria B

O procedimento de coleta e armazenamento da biometria tem o objetivo de garantir mais segurança e eficácia no processo de habilitação, pois reduz a possibilidade de fraudes e erros

Projeto capacitará agricultores para a venda de alimentos

Projeto capacitará agricultores para a venda de alimentos

No sistema da CSA, o agricultor deixa de vender seus produtos por meio de intermediários e conta com participação das pessoa para o financiamento e escoamento da sua produção, os chamados coagricultores

Justiça anula licitação para prestação de serviços funerários no DF

Justiça anula licitação para prestação de serviços funerários no DF

Cabe recurso

Casos de SRAG tendem a crescer no DF e em 24 estados, diz Fiocruz

Casos de SRAG tendem a crescer no DF e em 24 estados, diz Fiocruz

Rondônia e Espírito Santo são as exceções

Distrito Federal registra queda de 26% de mortes no trânsito em 2021

Distrito Federal registra queda de 26% de mortes no trânsito em 2021

Na área da Educação de Trânsito, em 2021, o Detran realizou 1.268 ações, entre blitzes educativas, apresentações teatrais, cursos e palestras

Distrito Federal aparece em primeiro lugar no ranking da vacinação infantil

Distrito Federal aparece em primeiro lugar no ranking da vacinação infantil

Isabel Debatisti foi com sua avó até a UBS 1, do Cruzeiro, receber sua dose

Distrito Federal tem ocupação máxima de UTIs; 90% são não vacinados ou com esquema incompleto

Distrito Federal tem ocupação máxima de UTIs; 90% são não vacinados ou com esquema incompleto

O governo do DF montou um plano de ação para ampliar a rede de leitos, que prevê a expansão dos 83 leitos atuais na rede pública para até 217, conforme a necessidade de atendimento.

UBS 1 da Asa Sul abre drive-thru noturno para vacinação de adultos

UBS 1 da Asa Sul abre drive-thru noturno para vacinação de adultos

A Unidade Básica de Saúde 1 da Asa Sul passa a oferecer, a partir desta segunda (24), vacinação para adultos em drive-thru, das 18h às 22h