×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 22 de maio de 2022

Justiça do DF condena ex-senador e agentes públicos por reforma em bloco na Papuda

Justiça do DF condena ex-senador e agentes públicos por reforma em bloco na PapudaFoto: Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios – TJDFT

Cabe recurso da sentença.

Tribunal De Justiça Do Distrito Federal E Dos Territórios – Tjdft - 20/12/2019 - 09:00:29

O juiz substituto da 1ª Vara da Fazenda Pública do DF condenou o ex-senador Luiz Estevão de Oliveira Neto por reformar o bloco, onde se encontra a cela em que cumpriu pena no Centro de Detenção Provisória - CDP, no complexo da Papuda. O ex-subsecretário do Sistema Penitenciário, Cláudio de Moura Magalhães, o então coordenador-geral da Subsecretaria do Sistema Penitenciário, João Helder Ramos Feitosa, e o ex-diretor do CDP, Murilo José Juliano da Cunha, também foram condenados por improbidade administrativa.

A denúncia oferecida pelo Ministério Público do Distrito Federal - MPDFT aponta suposto conluio entre os réus para permitir que fosse realizada reforma no Núcleo de Arquivo - NUARQ, onde o ex-senador cumpriria pena, sem procedimento formal e sem esclarecimento ao Judiciário e ao MPDFT. De acordo com o autor, os réus cometeram ato de improbidade administrativa ao ferir os princípios da impessoalidade e da moralidade.


Em sua defesa, o Luiz Estevão afirma que não há enquadramento dos fatos em qualquer das hipóteses previstas na Lei de Improbidade Administrativa, uma vez que não houve ofensa ao erário público ou a procedimento licitatório. Enquanto isso, o ex- subsecretário e ex-coordenador alegam que a reforma no prédio era reclamada há tempos para acomodação de presos vulneráveis e que agiram no estrito cumprimento de seus deveres legais, considerando o dever de assegurar ao preso condições dignas. Já o então diretor do CDP nega a existência de conluio para beneficiar o ex-senador e de que tenha recusado prestar informações a respeito da obra no bloco 5 às promotoras de Justiça.

Ao decidir, o magistrado destacou que a colaboração de particulares, no sentido de criar condições materiais dignas para a execução da pena, não pode se apresentar como medida negativa. No entanto, de acordo com o julgador, são necessárias cautelas como a estrita observância dos padrões oficiais, a identificação de origem dos recursos e o regular processo administrativo de autorização.

“É evidente que a ausência de qualquer formalização deixou o Estado em situação de extrema vulnerabilidade e risco, pois admitiu uma reforma em unidade de segurança cujas condições eram totalmente desconhecidas e ocultas. (...) A atuação dos requeridos elencados foi decisiva e indispensável para que ocorresse uma reforma de forma não oficial e sem qualquer publicidade a respeito de todas as suas condições”, pontuou. Para o magistrado, a conduta dos agentes públicos não configura prejuízo ao erário ou enriquecimento ilícito, mas atenta contra os princípios da legalidade, publicidade, da segurança jurídica, boa-fé e lealdade para com as instituições.

Dessa forma, o ex-senador foi condenado a pagar a multa de duas vezes o valor da remuneração de maior importe entre os agentes públicos. O então subsecretário do Sistema Penitenciário terá que pagar multa de quatro vezes o valor da remuneração. Enquanto isso, o ex-coordenador-geral e o diretor do CDP foram condenados a pagar multa de duas vezes o valor das suas últimas remunerações. Os quatro réus estão proibidos de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de 3 anos.

Cabe recurso da sentença.

PJe: 0028351-98.2016.8.07.0018


Comentários para "Justiça do DF condena ex-senador e agentes públicos por reforma em bloco na Papuda":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Festival nacional de fotografia promove periferias brasileiras

Festival nacional de fotografia promove periferias brasileiras

Ceilândia, periferia da capital do país, abriga a segunda edição do projeto Foto de Quebrada

Monitoramento 24 horas por dia no DF protege vítimas de agressores

Monitoramento 24 horas por dia no DF protege vítimas de agressores

SSP acompanha casos de mulheres atendidas por medidas protetivas de urgência. Desde março de 2021, tecnologia alertou para descumprimentos de determinações judiciais e motivou três prisões

Zoológico de Brasília preparado para enfrentar o frio

Zoológico de Brasília preparado para enfrentar o frio

O amor está no ar, e a natureza agradece

Hepatite misteriosa: Adolescente passa por transplante em PE e caso é investigado

Hepatite misteriosa: Adolescente passa por transplante em PE e caso é investigado

“No caso desta adolescente, todos os exames foram realizados e não houve a identificação da causa da doença. Por isso, o diagnóstico dela seria de hepatite, em sua causa mais desconhecida.”

MP do DF quer informações sobre leitos de UTI e campanha para incentivar vacinação contra a Covid-19

MP do DF quer informações sobre leitos de UTI e campanha para incentivar vacinação contra a Covid-19

Secretaria de Saúde deverá informar, no prazo de dez dias, sobre o legado dos leitos de UTI pós-pandemia. MPDFT também solicita campanha de conscientização sobre vacinação

Donos de cachorros de grande porte são condenados por ataque

Donos de cachorros de grande porte são condenados por ataque

A decisão foi unânime.

Moradores de rua do DF tem abrigo provisório para noites de frio

Moradores de rua do DF tem abrigo provisório para noites de frio

São 100 vagas para pernoite das 20h às 8h, por ordem de chegada

Distrito Federal recebe projeto pioneiro para reciclagem de bituca de cigarro

Distrito Federal recebe projeto pioneiro para reciclagem de bituca de cigarro

Com apoio da Administração do Plano Piloto e do SLU, empresa paulista instalou 100 coletores; iniciativa foi apresentada no Museu da Limpeza Urbana

Projeto 'Conte lá que eu canto cá' se apresenta para estudantes do DF

Projeto 'Conte lá que eu canto cá' se apresenta para estudantes do DF

O grupo ainda quer mais. Uma das metas para próximas temporadas é inserir no repertório novos autores e compositores e mira o olhar para as culturas do Norte e Sul do país.

Distrito Federal registra um estupro de vulnerável por dia

Distrito Federal registra um estupro de vulnerável por dia

No 1º trimestre, 82,2% dos casos de violência sexual contra crianças e adolescentes aconteceram no ambiente familiar

Servidores da CGU decidem entrar em greve a partir de 30 de maio

Servidores da CGU decidem entrar em greve a partir de 30 de maio

Com essa decisão, o número de carreiras em greve sobe para quatro