×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 30 de novembro de 2021

Lava Jato denuncia perito judicial e empresários de ônibus no Rio de Janeiro

Lava Jato denuncia perito judicial e empresários de ônibus no Rio de JaneiroFoto: Reprodução tv Globo

Esquema de corrupção gerou lavagem de ao menos R$ 5,9 milhões

Ministério Público Federal-rj - 23/12/2019 - 18:15:31

O Ministério Público Federal (MPF) ofereceu denúncia contra o perito judicial Charles Fonseca William e os empresários José Carlos Lavouras, Jacob Barata Filho e João Augusto Monteiro, do setor de ônibus no estado do Rio de Janeiro. Eles são acusados de, entre 2012 e 2015, praticarem corrupção (ativa ou passiva), pertencerem a organização criminosa e, no caso do perito, de lavagem de pelo menos R$ 5,9 milhões – R$ 1 milhão na compra de uma casa em Búzios (pagos em espécie) e R$ 4,9 milhões entregues pela frota da transportadora de valores Transexpert, que ocultava valores para a organização criminosa liderada pelo ex-governador Sérgio Cabral.

Os acusados passam a responder por esses crimes após a 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro receber a denúncia. No documento, os 11 procuradores da Lava Jato/RJ narraram à Justiça que Charles William fazia perícias favoráveis às empresas de ônibus, atendendo aos fins da organização de Cabral. Entre maio de 2012 e maio de 2015, Lavouras, Barata Filho e Monteiro providenciaram 22 pagamentos, somando R$ 4,9 milhões, para o perito praticar atos em benefício de suas empresas, como em processos relativos ao rebaixamento das tarifas intermunicipais.

Além de fazer laudos a favor das empresas, Charles William se articulava com terceiros para ser nomeado no maior número possível de ações, o que demonstra sua grande influência no Tribunal de Justiça (TJRJ), em prejuízo até mesmo da confiança no sistema de Justiça. O MPF já encaminhou informações para a Corregedoria-Geral de Justiça do TJ tomar eventuais medidas cabíveis no caso.

“Há prova inequívoca da realização de atos de ofício praticados por Charles Fonseca William, em favor das empresas de ônibus”, afirma a Lava Jato/RJ na denúncia. “Como visto, Charles William se valeu de sua função de perito judicial, gozando da confiança de diversos magistrados, para se locupletar ilicitamente, aproveitando-se de sua influência em demandas judiciais que poderiam ensejar resultados desfavoráveis para as empresas de ônibus”.


Íntegra da denúncia

Comentários para "Lava Jato denuncia perito judicial e empresários de ônibus no Rio de Janeiro":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
ONU Mulheres lança estudo “Dimensões da Violência contra Defensoras de Direitos Humanos no Brasil”

ONU Mulheres lança estudo “Dimensões da Violência contra Defensoras de Direitos Humanos no Brasil”

O lançamento do estudo integrou a agenda de ações os 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres

Pesquisadores criam proteção que amortece impacto de batidas em postes

Pesquisadores criam proteção que amortece impacto de batidas em postes

Equipamento diminui gravidade de acidentes e ocupantes dos veículos

Cinquenta e dois pesquisadores da Capes anunciam renúncia coletiva

Cinquenta e dois pesquisadores da Capes anunciam renúncia coletiva

A Capes é uma agência de fomento à pesquisa, ligada ao Ministério da Educação (MEC), que tem como missão avaliar os cursos de pós-graduação no Brasil e divulgar informações científicas. Desde abril deste ano, a Capes é presidida pela reitora do Centro Universitário de Bauru, Claudia Mansani Queda de Toledo.

Salvador cancela festa de réveillon por mais casos na Europa e variante ômicron

Salvador cancela festa de réveillon por mais casos na Europa e variante ômicron

Enquanto pesquisadores ainda tentam entender as características da nova cepa, medidas de controle, como restrição da entrada de estrangeiros, têm sido adotadas em países da Europa e de outros continentes.

Família tem visto revogado após ajudar parente a entrar ilegalmente nos Estados Unidos

Família tem visto revogado após ajudar parente a entrar ilegalmente nos Estados Unidos

Morar nos Estados Unidos e viver em busca do sonho americano é o desejo de vários brasileiros

Operação apreende 30 t de produtos irregulares para nutrição animal na PB e no RN

Operação apreende 30 t de produtos irregulares para nutrição animal na PB e no RN

Segundo comunicado do Ministério da Agricultura, na ação também foram fiscalizados 26 carros e 75 caminhões e veículos de cargas e apreendidas 3.520 embalagens que seriam reutilizadas.

Operação contra balsas de garimpo no Rio Madeira destruiu 131 dragas

Operação contra balsas de garimpo no Rio Madeira destruiu 131 dragas

Não houve nenhum registro de violência, uso de força ou disparo de arma de fogo, segundo o superintendente da Polícia Federal no Amazonas, Leandro Almada.

Com voos cancelados, brasileiros na África do Sul pedem ajuda a consulado

Com voos cancelados, brasileiros na África do Sul pedem ajuda a consulado

Mesmo autorizados a voltar ao país, brasileiros que estão na África do Sul não conseguem encontrar voos para o retorno.

Queima de equipamento busca barrar garimpo ilegal ao longo do Rio Madeira

Queima de equipamento busca barrar garimpo ilegal ao longo do Rio Madeira

O que se pretende com esse gesto, que é frequentemente criticado pelo presidente Jair Bolsonaro, é inviabilizar o maquinário utilizado para a prática do crime ambiental.

Após perder o emprego, motorista muda de vida trabalhando com transporte por app

Após perder o emprego, motorista muda de vida trabalhando com transporte por app

Segundo o levantamento, as 331 mil oportunidades em solo brasileiro surgiram a partir dos hábitos de consumo e da atividade econômica dos motoristas que usam a 99 para gerar renda.

Pix Saque e Pix Troco estão disponíveis a partir de hoje

Pix Saque e Pix Troco estão disponíveis a partir de hoje

Cliente poderá fazer saque em locais como padarias e supermercados