×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 25 de janeiro de 2022

Lava Jato do RJ oferece denúncia contra Cabral, Messer e ex-presidente do Banco Prosper

Lava Jato do RJ oferece denúncia contra Cabral, Messer e ex-presidente do Banco ProsperFoto: Procuradoria da República no Rio de Janeiro

MPF aponta evasão e lavagem de US$ 303 mil (quase R$ 1,7 milhão) em leilão de vinho em 2011

Procuradoria Da República No Rio De Janeiro - 29/04/2020 - 17:09:20

O Ministério Público Federal (MPF) ofereceu denúncia à Justiça contra o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral e os empresários Dario Messer e Edson Figueiredo Menezes, ex-presidente do Banco Prosper, por um esquema de evasão de divisas e lavagem de cerca de US$ 303 mil (quase R$ 1,7 milhão) em 2011.

O MPF apurou que recursos obtidos via corrupção e fraudes a licitações foram movimentados por Messer e Menezes a serviço do então governador do Rio. Como forma de lavar dinheiro para Cabral, Menezes (codinome “Gigante”) adquiriu cerca de US$ 303 mil em vinhos em um único leilão internacional para o ex-governador, tendo sido posteriormente ressarcido por meio da rede de doleiros de Messer.

A denúncia foi protocolada na 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, que julgará se acolhe a ação penal, dando início ao processo. Uma vez recebida a denúncia, Cabral, Messer e Menezes responderão pelos crimes de evasão de divisas e lavagem de dinheiro, com penas que podem chegar a mais de vinte anos de prisão, além da reparação aos cofres públicos de quase R$ 1,7 milhão a título de danos materiais e igual valor por danos morais. As sentenças de condenação de Cabral em processos da Lava Jato/RJ já somam mais de 250 anos de prisão.

Nas transações identificadas na nova denúncia, Cabral enviou para o exterior valores em reais equivalentes a US$ 303 mil por intermédio da rede de doleiros de Messer, que foram creditados em conta nas Ilhas Cayman, da offshore Remo Investments, titularizada por Menezes.

“Foi evidenciada outra forma de ocultação e lavagem dos valores de propina arrecadados pela organização criminosa, desta vez com a contribuição essencial de Edson Figueiredo Menezes, conhecido como ‘Gigante’”, frisaram os nove procuradores da República coautores da denúncia da Lava Jato/RJ.

Clique aqui e leia a íntegra da denúncia.

Comentários para "Lava Jato do RJ oferece denúncia contra Cabral, Messer e ex-presidente do Banco Prosper":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Há 13 anos no topo da lista, Brasil continua sendo o país que mais mata pessoas trans no mundo

Há 13 anos no topo da lista, Brasil continua sendo o país que mais mata pessoas trans no mundo

De outubro de 2020 a setembro de 2021 foram registrados 375 assassinatos no mundo, o que representa um aumento de 7% em relação ao ano anterior

Intolerância religiosa:

Intolerância religiosa: "Brasil vive negação de direitos", afirma especialista

Violência aumentou nos últimos anos e políticas de combate foram enfraquecidas

Garimpo ilegal em alta no PA: Lama escurece águas do

Garimpo ilegal em alta no PA: Lama escurece águas do "Caribe Amazônico" em Alter do Chão

Faixa de areia separa águas barrentas e claras no balneário turístico de Alter do Chão (PA)

Mais de 500 coletores de sementes atuam na recuperação da Amazônia e do Cerrado

Mais de 500 coletores de sementes atuam na recuperação da Amazônia e do Cerrado

Rede de Sementes do Xingu já recuperou mais de 6 mil hectares de floresta na bacia do rio Xingu e Araguaia

Desejos de Ano Novo: Fora Bolsonaro, Democracia e Justiça Ambiental para todos

Desejos de Ano Novo: Fora Bolsonaro, Democracia e Justiça Ambiental para todos

Em Minas Gerais, as fortes chuvas elevam o risco do rompimento de barragens com rejeitos da mineração, a exemplo do que aconteceu nas cidades de Mariana, em 2015, e de Brumadinho, em 2019

Primeira vacinada do Brasil deseja um 2022 com 100% vacinados e sem uso de máscara

Primeira vacinada do Brasil deseja um 2022 com 100% vacinados e sem uso de máscara

Mônica Calazans, enfermeira e primeira vacinada no Brasil

Brumadinho: Três anos depois, o que mudou ?

Brumadinho: Três anos depois, o que mudou ?

Fotografia tirada após o rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, que matou 272 pessoas

"A luta dos povos indígenas é uma luta válida e importante para todo o povo"

A Festa do Murici e Batiputá acontece entre os dias 12 e 15 de janeiro

Brasil precisará de um exército de profissionais agroflorestais para liderar a transição regenerativa no mundo

Brasil precisará de um exército de profissionais agroflorestais para liderar a transição regenerativa no mundo

Hoje a agricultura é considerada ainda uma vilã do clima e não resolve o problema da fome no mundo

Da escravidão à independência: Famílias conquistam renda com produção agroecológica de cacau

Da escravidão à independência: Famílias conquistam renda com produção agroecológica de cacau

Assentamento no sul da Bahia é tema do documentário Dois Riachões - Cacau e Liberdade

No Recife, crianças vacinadas contra a covid-19 ganham livro de presente

No Recife, crianças vacinadas contra a covid-19 ganham livro de presente

No Recife, quem recebe a vacina contra a covid leva um livro para casa