×
ContextoExato

Lazer e diversão perto de Brasília. Pirenópolis, a cidade queridinha do brasiliense

Lazer e diversão perto de Brasília. Pirenópolis, a cidade queridinha do brasilienseFoto: Correio Braziliense

Tainara Araújo, pedagoga: "A cidade (Pirenópolis) tem um clima muito bom. Amo os restaurantes que são estilo bistrô. Das duas últimas vezes, nem cheguei a ir a cachoeira. Fui para descansar mesmo e passear pelas ruas"

Juliana Andrade, Walder Galvão E Lis Cappi*-correio Braziliense - 27/12/2019 - 10:49:20

A cerca de 150km do centro de Brasília, Pirenópolis é um dos destinos preferidos dos moradores da capital. O município histórico do estado de Goiás está a pouco mais de 2h de viagem. Trata-se de ótima opção para um fim de semana de descanso e diversão.


Pirenópolis, conhecida por suas cachoeiras, é cheia de charme e proporciona lindos cenários para fotografias. A cidade é tombada como conjunto arquitetônico, urbanístico, paisagístico e histórico pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O município conta com centro histórico, com direito a casarões e igrejas do século 18, como a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário e a Igreja de Nossa Senhora do Carmo. Com casas simples e coloridas e chão de paralelepípedo, visitá-la é como viajar no tempo.



É justamente o clima aconchegante que torna Pirenópolis um dos destinos preferidos da pedagoga Tainara Araújo, 30. A professora voltou na semana passada ao local, onde passou três dias. “A cidade tem um clima muito bom. Amo os restaurantes que são estilo bistrô. Das duas últimas vezes, nem cheguei a ir à cachoeira. Fui para descansar mesmo e passear pelas ruas”, comenta.


O município goiano é o destino escolhido pelo publicitário Luis Caddah, 33. Para fugir da rotina da capital, o brasiliense planeja colocar o pé na estrada em janeiro. “Quero descansar um pouco. Fui em setembro e estou planejando ir em janeiro novamente, no pós-réveillon”, diz. Na companhia dos amigos, o publicitário costuma tirar o fim de semana para visitar as atrações turísticas.


Pirenópolis tem nove cachoeiras nas proximidades, segundo a Prefeitura. Luis ressalta, no entanto, que nesse período de férias nem sempre é possível curtir as quedas d’água devido às chuvas. “Temos contatos de ótimas casas com piscina e churrasqueira. No período chuvoso, a gente curte assim mesmo, porque é perigoso ir às cachoeiras por causa de tromba d’água. À noite, saímos pela cidade”, comenta.




Programe-se
Confira alternativas para o fim de ano:

Chapada Imperial (Brazlândia)
» Abre em 30 e 31 de dezembro e em 1° de janeiro
» Preços a partir de R$ 130
» Contato: (61) 99996-1601

Itiquira Park (Formosa)
» Hospedagens até 29 de dezembro. A partir dessa data, apenas day use
» Preços a partir de R$ 60
» Contato: (61) 3718-1502

Lazer e diversão perto de Brasília

Passeios e viagens próximas ao Plano Piloto aparecem como opção para quem ainda não se programou para o fim de ano. Entre as principais alternativas distantes até 150km da capital federal estão cachoeiras, trilhas e cidades históricas.

A Chapada Imperial terá programação especial para visitantes durante o réveillon (Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press - 19/4/18)
A Chapada Imperial terá programação especial para visitantes durante o réveillon



Quem não tem planos para o fim de ano pode fazer viagens econômicas e com curto tempo de deslocamento. A até 150km do Distrito Federal, há passeios e trajetos acessíveis e nos mais variados formatos. Dentro do perímetro, existem opções para os mais aventureiros e para a família. Visitas a cachoeiras, hotéis fazenda, trilhas e cidades goianas históricas estão nas proximidades da capital.


A cerca de 50km da Rodoviária do Plano Piloto, os brasilienses podem encontrar um santuário ecológico, em Brazlândia. A Chapada Imperial, preservada desde 1985, oferece trilhas no cerrado, 30 cachoeiras, arvorismo e inserção na comunidade local. O espaço é ideal para quem tem pouco tempo ou deseja passar alguns dias acampando ou hospedado em chalés. Para o fim de ano, haverá programação especial. Segundo Márcia Imperial, uma das sócias do empreendimento, esta será a segunda vez que haverá festa de ano-novo. “Teremos ceia, brinde à meia-noite e abriremos os chalés para quem for se hospedar. A programação começa no dia 30 e vai até 1° de janeiro”, conta (veja Programe-se).


Outra dica de passeio rápido é o Salto do Itiquira. Localizado em Formosa (GO), o ponto turístico fica a cerca de 115km do centro de Brasília. A queda de 168m de altura é capaz de tirar o fôlego. Além disso, a 800m desse espetáculo da natureza, há o Itiquira Park. O parque aquático oferece chalés, clubes, saunas, camping e pontos de alimentação. Nesse fim de ano, o Itiquira Park manterá a hospedagem até 29 de novembro. Depois disso, abrirá somente para atividades realizadas durante o dia, inclusive em 1° de janeiro.


O Salto do Itiquira abrirá das 9h às 17h, inclusive nos feriados (Marcelo Ferreira/CB/D.A Press - 8/1/17)
O Salto do Itiquira abrirá das 9h às 17h, inclusive nos feriados




Natureza
Uma opção mais simples e próxima do Plano Piloto é o Córrego do Urubu. O local com água corrente e cachoeira fica a 13km do centro de Brasília. O licenciado em história Lucas Ramalho, 24 anos, costuma aproveitar o local na companhia de amigos. “É uma cachoeira mais curta, mas também próxima. Eu cheguei até a ir de bicicleta para lá”, lembra. “Fica no meio de várias casas, mas é em uma área mais natural. É ótimo para ir e ficar o dia inteiro. Ou, se tiver pouco tempo, dá para ir pela manhã. Também é tranquilo para ir com crianças e até com cachorros”, sugere.


Para a nutricionista Juliana Malafaia, 23, fazer trilhas em cachoeiras próximas tornou-se rotina. Em feriados, ou mesmo em fins de semana, ela costuma se programar para passar boa parte do dia imersa na natureza. Sempre acompanhada de Sol e Diego, seus dois cachorros, além do namorado, Luiz Eduardo Torres, 31. A preferência do casal é por cachoeiras em que animais domésticos são permitidos; por isso, indicam algumas próximas, como a Cachoeira do Indaiá, em Planaltina de Goiás, a do Olho D’Água, na Ponte Alta (Gama), e a do Tororó, em Santa Maria. “A gente acorda cedo, leva um lanche para comer no meio da manhã e volta para almoçar um pouco mais tarde. É um bom passeio para domingo. Tem o gasto com a gasolina e a entrada da cachoeira, mas é possível aproveitar o dia inteiro na natureza. É muito bom ter esse contato”, afirma.


* Estagiária sob supervisão de Guilherme Goulart

Comentários para "Lazer e diversão perto de Brasília. Pirenópolis, a cidade queridinha do brasiliense":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório