×
ContextoExato

Lockdown: Covid-19 prende mais de 8 milhões de brasileiros em casa

Lockdown: Covid-19 prende mais de 8 milhões de brasileiros em casaFoto: Metrópoles

A medida já foi decretada em 13 cidades. Ministro da Saúde informa que outros locais devem adotar a prática nas próximas semanas

Metrópoles - 09/05/2020 - 07:59:14

As ações de lockdown já afetam mais de 8 milhões de pessoas no Brasil. O número representa a soma da população das 12 cidades e dos três bairros do Rio de Janeiro que restringiram fortemente a circulação de pessoas para tentar controlar a Covid-19. Juntas, as áreas afetadas pela prática totalizam 18,3 mil casos confirmados e 1.428 mortes.

Antes realidade apenas em países que estavam no ápice da epidemia do coronavírus, a determinação é o distanciamento social mais drástico, ou seja, quando as pessoas são autorizadas a sair de casa apenas em casos excepcionais. A gradação do lockdown, entretanto, varia de acordo com os serviços considerados essenciais pelo governo local. O confinamento pode incluir apenas alguns setores da cidade ou todo o território.

Dentre as cidades brasileiras que decretaram o bloqueio, Fortaleza (CE) é a maior delas. Anunciada no início da semana, a medida começou na sexta-feira (08/05). A capital cearense tinha 9.664 casos confirmados até o dia 8 de maio e 694 mortes. A incidência de Covid-19 era de 362,2 infectados para cada 100 mil habitantes, a maior dentre os lugares onde a ação foi imposta.

Mais sobre o assunto

Os dados foram levantados pelo (M)Dados , núcleo de jornalismo de dados do Metrópoles. As informações são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para a população de cada município, do Brasil.Io para os casos por cidade e do Data.Rio para os bairros cariocas.

A capital cearense não foi a primeira, entretanto, a decretar o lockdown. São Luís (MA) iniciou o movimento na terça-feira (04/05) após uma decisão judicial determinando a medida. A cidade soma 1,1 milhão de pessoas e registrou 3,7 mil casos confirmados, representando 339,9 diagnosticados a cada 100 mil habitantes.

comércio fechado no DF devido ao coronavírus

No Distrito Federal, comércio e escolas estão fechadosRafaela Felicciano/Metrópoles

Policiais civis orientam comerciantes sobre o Lockdonw no estado do Pará

Belém (PA) e municípios próximos ficarão em lockdown por 10 dias Leandro Santana / ASCOM PCPA

Policial faz bloqueio no lockdown do maranhão

Em São Luís (MA), moradores precisam de autorização para circular nas ruasDOUGLAS JÚNIOR/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Homem usando roupas especiais faz a limpeza de uma favela do rio de janeiro

No Rio de Janeiro (RJ), o lockdown começa por três bairros da zona norteETINHO CASAS NOVAS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Pessoas na praia durante o coronavirus covid-19

Baixa adesão ao isolamento social e pressão na rede de saúde obrigaram Fortaleza (CE) a adotar lockdown MATEUS DANTAS/ZIMEL PRESS/ESTADAO CONTEUDO

Pessoas e carros na avenida paulista

São Paulo (SP) lidera número de casos de coronavírus no país, mas, por enquanto, não há proibição quanto à circulação nas ruas GUILHERME GANDOLFI/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Moradores do guará fazem exercicio em periodo de quarentena na pandemia

O DF está na etapa anterior, chamada de isolamento horizontal voluntárioHugo Barreto/Metrópoles

A terceira cidade com a determinação de fechamento total é Belém (PA). A capital paraense tem 1,5 milhão de habitantes e 3,1 mil diagnósticos. O Pará também tem outras nove cidades em lockdown. Juntas, elas somam 1,2 milhão de habitantes e 1,2 mil infectados – incidência de 103,3 casos a cada 100 mil pessoas.

Além disso, três bairros cariocas já estão em confinamento. O maior é Campo Grande, com 691 mil habitantes e 287 casos confirmados. Em seguida vem Bangu, com 467 mil moradores e 177 diagnósticos confirmados. O terceiro é Santa Cruz, que tem 410 mil moradores e 111 infectados.

Segundo o ministro da Saúde, Nelson Teich, nas próximas semanas, outros municípios do país devem implementar a medida para conter coronavírus. O prefeito de Salvador (BA), ACM Neto, também anunciou planos para fazer ‘lockdown setorizado’ na capital baiana, mas sem oferecer detalhes.

Na segunda-feira (11/05), outras duas cidades devem pôr em prática a ação, ambas no Rio de Janeiro. Niterói, com 513 mil pessoas, 524 casos de coronavírus e 35 mortes; e São Gonçalo, com 1,1 milhão de habitantes, 374 casos e 34 mortes. Assim, na próxima semana, quase 10 milhões de brasileiros estarão em confinados.

Comentários para "Lockdown: Covid-19 prende mais de 8 milhões de brasileiros em casa":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório