×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 16 de outubro de 2021

Lula se emociona em encontro com catadores no DF e ouve pedido

Lula se emociona em encontro com catadores no DF e ouve pedidoFoto: PT na Câmara

Lula discursou em evento do Movimento Nacional dos Catadores de Material Reciclável

Paulo Motoryn-brasil De Fato | Brasília (df) - 07/10/2021 - 21:08:42

Ex-presidente fez visita ao Complexo Integrado de Materiais Recicláveis do Distrito Federal, em Brasília

O ex-presidente Lula (PT) esteve na manhã desta quinta-feira (7) em Brasília, no Complexo Integrado de Reciclagem do Distrito Federal, em evento organizado pelo Movimento Nacional dos Catadores de Material Reciclável.

Durante a atividade, o petista se emocionou com discursos feitos por trabalhadores e disse que "muita gente na sociedade não dá e não tem noção do significado e da importância do trabalho dos catadores".

“Não poderia deixar de falar do carinho que tenho por vocês. Durante todo o tempo que fui presidente da República, todo dia 23 de dezembro, fazia questão de encontrar com vocês, os moradores de rua, os catadores, para que a gente pudesse fazer nossas reuniões, tomar nosso café, anunciar o atendimentos das pautas de reivindicação e receber a pauta do ano seguinte”, declarou.

:: Renan Calheiros, ao BdF: CPI pedirá indiciamento de Bolsonaro e analisa denúncia por genocídio ::

“Talvez seja essa a razão porque as pessoas tem tanto ódio do PT e de mim. Muita gente preferia que eu estivesse jogando golfe com a elite brasileira ao invés de estar com o povo, debaixo do viaduto, conversando com catador de material reciclável. Eleição não se diz o resultado antes, mas se o PT voltar a governar esse pais, vamos nos encontrar novamente todos os anos para discutir o futuro da categoria”, disse.

"Esse país nunca será o país dos nossos sonhos se os pobres não tiverem direitos", afirmou Lula. "Não é possível que uma mulher que ganhe R$ 500 não tenha uma casa subsidiada pelo governo. É possível criar política de financiamento que as pessoas mais pobres precisam. O povo brasileiro precisa voltar a assumir a responsabilidade de governar esse país".

:: Empilhados ao sol: como viviam 130 trabalhadores tirados da escravidão em fazenda de alho em MG ::

Lula também comentou o avanço da fome no país: "O Brasil é o maior produtor de carne do mundo e você saber que, em um estado como Mato Grosso, que tem milhões de cabeças de gado, as pessoas vão para a porta do açougue porque não tem dinheiro para comprar meio quilo de carne ou frango. Não é normal que o pobre pague o mesmo imposto dos donos do Itaú, do Santander e do Bradesco. O povo pobre precisa ir para o orçamento e o rico para o Imposto de Renda".

A atividade reuniu presidentes de cooperativas de catadores da região, deputados federais, líderes de movimentos sociais e populares. Cerca de 300 pessoas acompanharam o evento. Estiveram presentes na cerimônia os seguintes parlamentares: os deputados federais Gleisi Hoffmann (PT-PR), Erika Kokay (PT-DF), Elvino Bohn Gass (PT-RS) e Paulo Pimenta (PT-RS), e os deputados distritais Alexia Sampaio (PT), Chico Vigilante (PT) e Leandro Grass (Rede).

Também marcaram presença o secretário de Meio Ambiente do Distrito Federal, José Sarney Filho, o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT-DF), Rodrigo Rodrigues, e a representante das cooperativas, Paulete Ferreira.

Catadores: "Não deixe de lutar por nós"

Trabalhadores posam para foto com bandeira com o rosto do ex-presidente, em Brasília / Paulo Motoryn/Brasil de Fato

Ana Cláudia Lima, presidente da Coopercap, disse ao ex-presidente que os governos petistas deram início ao reconhecimento dos catadores como trabalhadores. Segundo ela, a vitória se deve ao esforço de “todos que dedicaram seu tempo” à luta por mais direitos à categoria.

“Estou muito emocionada hoje, pois se concretiza nossa realidade. Há muitos anos, lá no lixão da Estrutural, sonhávamos com dignidade. Sonhávamos em trabalhar debaixo de um teto. Esse sonho era muito distante dos catadores. Agradeço a Deus e ao nosso governo que lutou para que tudo isso se concretizasse”, afirmou.

“Para chegarmos aqui, foi muita dificuldade, mas vencemos. Vamos vencer juntos novamente. Vamos superar todas as dificuldades e barreiras que aparecem na nossa frente”, prosseguiu a catadora. “Se sonharmos juntos, podemos tudo. Quero agradecer a todos que dedicaram seu tempo e seus anos de luta pelos catadores. Muito obrigado”, concluiu.

:: Após seis anos, as Forças Armadas são obrigadas a reintegrar mulher afastada por ser trans ::

“Que não deixe de lutar por uma categoria tão sofrida. Não deixe de lutar pelos catadores, pelos pobres, pelos indígenas, pelos negros”, disse uma catadora ao ex-presidente, depois de fazer críticas ao governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB). “Quero ver um catador, no mínimo, com uma renda de 2 a 3 mil reais”, declarou uma outra representante do movimento.

Roney Alves da Silva, representante do Movimento Nacional dos Catadores de Material Reciclável, também saudou o ex-presidente Lula. Ele atribuiu sua graduação em Direito na Universidade Católica de Brasília à inclusão dos negros e pobres nas políticas públicas feitas durante os governos do PT.

O líder dos catadores também falou sobre a morte do Diogo Sant’anna, advogado e ex- assessor da Presidência da República, que atuou na causa dos catadores por anos. “Era um cara fantástico que precisa ser homenageado”.

Políticos marcam presença

A presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, disse que na sua cidade natal, em Curitiba, o ex-prefeito Jaime Lerner conseguiu conscientizar a população sobre o trabalho dos catadores. Segundo ela, esses trabalhadores devem ser considerados agentes ambientais. Gleisi também anunciou que protocolou um requerimento para criação da Frente Parlamentar em Defesa dos Catadores.

“Precisamos ocupar o espaço da política com mais gente de esquerda, que luta pelos trabalhadores. (…) Quando os pés do presidente Lula pisaram no Palácio do Planalto, ele levou consigo os pés dos catadores, dos negros, dos pobres e das mulheres”, declarou.

:: Após demitir 174 peritos da Lei Rouanet, Mário Frias aparece armado em foto: “Agenda cultural” ::

Sarney Filho, que chefia as políticas de Meio Ambiente no governo do Distrito Federal, disse que o ex-presidente Lula é “um grande defensor dos mais humildes e mais pobres, que avançou no combate à pobreza no Brasil”. Ele é filho do ex-presidente da República, José Sarney (MDB).

“Não sei se vocês sabem, mas sempre fui ambientalista. Essa questão não é de governo, mas de Estado. Desde que me dediquei à vida pública, foi por essa questão ambiental. A Lei de Resíduos Sólidos teve a contribuição de uma frente parlamentar que coordenei”, disse Sarney Filho. “Por isso aceitei o cargo de secretário de Meio Ambiente do Disitrito Federal. Tão logo soube da preocupação dos catadores, me comprometi a não perder os recursos necessários para manter o complexo."

Complexo foi "conquista" de catadores na gestão Lula

Lula iniciou a agenda com uma visita guiada aos galpões de reciclagem. Depois, o ex-presidente fez um discurso de aproximadamente 40 minutos. A fala foi transmitida ao vivo nas redes sociais.

O complexo visitado por Lula é uma conquista do movimento de catadores e catadoras da região que ocorreu durante seu governo. A área que abriga o espaço é um dos quatro terrenos doados aos trabalhadores pelo governo federal em 2010, visando a construção de galpões de reciclagem.

Durante as gestões petistas no Executivo federal, a cooperativa e o governo do Distrito Federal assinaram contratos que garantiram o financiamento da construção dos galpões de recepção, seleção e comercialização dos resíduos recicláveis que hoje formam o complexo.

Com capacidade para processar até 5 mil toneladas de resíduos por mês, o CIR gera cerca de 2 mil empregos. Além disso, é parte importante da estratégia de desativação do antigo Lixão da Estrutural, que chegou a ser o maior lixão da América Latina.

Os jornalistas presentes na atividade não fizeram perguntas a Lula, que concederá uma entrevista coletiva aos repórteres na manhã de sexta-feira (8), na região central da capital federal.

Edição: Leandro Melito

Comentários para "Lula se emociona em encontro com catadores no DF e ouve pedido":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
A contragosto, governo vê Câmara aprovar verba de R$ 234 mi para combater covid entre indígenas

A contragosto, governo vê Câmara aprovar verba de R$ 234 mi para combater covid entre indígenas

Indígenas são mais suscetíveis a doenças infectocontagiosas, por isso a pandemia ampliou as ameaças que circundam o segmento

Mais de 200 entidades lançam documento rejeitando MP que extingue Bolsa Família e PAA

Mais de 200 entidades lançam documento rejeitando MP que extingue Bolsa Família e PAA

A MP significa o fim do PAA, instrumento que permite que o poder público adquira a produção de alimentos da agricultura familiar camponesa e doe para instituições que atendem população em situação de vulnerabilidade

PF desarticula contrabando de ouro de terras indígenas venezuelanas

PF desarticula contrabando de ouro de terras indígenas venezuelanas

Operação La Cadena cumpre 40 mandados de prisão, busca e apreensão

Covid pode ter afetado 'cérebro' de Ciro Gomes, diz Lula após pedetista atacar Dilma Rousseff

Covid pode ter afetado 'cérebro' de Ciro Gomes, diz Lula após pedetista atacar Dilma Rousseff

'Vou decidir no ano que vem', diz Lula sobre ser candidato

"O mundo perdeu a admiração pelo Brasil", diz Gilberto Gil

Um dos maiores artistas da MPB e ex-ministro da Cultura lamentou o retrocesso nacional

Após leilão fracassado, oferta permanente de petróleo é

Após leilão fracassado, oferta permanente de petróleo é "ameaça eterna" em Fernando de Noronha

O arquipélago de Fernando de Noronha é considerado Patrimônio Mundial Natural pela UNESCO desde 2001

Xuxa chama Bolsonaro de 'genocida' e pede que apoiadores deixem de segui-la no Instagram

Xuxa chama Bolsonaro de 'genocida' e pede que apoiadores deixem de segui-la no Instagram

“E você que é a favor da vida, assine o impeachment agora”, completou a apresentadora, ao compartilhar vídeo em que Bolsonaro reclamava por não ter conseguido ver o jogo do Santos por não estar vacinado

Ciro fala em conspiração de Lula por impeachment de Dilma, que o acusa de mentir

Ciro fala em conspiração de Lula por impeachment de Dilma, que o acusa de mentir

Em entrevista ao podcast Estadão Notícias, Ciro lembrou que nomes com os quais Lula ensaia uma reaproximação política hoje, como os emedebistas Renan Calheiros e Eunício Oliveira, patrocinaram a deposição de Dilma, tratada pelo PT como golpe.

Fascismo está na raiz do bolsonarismo, diz coordenador do Observatório da Extrema Direita

Fascismo está na raiz do bolsonarismo, diz coordenador do Observatório da Extrema Direita

Bolsonaro usou uma série de símbolos ligados ao integralismo em seu governo, como o slogan "Deus, Pátria e Família"

Invasão de guerrilheiros e atenção de 'países poderosos' na Amazônia ameaçam soberania do Brasil?

Invasão de guerrilheiros e atenção de 'países poderosos' na Amazônia ameaçam soberania do Brasil?

A Polícia Federal confirmou que estrangeiros suspeitos de ligação com dissidência das Farc estão entrando em território brasileiro devido ao avanço do garimpo ilegal de ouro. A Sputnik Brasil conversou com um especialista em questões de Defesa e Segurança para saber o que está por trás desta

Antes de receber Bolsonaro em Aparecida, Arcebispo pede país “sem mentira e fake news”

Antes de receber Bolsonaro em Aparecida, Arcebispo pede país “sem mentira e fake news”

“Para ser pátria amada, seja uma pátria sem ódio