×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 18 de janeiro de 2022

Maia se prepara para briga de longo prazo

Maia se prepara para briga de longo prazoFoto: Roque de Sá - Agência Senado

À turma de Rodrigo Maia acusa o presidente Jair Bolsonaro de até hoje não ter

Thaís Oyama Colunista Do Uol 1 - 19/04/2020 - 06:10:19

À turma de Rodrigo Maia acusa o presidente Jair Bolsonaro de até hoje não ter "desmontado o palanque". Agora, o presidente da Câmara e aliados querem montar o seu.

Desde que Bolsonaro, em entrevista à CNN, deu o comando aos seus pitbulls para avançarem contra Maia, o deputado do DEM foi engolfado por um tsunami nunca visto de xingamentos nas redes sociais. No Congresso, o deputado viu o governo passar os últimos dias jogando milho para roubar-lhe aliados do Centrão. Na semana passada, Bolsonaro reuniu-se com a fina flor do fisiologismo parlamentar para acenar com cargos no segundo escalão do governo em troca de alinhamento com o Planalto e distanciamento do presidente da Câmara, cujo mandato termina em fevereiro. O ex-ministro Gilberto Kassab, presidente do PSD; Ciro Nogueira e Arthur Lira, do PP; e Jhonatan de Jesus, do Republicanos foram apenas algumas lideranças brindadas com o assédio presidencial.

Aliados de Maia já trabalham com a hipótese de dissidências em seu núcleo de apoio. Nesse cenário, consideram que o presidente da Câmara teria condições de aglutinar em torno de si, além de seu partido, também o PSDB e MDB, de forma a montar um grupo "mais identificado como um bloco de oposição". Em outras palavras, Maia se distanciaria da mal-afamada marca do "centrão" e passaria a liderar um grupo mais autorizado a "bater forte" no governo, aproveitando-se da apatia estratégica do PT, que vem preferindo aguardar o presidente sangrar.

Maia e aliados preveem que a batalha contra Bolsonaro se estenderá até 2022. É consenso no grupo que o impeachment de um presidente da República com 30% de apoio popular é inviável - lembrando que a petista Dilma Rousseff só caiu quando sua aprovação desceu para um dígito.

Haveria, portanto, dois anos de enfrentamento à vista. Ou melhor, um ano e meio, já que, como diz um deputado, "o resto é campanha".

Os palanques à vista mostram que o parlamentar erra no cálculo. Antes fosse só o resto.


Comentários para "Maia se prepara para briga de longo prazo":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Ministro de Minas e Energia quer o Cade investigando preços abusivos da Petrobras

Ministro de Minas e Energia quer o Cade investigando preços abusivos da Petrobras

Na avaliação do ministro, a investigação do Cade não tem atribuição de segurar o preço dos combustíveis. Mas pode corrigir práticas da empresa, caso fique configurada alguma distorção.

Coronavírus: Ciência e Tecnologia suspende trabalho presencial em quatro órgãos

Coronavírus: Ciência e Tecnologia suspende trabalho presencial em quatro órgãos

O Brasil enfrenta uma nova onda de aumentos de casos de covid-19 por causa da variante Ômicron

Câmara deve retomar trabalho remoto após aumento de casos de Covid-19

Câmara deve retomar trabalho remoto após aumento de casos de Covid-19

Medida ainda não foi oficializada pelo presidente da Casa

Marco temporal, operações policiais e vacina: conheça os principais julgamentos do STF em 2022

Marco temporal, operações policiais e vacina: conheça os principais julgamentos do STF em 2022

Pauta do ano coloca Supremo Tribunal Federal novamente em evidência, apontam especialistas

No Recife, crianças vacinadas contra a covid-19 ganham livro de presente

No Recife, crianças vacinadas contra a covid-19 ganham livro de presente

No Recife, quem recebe a vacina contra a covid leva um livro para casa

Indígena é a 1ª criança vacinada contra a Covid-19 no país

Indígena é a 1ª criança vacinada contra a Covid-19 no país

Em ato simbólico, xavante de 8 anos de Piracicaba recebeu imunizante

Médicos da atenção primária decidem entrar em greve em São Paulo

Médicos da atenção primária decidem entrar em greve em São Paulo

Decisão pode ser revista caso prefeitura revise planejamento

Confirmado segundo caso de Candida auris em Pernambuco

Confirmado segundo caso de Candida auris em Pernambuco

Anvisa trata o caso como o terceiro surto do superfungo no país

Vacina brasileira contra a Covid-19 é aplicada pela primeira vez

Vacina brasileira contra a Covid-19 é aplicada pela primeira vez

Estudo clínico aplicará o imunizante em 90 voluntários

Justiça Federal no Brasil se moderniza, mas tribunais ainda amargam demoras

Justiça Federal no Brasil se moderniza, mas tribunais ainda amargam demoras

Essa grandiosidade em termos de acesso à justiça, também vem ao encontro da morosidade com o que cidadão tem que enfrentar, em função ao tempo de decisão com relação a um processo

Estados voltam a ter medidas restritivas com aumento de casos de covid

Estados voltam a ter medidas restritivas com aumento de casos de covid

Aumento no número de infectados é resultado da variante Ômicron