×
ContextoExato
Responsive image

Maia sobre exigência de Bolsonaro do voto impresso: “Ataque gravíssimo ao TSE e aos juízes”

Maia sobre exigência de Bolsonaro do voto impresso: “Ataque gravíssimo ao TSE e aos juízes”Foto: MARYANNA OLIVEIRA/CÂMARA DOS DEPUTADOS

Presidente diz que os incidentes ocorridos nos Estados Unidos podem se repetir no Brasil por

Marcelo Montanini - Metrópoles - 07/01/2021 - 16:43:46

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou, nesta quinta-feira (7/1), a declaração do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de que os incidentes que ocorreram nos Estados Unidos, nesta quarta-feira (6/1), poderiam acontecer no Brasil em 2022.

“A frase do presidente Bolsonaro é um ataque direto e gravíssimo ao TSE e seus juízes. Os partidos políticos deveriam acionar a Justiça para que o presidente se explique. Bolsonaro consegue superar os delírios e os devaneios de Trump”, afirmou Maia.

Nesta quinta-feira (7/1), a apoiadores, o presidente endossou a tese do presidente Donald Trump de que houve fraude nas eleições norte-americanas. O resultado deu vitória ao democrata Joe Biden e culminou na invasão do Congresso americano nessa quarta-feira (6/1), com a morte de quatro pessoas.

Segundo Bolsonaro, que é aliado de Trump, a crise observada no país ocorre em decorrência da falta de confiança da população no voto e afirmou que contestações sobre o resultado eleitoral também podem ser observadas no Brasil nas eleições de 2022.

“Se nós não tivermos o voto impresso em 22, uma maneira de auditar o voto, nós vamos ter problema pior que os Estados Unidos ”, afirmou.

Na manhã desta quinta-feira, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Roberto Barroso, disse, em nota, que “lida com fatos e provas, que devem ser apresentadas pela via própria. Eventuais provas, se apresentadas, serão examinadas com toda seriedade pelo tribunal”.

Durante as eleições municipais, Barroso já havia ironizado Bolsonaro, ao responder uma critica do presidente: “O Brasil é tão singular que até quem ganha, reclama”.

Ação

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), e os líderes das bancadas do partido na Câmara, deputado Enio Verri (PR), e no Senado, senador Rogério Carvalho (SE), protocolaram, nesta quinta-feira, duas representações contra Bolsonaro, junto ao TSE e a Procuradoria-Geral da República (PGR), por conta de acusações sem provas ao sistema eleitoral brasileiro e por ameaças a democracia do País.

As ações dos petistas pedem a responsabilização penal, por improbidade administrativa e civil contra Bolsonaro.

Comentários para "Maia sobre exigência de Bolsonaro do voto impresso: “Ataque gravíssimo ao TSE e aos juízes”":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório