×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 26 de outubro de 2021

Mais de mil intelectuais assinam manifesto contra cortes nas ciências humanas

Mais de mil intelectuais assinam manifesto contra cortes nas ciências humanasFoto: Divulgação-Harvard

Entre os signatários, estão professores das universidades de Berkeley, Harvard, Oxford, Yale, Sorbonne e Cambridge

Por Marcos Hermanson-brasil De Fato - São Paulo (sp) - 09/05/2019 - 16:45:39

Pesquisadores da Universidade de Harvard, uma das mais prestigiadas do mundo, também assinaram o documento.

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Educação Abraham Weintraub anunciaram, no dia 26 do mês passado, que o governo estudava “descentralizar” investimentos nas áreas de humanas, como filosofia e sociologia. Segundo eles, os recursos retirados iriam para cursos que geram “retorno imediato ao contribuinte”, como veterinária, engenharia e medicina.

Logo depois, no dia 30, o governo anunciaria também o corte de R$ 7,3 bi no orçamento da educação federal, incluindo ensino básico, institutos e universidades federais.

Nesta segunda-feira (6), mais de mil pesquisadores de instituições de ensino renomadas no Brasil e no mundo, como a Universidade de São Paulo (USP), a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e as universidades de Berkeley, Harvard, Oxford, Cambridge, Columbia, Yale e Sorbonne assinaram manifesto em repúdio ao anúncio do presidente.

O texto foi organizado pela organização Gender International, cujo objetivo é “combater a cruzada da ideologia de gênero”, em referência ao termo pejorativo utilizado pela direita para designar os estudos de gênero. Entre as signatárias do documento está a filósofa americana Judith Butler, professora da Universidade de Berkeley, na California e da European Graduate School, na Suíça.

Leio o manifesto na íntegra:

“No dia 29 de abril de 2019, o presidente da República do Brasil, Jair Bolsonaro, confirmou por Twitter o que no dia anterior já havia anunciado o Ministro da Educação, Abraham Weintraub: seu governo planeja reduzir o financiamento federal para programas acadêmicos em sociologia e filosofia. Segundo eles, nesses campos, futuros estudantes terão que pagar por sua própria formação. Enquanto o Ministro afirmava que sua proposta havia sido orientada por medidas tomadas no Japão em 2015, o Presidente insistia que a educação deve se concentrar na leitura, na redação e na aritmética e que, em lugar dos cursos na área de humanidades, o Estado deve investir nas áreas que tragam retornos imediatos para quem paga impostos, tais como veterinária, engenharia e medicina.

Nós, signatários dessa declaração, fazemos um alerta quanto às sérias consequências de tais medidas que, inclusive, levaram o governo do Japão a recuar de suas propostas depois de um amplo protesto nacional e internacional. Em primeiro lugar, por que a educação em geral e a educação superior, em particular, não trazem retornos imediatos; constituem um investimento no futuro das novas gerações. Segundo, as economias modernas não exigem apenas técnicos especializados; nossas sociedades precisam de cidadãs e cidadãos que tenham uma formação ampla e geral. Terceiro, nas nossas sociedades democráticas, os políticos não devem decidir o que é a boa ou a má ciência. A avaliação do conhecimento e de sua utilidade não pode ser conduzida de modo a conformar- se com as ideologias de quem está no poder.

As ciências sociais e as humanidades não são um luxo; pensar sobre o mundo e compreender nossas sociedades não devem ser privilégio dos mais ricos. Como acadêmicos dos mais diversos campos, estamos plenamente convencidos que nossas sociedades, incluindo o Brasil, precisam de mais e não menos educação. A inteligência coletiva é tanto um recurso econômico quanto um valor democrático”.

Edição: Rodrigo Chagas

Comentários para "Mais de mil intelectuais assinam manifesto contra cortes nas ciências humanas":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Conheça o projeto-piloto “Viver Brasília: uma perspectiva internacional”

Conheça o projeto-piloto “Viver Brasília: uma perspectiva internacional”

Ação vai resultar em exposição de fotos feitas pelos embaixadores durante percurso feito pela capital federal

Jardim Botânico de Brasília realizará 2ª Feira de Orquídeas de 2021

Jardim Botânico de Brasília realizará 2ª Feira de Orquídeas de 2021

O preço do ingresso para visitação ao JBB é R$ 5 por pessoa.

Chuvas em outubro se aproximam da média histórica no DF

Chuvas em outubro se aproximam da média histórica no DF

Chuvas de outubro já se aproximam da média histórica para o mês do DF

Ponto facultativo do Dia do Servidor será em 1° de novembro

Ponto facultativo do Dia do Servidor será em 1° de novembro

Unidades responsáveis por atendimentos essenciais devem garantir a prestação ininterrupta dos serviços

Câmara Legislativa terá ciclo de exposições de trabalhos artísticos de pessoas com deficiência

Câmara Legislativa terá ciclo de exposições de trabalhos artísticos de pessoas com deficiência

A Câmara Legislativa já abrigou diversas exposições organizadas em parceria com seu Conselho Curador de Cultura

Descartar resíduos corretamente é bom pra todo mundo

Descartar resíduos corretamente é bom pra todo mundo

Lixo corretamente separado vai para cooperativas, onde é processado e reutilizado, evitando superlotação em aterros

Produções culturais femininas são destaque da agenda cultural no DF

Produções culturais femininas são destaque da agenda cultural no DF

Espetáculo “Melodrama de Xicaxaxim” é protagonizado pela atriz e palhaça Paula Sallas

Galeria dos Estados receberá Feira aos domingos

Galeria dos Estados receberá Feira aos domingos

Espaço vai oferecer arte, cultura, turismo e economia criativa para a população do Distrito Federal

Bicicletas compartilhadas têm boa aceitação do público nos primeiros dias

Bicicletas compartilhadas têm boa aceitação do público nos primeiros dias

Para retirar a bicicleta da estação, basta escolher o tipo de corrida no aplicativo, pagar pelo celular e liberar a bike apontando o celular para o QR Code próximo ao guidão|

MST lança loja online de alimentos agroecológicos e orgânicos no DF

MST lança loja online de alimentos agroecológicos e orgânicos no DF

Vendas online serão abertas oficialmente neste sábado, 16

Documentação Urbanística amplia acesso ao público

Documentação Urbanística amplia acesso ao público

Sistema oferece diversas informações aos usuários