×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 04 de dezembro de 2021

“Marginalização do povo negro foi escolha do Estado”, diz procuradora Cecília Amália

“Marginalização do povo negro foi escolha do Estado”, diz procuradora Cecília AmáliaFoto: CorreioWeb

Ao CB.Poder, procuradora do Trabalho fez balanço sobre política de cotas, racismo e trabalho escravo e infantil no Brasil

Correioweb - 10/12/2019 - 07:40:56

“Quando se vê que, assinada a Lei Áurea, houve a liberdade, mas nenhuma política de inserção de pessoas negras no mercado de trabalho, percebe-se que a marginalização do povo negro foi uma escolha do Estado.” A afirmação é da procuradora do Trabalho da 10ª Região Cecília Amália Cunha Santos ao defender a existência de cotas raciais para cargos públicos. Segundo ela, a ação afirmativa é fundamental na reparação histórica e na oferta de emprego a uma população marginalizada. Para ela, nada mais justo as ações de reparação aplicadas pelo Estado.

As afirmações foram feitas durante o programa CB. Poder, parceria do Correio Braziliensecom a TV Brasília, na tarde desta segunda-feira (9/12). A procuradora, que integra o grupo sobre raça do MPT e também é representante da Coordenadoria Nacional de Promoção de Igualdade de Oportunidades e Eliminação da Discriminação no Trabalho (Coordigualdade) do órgão, debateu questões de gênero, falou sobre assédio moral e sexual no trabalho.


De acordo com ela, o Ministério Pública faz um trabalho de conscientização das empresas em relação às questões raciais. “O que a gente percebe são pessoas negras em sub-empregos, ganhando menos, com maiores dificuldades para alcançar cargos de destaque. O que o MPT têm feito são grandes campanhas, grandes debates e simpósios para a conscientização da necessidade de que as pessoas negras entrem no mercado de trabalho em todos os cargos aos quais elas estão preparadas” declarou.


Cecília também apresentou um panorama da situação do trabalho escravo no Brasil, sobretudo das rotas de produção do açaí e da castanha no Pará e no norte do Tocantins, e sobre o trabalho infantil que se repete tanto nas áreas rurais quanto dentro das cidades, nos semáforos das capitais, entre outras situações.

Comentários para "“Marginalização do povo negro foi escolha do Estado”, diz procuradora Cecília Amália":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Colorida e popular: Drag queen e ativista do MST lança pré-candidatura a deputada federal no DF

Colorida e popular: Drag queen e ativista do MST lança pré-candidatura a deputada federal no DF

A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, participou do ato de filiação de Ruth Venceremos ao partido

Confira os dias e locais das feiras rurais em dezembro no DF

Confira os dias e locais das feiras rurais em dezembro no DF

Emater-DF disponibiliza mensalmente uma relação das feiras rurais, com produtores atendidos pela empresa

MP do DF quer a proibição de repasses irregulares às empresas de ônibus

MP do DF quer a proibição de repasses irregulares às empresas de ônibus

Para a Prodep, o custeio de complementação tarifária não tem previsão legal

Liminar determina que indicado para vaga do TCDF tem que ser da carreira de auditor

Liminar determina que indicado para vaga do TCDF tem que ser da carreira de auditor

O Conselho Especial do TJDFT, em decisão do relator, determinou que a indicação de nome para compor o TCDF deve ser de candidato pertencente à carreira de Conselheiro Substituto (Auditor) do TCDF e suspendeu qualquer ato de indicação que, porventura, já tenha sido feito.

PF faz operação em 20 Estados e no DF contra rede de pedofilia na darkweb

PF faz operação em 20 Estados e no DF contra rede de pedofilia na darkweb

As diligências são realizadas no DF e nos Estados de Alagoas, Amazonas, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

Justiça mantém programa de gestão compartilhada em escolas públicas do DF

Justiça mantém programa de gestão compartilhada em escolas públicas do DF

O sindicato alega que o mencionado programa fere a proteção constitucional de liberdade de ensino ao transferir o direito de disciplinar alunos para a polícia militar.

Distritais aprovam indicação de André Clemente para o Tribunal de Contas do DF

Distritais aprovam indicação de André Clemente para o Tribunal de Contas do DF

A indicação de André Clemente ao TCDF foi aprovada com 19 votos favoráveis

Órgãos públicos do Distrito Federal terão locais adequados à amamentação

Órgãos públicos do Distrito Federal terão locais adequados à amamentação

A proposição é de autoria do deputado Rafael Prudente

PDDC recomenda que a Neonergia instale mais postos de atendimento presencial

PDDC recomenda que a Neonergia instale mais postos de atendimento presencial

Canais digitais não são suficientes para atender toda a população

Contas: Mais prazo para quitar débitos de 2021 com a Caesb até o dia 31 de janeiro

Contas: Mais prazo para quitar débitos de 2021 com a Caesb até o dia 31 de janeiro

Pessoas jurídicas podem solicitar o serviço até 31 de janeiro de 2022

Festas públicas de Réveillon são canceladas no Distrito Federal

Festas públicas de Réveillon são canceladas no Distrito Federal

Secretaria de Saúde investiga possível caso de infecção por covid-19 com variante Ômicron