×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 27 de outubro de 2021

Medicamento essencial para transplantes de medula óssea pode faltar a partir de junho

Medicamento essencial para transplantes de medula óssea pode faltar a partir de junhoFoto: Agência Brasil

Produto à base de Bussulfano deixará de ser fabricado pelo laboratório Pierre Fabre; sociedade civil busca alternativas

Por Daniel Giovanaz - Brasil De Fato - 06/01/2021 - 15:41:31

O laboratório Pierre Fabre, único que produz no Brasil um medicamento à base de Bussulfano, imprescindível em cerca de 60% dos transplantes de medula óssea realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), anunciou que deixará de fabricar o produto em junho de 2021. A informação, divulgada em dezembro, ligou sinal de alerta para pacientes e profissionais de saúde.

O transplante de medula óssea é indicado para pacientes de leucemia e outras doenças relacionadas ao sangue.

Presidente da Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea (SBTMO), Nelson Hamerschlak estima que cerca de 2,5 mil procedimentos ao ano seriam impossibilitados pela falta do medicamento, que tem o nome comercial Busilvex.

A SBTMO recebeu, na última segunda-feira (4), uma sinalização positiva do Ministério da Saúde para uma interlocução sobre alternativas para evitar o desabastecimento.

“O que nós estamos pedindo é que, pelo menos até que outra empresa se interesse em registrar um produto à base de Bussulfano no Brasil, seja liberada a exportação para as entidades hospitalares”, explica Hamerschlak.

“A gente acha que essa é a solução mais prática, mas é óbvio que se o Ministério da Saúde ou a Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária] tiverem outras soluções, elas vão ser bem aceitas.”

O laboratório não especificou os motivos da suspensão e explicou por meio de nota que também está trabalhando junto à Anvisa “para garantir que o Busilvex continue disponível para os pacientes brasileiros e comunidade médica após junho de 2021.”

Hamerschlak afirma que outros laboratórios que atuam no país vêm suspendendo a produção de certos medicamentos que não são considerados lucrativos pela indústria farmacêutica. A SBTMO espera que a solução encontrada no “caso Bussulfano” seja estendida aos demais medicamentos para evitar a descontinuidade de tratamentos para outras doenças.

A articulação encabeçada pela SBTMO tem apoio do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Em paralelo a essa interlocução, pacientes, familiares e profissionais de saúde lançaram, em 2 de janeiro, uma petição contra o desabastecimento, que já reuniu mais de 200 mil assinaturas.

O Brasil de Fato entrou em contato com a Anvisa para entender quais medidas estão sendo planejadas para garantir que pacientes tenham acesso ao medicamento a partir de junho. O órgão afirmou que não possui instrumento legal que impeça os laboratórios farmacêuticos de retirarem seus medicamentos do mercado, mas regulamentou em 2014 a forma de comunicação de descontinuação de produção e importação de medicamentos.

Sobre a possibilidade de utilização do instrumento de importação excepcional, a Anvisa respondeu que analisa caso a caso para garantir a autorização.

"Quanto ao caso do medicamento bussulfano, a descontinuidade do fornecimento não está vinculada a nenhum pedido pendente junto à Anvisa, uma vez que houve comunicação de descontinuação por parte da empresa detentora do registro do medicamento na Anvisa devido ao encerramento da licença comercial do produto à Pierre Fabre", informou a Anvisa em nota. "A solicitação de importação em caráter excepcional foi autorizada pela Anvisa para evitar o desabastecimento, contudo, por questões comerciais, a transação não foi possível."

Edição: Leandro Melito

Comentários para "Medicamento essencial para transplantes de medula óssea pode faltar a partir de junho":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
O zebrinha voltou

O zebrinha voltou

Hoje circulando com as cores dos demais ônibus das operadoras, os zebrinhas vão voltar a ter as listras brancas e vermelhas para serem mais facilmente identificados pelos usuários

Flexibilizado uso de máscaras em ambientes abertos no Distrito Federal

Flexibilizado uso de máscaras em ambientes abertos no Distrito Federal

Medida passa a valer a partir de 3 de novembro. Proteção facial segue obrigatória em ambientes fechados como no transporte público

Protesto de advogados em Brasília exige juízes de volta ao trabalho presencial

Protesto de advogados em Brasília exige juízes de volta ao trabalho presencial

Iniciativa da advogada Thais Riedel fez até a inerte OAB-DF se mexer

Parecer dá razão a Paco Britto em acusação de propaganda eleitoral

Parecer dá razão a Paco Britto em acusação de propaganda eleitoral

O vice-governador compartilhou nas redes um vídeo sobre sua participação no evento.

Ibaneis Rocha viaja a Portugal para negociar edições da Web Summit

Ibaneis Rocha viaja a Portugal para negociar edições da Web Summit

Brasília no páreo para sediar o maior evento de tecnologia do planeta

PDOT: Seduh conclui oficinas temáticas e retoma debate com Comitê Participativo

PDOT: Seduh conclui oficinas temáticas e retoma debate com Comitê Participativo

Ordenamento territorial é debatido a cada dez anos.

CPI que investigará sonegação de bancos no DF tem composição definida

CPI que investigará sonegação de bancos no DF tem composição definida

O autor do requerimento para dar início às investigações, deputado Delmasso, espera resultados similares aos obtido por CPI paulistana que "colocou de volta nos cofres públicos cerca de R$ 3 bilhões”

Ativista por moradia popular denuncia perseguição em Santa Maria, no DF

Ativista por moradia popular denuncia perseguição em Santa Maria, no DF

Ativista Mona Lisa, do Coletivo Mais de Nós, denuncia ter sofrido perseguição após apoiar luta por moradia popular

Estudantes cobram da Capes pagamento de bolsas

Estudantes cobram da Capes pagamento de bolsas

UNE protocolou um ofício cobrando uma urgente reunião com a presidência da CAPES

Com autorização da Aneel, conta de luz no DF terá reajuste de 11,6%

Com autorização da Aneel, conta de luz no DF terá reajuste de 11,6%

A tarifa residencial no DF, que ocupava o 51º lugar do ranking nacional sendo uma das mais baixas do país, passa a ocupar a 36º posição.

Biotic sedia lançamento do programa ‘Centelha’ no DF

Biotic sedia lançamento do programa ‘Centelha’ no DF

Presente à cerimônia de lançamento, o vice-governador Paco Britto assegurou que o Centelha será um programa-modelo no DF