×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 30 de novembro de 2021

Medidas antitabaco diminuíram em 40% o número de fumantes no Brasil

Medidas antitabaco diminuíram em 40% o número de fumantes no BrasilFoto: Arquivo

Pesquisadores estudam lesão pulmonar causada por cigarro eletrônico

Por Flávia Albuquerque - Agência Brasil São Paulo - 30/10/2019 - 10:54:39

A implementação de medidas estabelecidas pelo Tratado Internacional para Controle do Tabaco, como os aumentos de preços e impostos, reduziram em até 40% o número de fumantes no país, de acordo com a médica do Instituto Nacional do Câncer (Inca) e secretária-executiva da Comissão Nacional para Implementação da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco (Conicq), Tania Cavalcante. Segundo ela, também contribuem para o alerta do perigo do tabaco, as advertências sanitárias nas embalagens também, a proibição de saborização dos cigarros e a proibição das propagandas.

"Apesar de o Brasil ter reduzido muito a prevalência de fumantes para 9,3%, em números absolutos são 19 milhões de pessoas, então precisamos ajudar esses fumantes a deixarem de fumar e muitos deles precisam de tratamento, que é oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Embora ainda tenhamos muitos desafios, não temos propaganda e promoção dos produtos de tabaco", disse durante o Simpósio Internacional Sobre Formas Alternativas de Exposição ao Tabaco.


De acordo com ela, as medidas adotadas, incluindo a proibição de fumo em locais fechados, estão fazendo o efeito previsto e mudando a percepção da sociedade de que fumar não é glamoroso e positivo e sim um problema de saúde pública. "Se perguntarmos hoje para qualquer criança ou adolescente, eles sabem disso, e são eles que pressionam seus pais, avós para que não fumem.

Para Tania, as medidas preventivas contra o tabaco não foram adotadas antes porque existe pressão da indústria do tabaco, já que muitas das medidas dependem de leis. "Se tivéssemos adotado anteriormente tudo o que temos hoje, teríamos menos fumantes e menos mortes e doenças. Hoje são 157 mil mortes [anuais] devido ao tabagismo, todas evitáveis, e um gasto de R$ 57 bilhões com as doenças por ano, enquanto as empresas lucram".

Cigarro eletrônico

A médica ressaltou que é preciso ainda ficar atento aos cigarros eletrônicos, que têm sido difundidos como algo interessante para reduzir os danos aos fumantes, mas que é igualmente perigoso. Segundo ela, quando usado para tratar um fumante que está tentando parar com o convencional, o cigarro eletrônico pode ser utilizado, mas é importante não esquecer que ele não é inócuo e as empresas mantém seu interesse em expandir seu mercado da nicotina.

"Os cigarros eletrônicos são vendidos em lojas vistosas, são coloridos, bonitos, tentando passar uma percepção para a população de que aquilo não tem dano, mas tem. Estamos vendo nos Estados Unidos crianças e adolescentes morrendo por dano pulmonar e ninguém sabe o que está acontecendo exatamente", destacou.

Tania disse que os pais devem ficar atentos para evitar que a novidade entre em suas casas e na vida de seus filhos. "Os formatos são os mais diversos possíveis e podem passar despercebidos e os pais não identificarem. Os pais precisam estar vigilantes e informar e orientar as crianças para que não usem e principalmente lembrar que pulmão nós só temos dois e é um órgão extremamente vital para a vida".

Assista na TV Brasil:

Saiba mais

Edição: Fernando Fraga


Comentários para "Medidas antitabaco diminuíram em 40% o número de fumantes no Brasil":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Hospital DF oferece suporte a mulheres vítimas de agressão

Hospital DF oferece suporte a mulheres vítimas de agressão

No centro, os profissionais de enfermagem fazem o primeiro contato com as vítimas, que contam também com médicos, psicólogos e assistentes sociais

VIJ-DF lança Campanha de Natal para ajudar crianças e adolescentes acolhidos

VIJ-DF lança Campanha de Natal para ajudar crianças e adolescentes acolhidos

Doações serão recebidas até o dia 17 de dezembro

"Tirar um sonho do papel": Campanha Papai Noel dos Correios já está disponível

Para adotar, é necessário se deslocar até uma unidade participante ou acessar o blog da campanha

Literatura infantil com protagonistas negros abre novos horizontes

Literatura infantil com protagonistas negros abre novos horizontes

Para pesquisadora, obras que extrapolam o racismo são fundamentais

Campanha vai doar absorventes para 5 mil alunas da rede pública do DF

Campanha vai doar absorventes para 5 mil alunas da rede pública do DF

Os 150 mil absorventes arrecadados serão distribuídos para 5 mil estudantes: três pacotes com 10 unidades por aluna em período menstrual

A arte de transformar uma casa de abrigo social em um lar de verdade

A arte de transformar uma casa de abrigo social em um lar de verdade

Projeto Arquitetando o Mundo pretende trazer mais aconchego para projetos sociais que abrigam quem está em situação de vulnerabilidade

Mecanismo biológico explica por que faz tanto bem fazer o bem

Mecanismo biológico explica por que faz tanto bem fazer o bem

Quem pratica generosidade exercita a compaixão, o que proporciona o sentimento de gratidão

Adoção de crianças e adolescentes com deficiência: O que é preciso saber

Adoção de crianças e adolescentes com deficiência: O que é preciso saber

Psicóloga da área de adoção da VIJ-DF responde às principais dúvidas sobre o tema em entrevista

Mais de 32 mil famílias têm desconto na conta de energia

Mais de 32 mil famílias têm desconto na conta de energia

Família de baixa renda que reside em moradia de aluguel ou imóvel cedido, onde a conta de energia está em nome do proprietário do imóvel, também pode solicitar o benefício

Campanha de Solidariedade do MTD fortalece os processos organizativos nas comunidades

Campanha de Solidariedade do MTD fortalece os processos organizativos nas comunidades

Cozinhas Populares em ocupações sem teto no bairro de Mangabeira.

“Vivemos uma crise muito grande da indiferença do outro”, afirma Jeferson Tenório

“Vivemos uma crise muito grande da indiferença do outro”, afirma Jeferson Tenório

"Ler é um ato transgressor", afirma Jeferson Tenório ao se despedir como patrono da Feira do Livro de Porto Alegre