×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 09 de dezembro de 2021

Militante negra e feminista: quem é a mulher coroada a mais bela do mundo

Militante negra e feminista: quem é a mulher coroada a mais bela do mundoFoto: Reproduição/Instagram

Zozibini Tunzi, 26, conquistou a coroa de Miss Universo neste domingo (11). No palco do evento, ela falou sobre o racismo que mulheres negras sofrem: "Hoje, uma mulher como eu é a mais bonita do mundo”

Natália Eiras - De Universa - 10/12/2019 - 07:55:15

No último domingo, Zozibini Tunzi fez mulheres como Rayssa Santana, ex-Miss Brasil, chorar. É que, ao receber a coroa de Miss Universo 2019, a jovem sul-africana fez questão de falar sobre o racismo sofrido pelas mulheres negras. "Finalmente mulheres como eu sabem que somos bonitas", disse em seu discurso de agradecimento.

Apesar de ter conquistado a mais importante coroa de beleza do planeta, Tunzi, 26, não tem uma carreira extensa nos concursos de beleza.


A primeira vez que ela competiu foi em 2017, quando se inscreveu no Miss África do Sul. Porém, não passou para a lista de 12 finalistas ao título. Uma das três filhas de Philiswa Nadapu e Lungisa Tunzi, a jovem deu uma pausa na carreira de miss para se formar em relações públicas na Universidade de Tecnologia de Cape Town, em 2018. Neste ano, se inscreveu novamente no concurso e conquistou a coroa de mais bela de seu país.

Nascida na cidade de Tsolo e criada em uma vila chamada Sidwadweni, Tunzi chegou a trabalhar no departamento de relações pública da agência Ogilvy, uma das mais importantes do mundo, quando teve que largar tudo para assumir as atividades de Miss África do Sul.

Mas, mesmo carregando a coroa na cabeça, Tunzi não deixou de lado as próprias convicções. Militante dos direitos das mulheres e crianças, a campanha de Zozibini para conquistar a coroa de Miss Universo incluiu uma parceria com o projeto HeForShe, campanha da Nações Unidas representada por celebridades como Emma Watson que convida homens a lutarem ao lado das mulheres pela igualdade de gênero.

E ela quis levar esse projeto também para o palco do concurso de beleza. Em suas redes sociais, a jovem pediu para que homens sul-africanos escrevessem mensagens de apoios às mulheres que foram colocados em laços. Os adereços fizeram parte do figurino usado por Zozibini no Miss Universo.

Porém, mais do que falar sobre os direitos das mulheres, Tunzi também usa a visibilidade que conquistou para chamar a atenção sobre racismo e a história de seu país natal, a África do Sul. O lugar em que nasceu foi colônia da Inglaterra e tem, em sua trajetória, um capítulo obscuro: o apartheid, sistema que segregava a população negra e que perdurou até 1994.

Por isso, Zozibini costuma publicar, entre fotos de maquiagens e looks em seu Instagram, mensagens sobre a importância do povo sul-africano resgatar suas origens.

"A África do Sul teve um passado muito difícil e hoje temos a possibilidade de nos orgulhar e celebrar nossas individualidades, identidades e nossa rica cultura juntos", escreveu a jovem no Dia do Patrimônio Cultural, comemorado no dia 21 de março. "Peço então que nós possamos abrir nossos corações e estender o nosso amor para o resto da África. Somos todos apenas um povo. Somos africanos."

A jovem costuma dar esse tipo de declaração por entender que é preciso usar a visibilidade que tem para algo maior. "Não sabemos o quão importante é a nossa voz até que a conquistamos", escreveu Zozibini em seu Instagram.

Após vencer o Miss Universo, a sul-africana voltou à rede social para agradecer o apoio de seus admiradores. "Hoje, uma porta abriu e eu não poderia estar mais grata em ser a pessoa que entrou por ela. Espero que cada garotinha que tenha testemunhado esse momento possa acreditar para sempre no poder de seus sonhos e que elas possam ver o rosto delas refletidos no meu."

Relacionadas

Top diz que engordou para ser plus size: "Não ficaria seca como a Gisele"

Lizzo posa nua nas redes sociais e é aplaudida por fãs: "Nossa rainha"

"Médico sugeriu que estava sendo má com o bebê por ser gorda e engravidar"

Comentários para "Militante negra e feminista: quem é a mulher coroada a mais bela do mundo":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Uma pista novinha para os skatistas de Águas Claras

Uma pista novinha para os skatistas de Águas Claras

Com a ajuda de aprendizes do RENOVADF, a pista de skate da quadra 107 ganha manutenção; outros 27 equipamentos na cidade passarão por reformas

UnB aprova título de Doutor Honoris Causa para o líder indígena Aílton Krenak

UnB aprova título de Doutor Honoris Causa para o líder indígena Aílton Krenak

Líder indígena e ambientalista Aílton Krenak receberá o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade de Brasília (UnB)

MST comercializa cesta de natal com produtos da reforma agrária

MST comercializa cesta de natal com produtos da reforma agrária

O período de entrega ou retirada das cestas será entre os dias 14 e 23 de dezembro.

Começa a 54ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

Começa a 54ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

Festival de Brasília do Cinema Brasileira será totalmente online e vai de 7 a 14 de dezembro; filmes poderão ser vistos de forma gratuita pela internet.

De olho na natureza, crianças participam do Natal no Cerrado

De olho na natureza, crianças participam do Natal no Cerrado

A ação contou com exposição de fotos, plantação de sementes e contação de história

Rede pública de ensino do DF amplia oferta de idiomas

Rede pública de ensino do DF amplia oferta de idiomas

Sofia de Souza, de 15 anos, pretende cursar alemão no Cemi Gama e conhecer a Alemanha

Grafite muda a paisagem da avenida W3 Sul

Grafite muda a paisagem da avenida W3 Sul

Douglas Retok conta que muitas vezes percorreu a W3 Sul em busca de um muro que servisse de suporte para sua arte

Artesãos brasilienses participam de feira em Belo Horizonte

Artesãos brasilienses participam de feira em Belo Horizonte

A artesã Tânia Rodrigues com a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça

Trânsito é liberado aos domingos e feriados na W3 Sul

Trânsito é liberado aos domingos e feriados na W3 Sul

A avenida volta a ter circulação de veículos

Museu da República no Distrito Federal exibe três mostras simultaneamente

Museu da República no Distrito Federal exibe três mostras simultaneamente

Cecília Lima, Raíssa Studart e Cléber Cardoso Xavier apresentam trabalhos produzidos durante residência artística em Olhos D’Água

Jardim Zoológico de Brasília recebe ursa ameaçada de extinção

Jardim Zoológico de Brasília recebe ursa ameaçada de extinção

Liz veio da Bahia especialmente para encontrar Ney. Expectativa é que o casal contribua para a preservação da espécie, ameaçada de extinção.