×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de maio de 2022

Militares e mercado encerram 2019 fechados com Jair Bolsonaro

Militares e mercado encerram 2019 fechados com Jair BolsonaroFoto: Gabriela Biló/Estadão

Conforme relato de um general, “as expectativas foram se adequando à realidade” no trato diário entre os militares e o presidente.

Estadão Conteúdo - 15/12/2019 - 11:36:10

Ao final deste primeiro ano de mandato, Jair Bolsonaro conseguiu aplicar uma massa corrida nas rachaduras surgidas em dois dos principais pilares de seu governo: os “M&Ms” (militares e mercado). No grupo dos fardados ainda restam arestas a aparar, mas a sensação é de que o pior já passou e a relação caminha para um ponto de equilíbrio, após desilusões dos dois lados. No mercado, reina a percepção de um Paulo Guedes muito independente, altivo, em um governo reformista e bastante favorável à criação de um ambiente legal para negócios.

Deu certo? A aprovação da previdência dos militares era a prioridade zero para melhorar a relação do presidente com os generais após a demissão de Santos Cruz do Planalto . Em sentido contrário, porém, a reestruturação das carreiras criou insatisfações na base.

Caminhão de melancia. Conforme relato de um general, “as expectativas foram se adequando à realidade” no trato diário entre os militares e o presidente.

Lista tríplice. As arestas a serem aparadas na relação Bolsonaro-militares atendem por Abraham Weintraub , Argentina e filhos do presidente. Os fardados querem a demissão do ministro, a distensão das relações com os hermanos e o freio de mão dos “meninos” puxado.

CLICK. Na COP-25, Marina Silva (Rede), ex-ministra do Meio Ambiente, vestida com camiseta em apoio à ativista Greta Thunberg: “Na luta desde pirralha”.

Em vão. Ao saber que o TCU poderia aprovar uma inspeção para apurar se Estados nordestinos foram discriminados pela Caixa , o presidente do banco, Pedro Guimarães , sugeriu a seus comandados atuar para evitar a investigação.

Oxente. Segundo relatos, Guimarães disse que a contenção dos empréstimos ao Nordeste , região de maior resistência ao bolsonarismo, foi feita para “agradar ao chefe (Bolsonaro) do meu chefe (Guedes)”.

Em nota. A Caixa afirma que a inspeção faz parte da rotina de trabalho do órgão de controle após o recebimento de uma denúncia.

Preço… A projeção de Simone Tebet (MS) no Senado foi interpretada por colegas dela como um sinal de que suas ambições futuras não incluem mais o sonho de comandar a Casa.

…da fama. Com movimentos arrojados, Simone ganhou visibilidade nacional e se cacifou para voos eleitorais mais altos. Criou, porém, um certo desgaste com colegas que não gostaram da forma como ela conduziu a delicada pauta da prisão após segunda instância na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

SINAIS PARTICULARES.
Simone Tebet, senadora (MDB-MS)

Balanço. A AGU quintuplicou o número de acordos fechados neste ano (16 mil) em relação a 2018. O órgão economizou R$ 2 bilhões com descontos nos valores devidos e redução de custos das ações.

Climão. O grupo Muda Senado não participou do jantar de confraternização oferecido pelo presidente Davi Alcolumbre . O encontro foi realizado na residência oficial do Senado e a ausência foi vista como um boicote por quem esteve lá.

Álibi. Um dos expoentes do grupo, Álvaro Dias disse à Coluna que ele e outros cinco senadores faltaram ao jantar porque acompanhavam no TSE o julgamento que cassou o mandato da senadora Selma Arruda . O senador negou que tenha havido um boicote ao evento de Alcolumbre.

BOMBOU NAS REDES!

Janaina Paaschoal, deputada estadual (PSL-SP): ‘Estão defendendo a redução da PEC (da segunda instância). Eu sustento que ela deve ser ampliada! Pela segurança jurídica, pela solução dos conflitos!”

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, MARIANA HAUBERT E MARIANNA HOLANDA. COLABOROU BRENO PIRES.

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Comentários para "Militares e mercado encerram 2019 fechados com Jair Bolsonaro":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Com incertezas externas, fusões e aquisições passam por desaceleração

Com incertezas externas, fusões e aquisições passam por desaceleração

No ano passado, um total de 1.627 transações de fusão e aquisição ocorreram no País - avanço de 46% em relação a 2020

Quatro em cada dez brasileiros estão inadimplentes

Quatro em cada dez brasileiros estão inadimplentes

O total de inadimplentes, hoje, não é uma marca recorde. O maior contingente foi de 63,08 milhões, atingido em novembro de 2018, segundo a série do SPC Brasil, iniciada em janeiro de 2015.

Livro de Pochmann aborda abandono de projetos de país e ‘cancelamento do futuro’

Livro de Pochmann aborda abandono de projetos de país e ‘cancelamento do futuro’

Professor e economista reflete sobre transformações truncada do país e sua reprodução de um “passado trágico”

Consumidor deixa de pagar conta de luz para comprar alimentos

Consumidor deixa de pagar conta de luz para comprar alimentos

Desde que foi demitida de uma empresa de serviço de limpeza, Viviane vive com o seguro-desemprego de R$ 1.200. Foi a primeira vez que ela ficou inadimplente com o pagamento da conta de luz.

Preço do etanol cai em 16 Estados e no DF na semana, afirma ANP

Preço do etanol cai em 16 Estados e no DF na semana, afirma ANP

Na comparação mensal, o preço médio do biocombustível no País subiu 6,16%. O Estado com maior alta no período foi Alagoas, com 10,35% de valorização mensal do etanol, para R$ 5,746.

Jornalista brasileiro na Ucrânia preocupado que guerra comece a ser esquecida

Jornalista brasileiro na Ucrânia preocupado que guerra comece a ser esquecida

Jornalista brasileiro Hugo Bachega está acompanhando de perto a guerra na Ucrânia

Vale põe à venda áreas invadidas no Pará

Vale põe à venda áreas invadidas no Pará

Empresa desencoraja visitas de interessados por causa da violência

Exportações de café solúvel do Brasil caem 4,7% devido ao conflito entre Ucrânia e Rússia

Exportações de café solúvel do Brasil caem 4,7% devido ao conflito entre Ucrânia e Rússia

As vendas de café solúvel do Brasil no exterior caíram 4,7% no primeiro trimestre de 2022 devido ao conflito entre Rússia e Ucrânia. A projeção anual de perdas no setor é de cerca de US$ 100 milhões (R$ 505,5 milhões), disse uma associação da indústria na sexta-feira (13).

Brasileiro, porta-voz do Ocha, relata drama de ucranianos evacuados de Mariupol

Brasileiro, porta-voz do Ocha, relata drama de ucranianos evacuados de Mariupol

Civis de Mariupol deixam região após mais de dois meses sitiados.

Egito e Brasil começarão a negociar aumento de exportação de fertilizantes egípcios

Egito e Brasil começarão a negociar aumento de exportação de fertilizantes egípcios

Cairo assumiu o compromisso de dar prioridade às demandas de fertilizantes pedindo em contrapartida que tenha preferência no setor de exportação de frutas brasileiras.

Brasil 'está completamente perdido' em estratégia de semicondutores, diz economista

Brasil 'está completamente perdido' em estratégia de semicondutores, diz economista

A crise dos semicondutores tem gerado diversos problemas à indústria brasileira, principalmente a automotiva. A Sputnik Brasil entrevistou especialistas e representantes do setor de semicondutores para discutir como o Brasil pode se proteger de crises futuras.