×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 16 de maio de 2022

Ministério Público do DF fiscaliza instituições que recebem recursos públicos

Ministério Público do DF fiscaliza instituições que recebem recursos públicosFoto: Secretaria de Comunicação do MPDFT

Entidades precisam prestar contas anualmente à Promotoria de Justiça de Fundações. Além da vistoria, os responsáveis receberam orientações sobre normas contábeis

Secretaria De Comunicação Do Mpdft - 04/12/2019 - 19:24:52

Na última semana, entre os dias 26 e 28 de novembro, representantes da Promotoria de Justiça de Fundações e Entidades de Interesse Social (PJFeis) visitaram três entidades que recebem recursos públicos para a manutenção de suas atividades. Além de verificar as condições de funcionamento, o objetivo da visita também foi orientar sobre as normas de contabilidade, análise de documentos e inspeção dos livros contábeis.

A instituição Obras Assistenciais Padre Natale Batezzi recebeu a equipe do Ministério Público na última quinta-feira, 28. A entidade celebrou termo de cooperação com o governo local para receber R$ 33 milhões entre 2017 e 2022, para a manutenção de três Centros Educacionais da Primeira Infância (Cepi), que atendem cerca de 800 crianças de 2 a 3 anos em período integral, no Gama e em Santa Maria. A entidade oferece atividades no contraturno escolar para 60 crianças e adolescentes de 6 a 15 anos.


Em 27 de novembro, o promotor de Justiça Evandro Manoel da Silveira Gomes e peritos em Contabilidade da PJFeis estiveram na Casa do Candango. A instituição possui termo de cooperação com a Secretaria de Educação que prevê o repasse, entre 2017 e 2022, de R$ 15 milhões para manutenção da creche que atende 340 crianças e fica localizada na Asa Sul. A entidade recebeu da Secretaria de Desenvolvimento Social R$ 5 milhões em 2018 para atender 50 idosos em Sobradinho.

A Associação Beneficente Coração de Cristo, no Recanto das Emas, foi vistoriada em 26 de novembro. Para a manutenção de oito Centros Educacionais da Primeira Infância (Cepi), que atendem 1230 crianças em período integral, a entidade celebrou convênio com a Secretaria de Educação do DF para recebimento de R$ R$ 30 milhões entre 2017 e 2022.

Nas três instituições, foram verificadas as instalações físicas, condições de funcionamento, bem como a análise de documentos e a inspeção dos livros contábeis. Os peritos do Ministério Público orientaram sobre o cumprimento dos estatutos e a observância de normas de contabilidade. A situação das entidades fiscalizadas pela PJFeis pode ser consultada pelo site do MPDFT:

http://www.mpdft.mp.br/portal/index.php/servicos-menu/pjfeis-emissao-de-atestado


Comentários para "Ministério Público do DF fiscaliza instituições que recebem recursos públicos":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Receita Federal alerta para golpe na restituição do Imposto de Renda

Receita Federal alerta para golpe na restituição do Imposto de Renda

Órgão lembra que é preciso ter cuidado com e-mails

Exposição apresenta olhar de embaixadores sobre Brasília

Exposição apresenta olhar de embaixadores sobre Brasília

Mostra de fotos foi inaugurada no Museu de Arte de Brasília (MAB) e evidencia o olhar de diplomatas sobre a capital federal

Pesquisa da UFMG mostra subnotificação de casos de covid-19 em 2020

Pesquisa da UFMG mostra subnotificação de casos de covid-19 em 2020

Estudo analisou dados em Belo Horizonte, Salvador e Natal

Racismo torna mulheres negras invisíveis na política do DF

Racismo torna mulheres negras invisíveis na política do DF

"Se não estamos no mercado de trabalho ou no parlamento, não estamos em lugar nenhum”, diz representante de Frente

Anvisa para de testar presença de agrotóxicos nos alimentos

Anvisa para de testar presença de agrotóxicos nos alimentos

A agência suspendeu monitoramento em 2020 , usando pandemia como justificativa

Diretora da Anvisa diz que há pressão de líderes do Centrão para tirá-la

Diretora da Anvisa diz que há pressão de líderes do Centrão para tirá-la

"Fico assustada com as coisas que acontecem lá dentro (da Anvisa). Existe uma influência enorme das indústrias, uma influência enorme do Congresso", disse ao blog.

Incra suspende atividades que envolvam deslocamentos por falta de recursos

Incra suspende atividades que envolvam deslocamentos por falta de recursos

A autarquia informou que o motivo é a falta de recursos do Orçamento

Golpe do leilão cresce na pandemia e 2 mil sites falsos são identificados

Golpe do leilão cresce na pandemia e 2 mil sites falsos são identificados

"O pagamento das mercadorias arrematadas em leilão é feito por meio de Documento de Arrecadação Federal (Darf) e nunca mediante depósitos ou transferências para contas de terceiros"

Falta de engajamento da população para finalizar ciclo vacinal contra à Covid-19 preocupa

Falta de engajamento da população para finalizar ciclo vacinal contra à Covid-19 preocupa

Disponibilidade de leitos pós-pandemia, dengue e planejamento orçamentário da SES foram outros itens debatidos em reunião entre o MPDFT e a SES nesta quarta-feira, 11 de maio

Racismo torna mulheres negras invisíveis na política do DF

Racismo torna mulheres negras invisíveis na política do DF

"Se não estamos no mercado de trabalho ou no parlamento, não estamos em lugar nenhum”, diz representante de Frente

Exposição de Otoniel Fernandes traz novo olhar sobre os espaços de Brasília

Exposição de Otoniel Fernandes traz novo olhar sobre os espaços de Brasília

A exposição segue até o dia 27 de maio