×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 16 de maio de 2022

Ministério Público do DF ofereceu, em 22 meses, 506 denúncias contra crimes sexuais, sendo 253 por estupro

Ministério Público do DF ofereceu, em 22 meses, 506 denúncias contra crimes sexuais, sendo 253 por estuproFoto: Mpdft

Os processos de importunação sexual ficaram em segundo lugar, com 218 casos encaminhados para julgamento

Manoela Alcântara - Metrópoles - 12/01/2021 - 04:59:19

Nos últimos 22 meses, entre janeiro de 2019 e outubro de 2020, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) ofereceu à Justiça 506 denúncias de crimes contra a liberdade sexual.

Levantamento obtido a partir do cruzamento de dados armazenados nos sistemas da instituição mostra que o crime de estupro lidera o ranking no período apurado, com 253 denúncias apresentadas à Justiça pelos promotores.

Os processos de importunação sexual ficaram em segundo lugar, com 218 casos encaminhados para julgamento. Assédio e violação sexual mediante fraude ocupam a terceira e a quarta colocações, com 20 e 15 denúncias, respectivamente.

Com exceção dos casos de estupro e considerando o mesmo período dos anos de 2019 e 2020, houve crescimento no número de denúncias encaminhadas pelo MPDFT ao Judiciário, no ano passado, em relação aos demais crimes. As informações foram consolidadas no Relatório Técnico nº 058, de novembro de 2020, elaborado pela Corregedoria do MPDFT, a pedido do Núcleo de Gênero (NG).

Para a coordenadora do NG/MPDFT, promotora de Justiça Mariana Távora, dar publicidade a esses dados é uma forma de oferecer transparência à atuação das instituições responsáveis pela persecução penal. No entanto, ela avalia que ainda há necessidade de melhoria do sistema, que ainda não permite quantificar as sentenças absolutórias e condenatórias.

“Este documento é muito relevante para pensarmos em políticas criminais voltadas à prevenção dos crimes contra a liberdade sexual e sobre a necessidade de aprimorar nossos sistemas”, afirmou a promotora.

Comentários para "Ministério Público do DF ofereceu, em 22 meses, 506 denúncias contra crimes sexuais, sendo 253 por estupro":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Começa prazo para pagar primeira parcela ou cota única do IPTU

Começa prazo para pagar primeira parcela ou cota única do IPTU

Neste ano, o IPTU poderá ser pago em seis cotas, em vez de quatro. O desconto da cota única também está maior, passando de 5% para 10%

O que o TSE mudou na política de transparência para as eleições de 2022? Entenda 10 medidas

O que o TSE mudou na política de transparência para as eleições de 2022? Entenda 10 medidas

Justiça Eleitoral apresentou documento com Plano de Ação para Ampliação da Transparência do Processo Eleitoral

Oposições tentam afunilar candidaturas ao governo do Distrito Federal

Oposições tentam afunilar candidaturas ao governo do Distrito Federal

Grupos políticos buscam formar alianças amplas para derrotar governador Ibaneis Rocha (MDB), que tentará reeleição

1ª primeira parcela e cota única do IPTU vencem hoje no DF

1ª primeira parcela e cota única do IPTU vencem hoje no DF

Imposto pode ser pago em até seis cotas

Procurando emprego? Há 335 vagas nesta segunda-feira

Procurando emprego? Há 335 vagas nesta segunda-feira

São oportunidades disponíveis em diversas áreas de atuação e em todas as regiões administrativas do DF

Receita Federal alerta para golpe na restituição do Imposto de Renda

Receita Federal alerta para golpe na restituição do Imposto de Renda

Órgão lembra que é preciso ter cuidado com e-mails

Exposição apresenta olhar de embaixadores sobre Brasília

Exposição apresenta olhar de embaixadores sobre Brasília

Mostra de fotos foi inaugurada no Museu de Arte de Brasília (MAB) e evidencia o olhar de diplomatas sobre a capital federal

Pesquisa da UFMG mostra subnotificação de casos de covid-19 em 2020

Pesquisa da UFMG mostra subnotificação de casos de covid-19 em 2020

Estudo analisou dados em Belo Horizonte, Salvador e Natal

Racismo torna mulheres negras invisíveis na política do DF

Racismo torna mulheres negras invisíveis na política do DF

"Se não estamos no mercado de trabalho ou no parlamento, não estamos em lugar nenhum”, diz representante de Frente

Anvisa para de testar presença de agrotóxicos nos alimentos

Anvisa para de testar presença de agrotóxicos nos alimentos

A agência suspendeu monitoramento em 2020 , usando pandemia como justificativa

Diretora da Anvisa diz que há pressão de líderes do Centrão para tirá-la

Diretora da Anvisa diz que há pressão de líderes do Centrão para tirá-la

"Fico assustada com as coisas que acontecem lá dentro (da Anvisa). Existe uma influência enorme das indústrias, uma influência enorme do Congresso", disse ao blog.