×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 24 de outubro de 2021

Ministro Bruno Dantas. Torneira fechada para o governo de Brasília

Ministro Bruno Dantas. Torneira fechada para o governo de BrasíliaFoto: Wikipedia

Data de validade

Por Ana Maria Cmpos-eixo Capital - 03/04/2019 - 14:24:05

O ministro Bruno Dantas, do Tribunal de Contas da União (TCU), disse ontem em entrevista ao programa CB.Poder que não há saída: o GDF terá de discutir um cronograma de pagamentos para devolver aos cofres da União o imposto de renda retido no tesouro local dos servidores da segurança pública. São R$ 10 bilhões, além do desconto anual de R$ 700 milhões que começa a valer já em 2019. A decisão foi tomada pela corte na semana passada. O governador Ibaneis Rocha prometeu recorrer à Justiça. Se já não tinha dinheiro suficiente para os reajustes prometidos, agora piorou. E muito. Mas a perda de receita não deixa de ser uma boa saída para uma justificativa política de Ibaneis aos servidores.

 (Carlos Vieira/CB/D.A Press)

Vitória da comandante-geral da PM

A Casa Militar, que foi foco de tensões desde a transição, continua rendendo. O órgão que quase foi extinto teve a primeira baixa do alto escalão do governo Ibaneis Rocha. O governador limitou-se a dizer que “embates” levaram à troca. Nomeado no primeiro dia de janeiro, o coronel Júlio César Lima de Oliveira era um adversário da comandante-geral da PM, coronel Sheyla Sampaio, e defendia a escolha de um oficial mais antigo para a chefia da corporação. O novo chefe da Casa Militar, tenente-coronel Marcus Paulo Koboldt, por sua vez, é da turma de formação da coronel Sheyla. Sinal de que ela está conquistando espaço na área de segurança pública. A Casa Militar é considerada um cargo estratégico na PM, cujo chefe é uma pessoa que mantém relações próximas com o governador e sua família.

Data de validade

A decisão que suspendeu a posse de Fernando Leite como presidente da Caesb tem data de validade. O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) considera que os efeitos da pena de condenação por improbidade administrativa, que levaram à Justiça a suspender a posse, se encerram em setembro. Se a defesa não conseguir cassar a liminar, ele poderá voltar ao cargo em quatro meses. De qualquer forma, o advogado Herman Barbosa, que representa Fernando Leite, vai recorrer. O argumento é de que no país vale execução da pena de prisão a partir da condenação em segunda instância e, então, por que não contaria da mesma forma para casos de suspensão dos direitos políticos. Nessa lógica, a pena foi executada entre 2011 e 2014, quando Fernando Leite deixou de exercer cargos públicos.

Na coordenação, sem salário

Na reunião de ontem do governador Ibaneis Rocha com o secretariado, o empresário José Humberto Pires foi uma das estrelas. O ex-secretário de Governo, da gestão Arruda, é o coordenador do programa SOS DF, carro-chefe da atual administração, com medidas emergenciais em várias áreas. Mas ajuda como voluntário, sem receber salário.

 (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
 (Antonio Cunha/CB/D.A Press)

Voluntários

O governo Ibaneis Rocha tem outros dois colaboradores voluntários: o presidente da Ademi (Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do DF), Paulo Muniz, e a ex-secretária de Trabalho e Desenvolvimento Social do governo Rollemberg Ilda Peliz, ex-presidente da Abrace.

Prioridade

O recado do governador Ibaneis Rocha ontem na reunião com a sua equipe foi bem claro: não tem dinheiro e a prioridade é honrar em dia os salários. Só não entende quem não quer.

 (Minervino Junior/CB/D.A Press)

Vida longe da política partidária

O ex-deputado Chico Leite está gostando da vida longe da Câmara Legislativa. De volta ao Ministério Público do DF, ele está cuidando da saúde, praticando exercícios físicos e fazendo um mestrado em direito penal, com foco em combate à corrupção. No fim de 2020, Chico Leite pode se aposentar e, se quiser, tentar novo mandato nas próximas eleições. Mas o ex-distrital está longe de tomar uma decisão. Nem precisa pensar nisso agora.

 (Reprodução/Internet)

Um brigadeiro na comunicação da segurança pública

A Secretaria de Segurança Pública tem um novo assessor de comunicação. É o brigadeiro do ar Antonio Ramirez Lorenzo, que comandou a comunicação social da Aeronáutica no governo do presidente Michel Temer. O oficial tem um extenso currículo. Ao longo da carreira acumulou 2,3 mil horas de voo. Foi Adido de Defesa e Aeronáutico junto à Embaixada da França e Bélgica, chefe da Divisão de Operações do Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR), comandante do Primeiro Grupo de Aviação de Caça e chefe da assessoria de imprensa da FAB.

 (Jefferson Rudy/Agência Senado)

Incentivos

O senador José Antônio Reguffe (Sem partido/DF) já tem conversado com alguns amigos da política sobre as eleições de 2022. Não faltam incentivos para que dispute o Palácio do Buriti.

Comentários para "Ministro Bruno Dantas. Torneira fechada para o governo de Brasília":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
'Nada pode me limitar ou definir', diz a modelo com síndrome de Down

'Nada pode me limitar ou definir', diz a modelo com síndrome de Down

O sonho de ser modelo, ela relata, começou aos 16 anos, quando foi internada com meningite bacteriana e ficou dez dias em coma.

Inquérito que investiga loja da Zara por abordagem racista será enviado ao MP

Inquérito que investiga loja da Zara por abordagem racista será enviado ao MP

Segundo as investigações da polícia, o gerente cometeu atitude discriminatória contra a delegada Ana Paula Barroso, que é negra no último dia 14 de setembro.

Campanha da ONU chama atenção para direitos das crianças refugiadas

Campanha da ONU chama atenção para direitos das crianças refugiadas

Quase 1 milhão de crianças nasceram como refugiadas entre 2018 e 2020

Mulher acusada de homofobia em padaria de SP é condenada a indenizar balconista

Mulher acusada de homofobia em padaria de SP é condenada a indenizar balconista

"Ainda que a ré seja incapaz, sobre o que não produziu sequer começo de prova, tal condição não afasta sua responsabilidade pelos prejuízos a que der causa", observou a juíza.

Distribuição de absorventes faz cair evasão escolar

Distribuição de absorventes faz cair evasão escolar

A "pobreza menstrual" era um tema de pouca repercussão na época e não motivava projetos de lei como hoje, a exemplo do vetado nesta semana pelo presidente Jair Bolsonaro. E passava longe de ser associado ao cotidiano de meninas.

Fachin manda União distribuir testes de covid e máscaras N95 entre quilombolas

Fachin manda União distribuir testes de covid e máscaras N95 entre quilombolas

Em decisões anteriores, Fachin já havia determinado à União que apresentasse as medidas sanitárias relativas à covid-19 nas comunidades quilombolas

Coletivo vai mapear cultura LGBTQI+ do Distrito Federal

Coletivo vai mapear cultura LGBTQI+ do Distrito Federal

Prazo para repostas ao mapeamento é até 17 de dezembro - Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Dia Internacional promove educação e maior consciência da não-violência

Dia Internacional promove educação e maior consciência da não-violência

Selo emitido pela Administração Postal da ONU com uma pintura de Mahatma Gandhi de Ferdie Pacheco em Comemoração do Dia Internacional da Não-Violência

ONU quer agir rápido em favor da igualdade de gêneros na liderança global

ONU quer agir rápido em favor da igualdade de gêneros na liderança global

Apenas 18 mulheres discursaram nos debates de alto nível da Assembleia Geral em 2021

Refugiados LGBTQIA+ no Brasil enfrentam discriminação, violência e desemprego

Refugiados LGBTQIA+ no Brasil enfrentam discriminação, violência e desemprego

Refugiados venezuelanos são registrados na Polícia Fedral de Boa Vista para emissão e regularização de documentos.

Senador Contarato dá aula a quem não merece um segundo de fama

Senador Contarato dá aula a quem não merece um segundo de fama

O Zé Ninguém