×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 04 de dezembro de 2021

Ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles: Greta Thunberg está sendo usada

Ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles: Greta Thunberg está sendo usadaFoto: Pública

Ministro do Meio Ambiente critica países ricos e diz que antecessores no cargo não tinham controle sobre prazos e metas de projetos

Rodolfo Costa-correio Braziliense - 20/12/2019 - 11:21:53

A moralização, a racionalidade e o bom senso sem ideologia ditaram o ritmo da política ambiental no primeiro ano do governo de Jair Bolsonaro, segundo afirmou o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, em entrevista, ontem, ao programa CB Poder, uma parceria entre o Correio e a TV Brasília.


Salles negou a existência de uma guerra entre o governo e as organizações não governamentais (ONGs) ambientais e defendeu o presidente da República acerca das recentes provocações feitas à ativista sueca Greta Thunberg. O ministro voltou a demonstrar frustração com a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (Cop-25) de 2019, e associou as críticas ao governo a ações tomadas para o combate ao desmatamento ilegal na Amazônia.



O ministro criticou o protecionismo de países ricos em não regulamentar a comercialização de créditos de carbono no mercado internacional e a resistência dessas potências mundiais a discutir a mudança da base energética dos combustíveis fósseis. Também não faltaram alfinetadas de Salles a antecessores do governo, acusando-os de descontrole sobre prazos, metas e objetivos de projetos aprovados. “No fundo, davam dinheiro e torciam para dar certo”, declarou.


Quanto à regularização fundiária e à bioeconomia, o ministro defendeu o trabalho feito pelo governo para conter o admitido desflorestamento no Brasil. E endossou o discurso do presidente Jair Bolsonaro sobre a soberania do país em relação à Amazônia Legal. Veja os principais pontos da entrevista:


"Fizemos um levantamento prévio nos convênios e percebemos um descontrole total sobre o conteúdo, os prazos, as metas, os objetivos de cada projeto que eram aprovados. No fundo, davam dinheiro e torciam para dar certo"



Cop-25

Nós esperávamos que essa Cop resultasse na regulamentação do artigo 6º do Acordo de Paris. Para quem não conhece muito esse tema, é o artigo que permite que haja, efetivamente, um mercado de transação de créditos de carbono que, para o Brasil, seria uma grande oportunidade, uma vez que temos florestas, boas práticas na agricultura, uma série de avanços de modernização da indústria. Então, regulamentar esse artigo era o grande objetivo da Cop e, em razão da posição extremamente protecionista dos países ricos, nós não conseguimos avançar no acordo.



Matriz energética

A poluição nos centros urbanos no Brasil só não é pior porque os veículos são movidos, em grande medida, por etanol. Esses são os temas importantes que temos que resolver no Brasil. Na Cop ficou claro que os países ricos não querem tratar de mudança da base energética dos combustíveis fósseis, porque, para eles, é um problema. Ficam discutindo uso do solo, agricultura, outros temas em paralelo, para desviar a discussão da matriz energética. No Brasil, 84% da matriz energética é limpa.





Primeiro ano

Sou suspeito para dar nota para mim mesmo, mas o governo fez muita coisa em curto espaço de tempo. Avançou muito, colocou racionalidade, bom senso. Teve preocupação com a população brasileira em primeiro lugar, ou seja, não em fazer média ou tomar decisões que são, muitas vezes, aplaudidas por alguns, mas que não trazem benefícios ou até mesmo prejudicam pessoas, setores e regiões.





Polêmicas

O tema ambiental é extremamente importante, pois diz respeito à qualidade de vida das pessoas, do presente e do futuro. O governo tem feito tudo o que pode para tomar medidas de cuidado, de preservação, mas que sejam efetivas, não meramente um discurso ou uma desculpa para transferir dinheiro para amiguinho do governo. É um tema que desperta, evidentemente, muitas paixões, porque diz respeito a todos nós, então, muitas vezes, as discussões, em vez de serem feitas no campo da razão, do bom senso, do equilíbrio, são tratadas do ponto de vista mais emocional.





Dinheiro para amiguinhos?

Quando nós fizemos o levantamento prévio nos convênios, dos acordos, percebemos um descontrole total sobre o conteúdo, os prazos, as metas, objetivos de cada projeto que eram aprovados. No fundo, davam dinheiro e torciam para dar certo. E não se tinha esse controle.





Aumento do desmatamento

O desmatamento é um fato, vem crescendo desde 2012. Ele era três vezes o que é este ano, nós estamos a 1/3 do que já foi, em 2004 e 2005. Baixou até 2012 e voltou a crescer de maneira ininterrupta até agora. Se não atacarmos a fonte, a origem do desmatamento ilegal... por que ele acontece? Por que a Amazônia continua tendo aumento do desmatamento ilegal? Precisamos fazer a regularização fundiária, número um de todos. Número dois, zoneamento econômico e ecológico, para estabelecer justamente as potencialidades, critérios e oportunidades. Três, pagamento por serviços ambientais e créditos de carbono. Nós fizemos a nossa parte, fomos à Cop para buscar recursos para robustecer o pagamento de serviços ambientais e créditos de carbono. Quarto lugar, a bioeconomia, dar ganho econômico, dar uma tangibilidade econômica para a biodiversidade que está na Amazônia.





Greta Thunberg

O que o presidente expressou, da forma sempre muito sincera que ele faz, foi de que ela está sendo usada. Primeiro, é uma menina de 16 anos que vive em um país rico, com as melhores condições de vida. Se você for à casa da Greta, provavelmente ela é melhor que a da classe média para cima brasileira. Então, as meninas brasileiras pobres, da Região Norte, que não têm saúde, que engravidam cedo, que não têm tratamento de esgoto em casa, essas meninas também têm direito de dizer “olha, não bloqueiem os nossos desenvolvimentos aqui para a região, porque senão vamos continuar na pobreza”. Acho que a sociedade acabou criando, em vários temas, e o tema ambiental foi um deles, alguns rótulos e algumas posições que não permitem que você discuta as coisas de maneira racional.



Comentários para "Ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles: Greta Thunberg está sendo usada":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Estação Plural da Bienal do Livro do Rio destacará vozes LGBTQIAP+

Estação Plural da Bienal do Livro do Rio destacará vozes LGBTQIAP+

Diversidade sexual e identidade de gênero estarão em debate no evento

Campanha sobre HIV/Aids disponibiliza testagem gratuita no DF

Campanha sobre HIV/Aids disponibiliza testagem gratuita no DF

Stand montado na Rodoviária do Plano Piloto tem distribuição gratuita de preservativos e de auto-teste para HIV / Geoavana Albuquerque/Agência Saúde-DF

Idosos reivindicam visibilidade e enfrentamento ao preconceito

Idosos reivindicam visibilidade e enfrentamento ao preconceito

Martins Machado defendeu a conscientização sobre as formas de preconceito e violência contra a pessoa idosa

“UNA-SE pelo Fim da Violência contra as Mulheres até 2030”

“UNA-SE pelo Fim da Violência contra as Mulheres até 2030”

ONU Mulheres aborda o potencial do esporte para o empoderamento de meninas na campanha “UNA-SE pelo Fim da Violência contra as Mulheres até 2030”

Menina tem as tranças cortadas por colega em escola de Santa Catarina

Menina tem as tranças cortadas por colega em escola de Santa Catarina

A polícia encara o caso, denunciado no último dia 16 de novembro, como ato infracional análogo ao crime de injúria racial. O episódio ocorreu no dia 3 de novembro.

O racismo joga em todas posições no futebol

O racismo joga em todas posições no futebol

Na semana passada, Adriana, do time feminino do Corinthians, foi vítima de racismo por uma jogadora do Nacional de Montevidéu e recebeu, ainda em campo, a solidariedade das colegas

Aprenda para nunca mais dizer: 3 frases que parecem ingênuas, mas alimentam o racismo

Aprenda para nunca mais dizer: 3 frases que parecem ingênuas, mas alimentam o racismo

O Dia da Consciência Negra é uma tentativa de, ao menos uma vez no ano, estimular um debate sobre as desigualdades e celebrar a contribuição do povo negro para a cultura, a ciência, a economia e a política do Brasil

Crianças e jovens com TEA lançam vídeo no Cine Brasília

Crianças e jovens com TEA lançam vídeo no Cine Brasília

A música cantada no vídeo, música From now on, fala sobre o desenvolvimento do potencial de pessoas autistas

Juízes fazem caminhada contra o racismo e a desigualdade

Juízes fazem caminhada contra o racismo e a desigualdade

Evento foi organizado pela Associação dos Magistrados Brasileiros

Senado aprova projeto que classifica injúria racial como racismo; texto segue para a Câmara

Senado aprova projeto que classifica injúria racial como racismo; texto segue para a Câmara

O projeto retira a menção à raça e etnia do item específico do Código Penal (art. 140) e insere novo artigo na Lei de Crimes Raciais, definindo pena de multa e prisão de dois a cinco anos

20 de novembro: Negue a brancura da consciência

20 de novembro: Negue a brancura da consciência

Ao internalizar o racismo mutilamos os nossos sonhos, não vivemos em plenitude, submetemo-nos às humilhações dos brancos e reproduzimos o racismo contra outros negros