×
ContextoExato
Responsive image

Ministro do STF diz que encontro ministerial era reunião de insanos

Ministro do STF diz que encontro ministerial era reunião de insanosFoto: Metrópoles

Magistrados afirmavam ser melhor ter conhecimento integral da fita antes de tomar posição mais contundente

Estadão Conteúdo - 13/05/2020 - 10:07:49

Ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) defendiam cautela diante das versões divulgadas sobre o vídeo da reunião em que Jair Bolsonaro ameaça demitir Sergio Moro se não houvesse mudança na superintendência da PF (Polícia Federal) do Rio de Janeiro.

CALMA

Diante da gravidade do que foi ventilado, alguns magistrados afirmavam ser melhor ter conhecimento integral da fita antes de tomar posição mais contundente, já que as falas do presidente podem estar sujeitas a várias interpretações.

DOIS PESOS

Uma delas, mais generosa, é a de que Bolsonaro estava preocupado com a segurança da famíli a. A outra é de que apenas queria blindar os filhos.

DEPRESSA

O ministro Celso de Mello, que relata o caso, deve receber em breve transcrição integral das falas.

OS INSANOS

Um dos ministros diz que, diante das falas de ministros como Abraham Weintraub, do MEC, que defendeu a prisão dos integrantes do STF, ou de Damares Alves, que defendeu a prisão de governadores e prefeitos, diante de generais calados, já é possível ao menos uma conclusão: trata-se de um grupo de insanos no coração do governo.

QUARENTENA

com BRUNO B. SORAGGI, BIANKA VIEIRA e VICTORIA AZEVEDO

Comentários para "Ministro do STF diz que encontro ministerial era reunião de insanos":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório