×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 28 de junho de 2022

Mulher negra é agredida por multidão de apoiadores de Trump

Mulher negra é agredida por multidão de apoiadores de TrumpFoto: Reprodução/Internet)

Fotos da agressão viralizaram e causaram grande indignação. Autoridades investigam o caso como crime de ódio

Glamour - G1.com - 10/01/2021 - 20:19:51

Uma mulher negra foi atacada por dezenas de apoiadores de Donald Trump, segundo informações do Washington Post. O grupo tentou espancar a jovem Berlinda Nibo, de 25 anos e arrancou sua peruca. Embora ninguém tenha sido preso, o Departamento de Polícia de Los Angeles está investigando o caso como sendo um crime de ódio.

Berlinda encontrou apoiadores do presidente, que protestavam contra possíveis fraudes na eleição, na quarta-feira (6). Espantada com a cena, ela começou a transmitir o evento ao vivo, levando os manifestantes, a maioria deles sem máscara, a perguntar se ela havia votado no Trump. Berlinda respondeu com o dedo médio e se virou para voltar pra casa. Mas eles a seguiram.

“Foi isso que fez todos eles pularem e me empurrar”, disse ela, que reforçou que foi encurralada por 30 a 40 apoiadores de Trump. Nas fotos do ataque capturadas pela fotógrafa Raquel Natalicchio, Berlinda pode ser vista tentando se defender enquanto a multidão a espancava, arrancava sua peruca e a pulverizava com spray de pimenta. Um homem usando um boné Trump 2020, entretanto, abraçou a jovem e tentou protegê-la.

Em uma entrevista à KTTV, ela disse: “O tempo todo, ele sussurrava em meu ouvido: 'Não se mexa, eles estão tentando matar você, estão tentando matar você'”. Se o homem não tivesse colocado seu corpo entre mim e o resto da multidão, essas pessoas teriam literalmente mematado”. Mais tarde, ela disse ao BuzzFeed News que ele a agarrou com tanta força que seu peito ficou vermelho com a pressão. “Para uma pessoa da minha cor é difícil ter marcas vermelhas. Foi traumatizante.”

Apesar de seis pessoas terem sido presas durante a manifestação pró-Trump, ninguém foi detido por suspeita de agressão. Segundo a fotógrafa, policiais que estavam do outro lado da rua não fizeram nada para intervir. As imagens de Raquel viralizaram na internet e geraram uma grande indignação, fazendo com que as autoridades investigassem o caso como crime de ódio.

“Eu acho nojento, estamos testemunhando o racismo real que ainda existe em nosso país”, disse Raquel. “Pessoas de cor vivenciam coisas assim diariamente e raramente acreditam quando falam sobre isso.”

Belinda temos arranhões, incluindo alguns em seu rosto, e reforçou que o incidente teve um impacto psicológico profundo, deixando-a insegura como uma mulher negra. “Ainda estou tão chocada...estou tremendo”, falou à afiliada da Fox.

Comentários para "Mulher negra é agredida por multidão de apoiadores de Trump":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Luiza Trajano: A pandemia acelerou o processo de igualdade para a mulher

Luiza Trajano: A pandemia acelerou o processo de igualdade para a mulher

Segundo a empresária, a pandemia foi responsável por acelerar o processo de transformação nas companhias.

Gravidez após os 40 anos: o que toda mulher deve saber

Gravidez após os 40 anos: o que toda mulher deve saber

Realidade no Brasil, Europa e EUA, o adiamento da maternidade não é isento de riscos. Médica ginecologista da clínica Origen BH fala sobre o envelhecimento ovariano e o desafio de equilibrá-lo com as aspirações femininas e as transformações sociais da atualidade

Elas batalham pela inclusão de mais mulheres na astronomia

Elas batalham pela inclusão de mais mulheres na astronomia

A proposta inicial de acompanhar as garotas de forma próxima se manteve. “Fazemos o acompanhamento individual de cada menina, auxiliando nas atividades e interagindo”

Quem é Francia Márquez, a primeira mulher negra vice-presidenta na Colômbia?

Quem é Francia Márquez, a primeira mulher negra vice-presidenta na Colômbia?

Francia Elena Márquez Mina foi a mulher mais votada na história das eleições colombianas

'Meu repúdio por qualquer discriminação', diz Xuxa sobre homofobia de religiosos

'Meu repúdio por qualquer discriminação', diz Xuxa sobre homofobia de religiosos

A loira afirmou que está indignada com os discursos e por ver que existem pessoas que apoiam esse pensamento.

Relacionamentos abusivos: o que você precisa saber para mudar esse padrão e se libertar

Relacionamentos abusivos: o que você precisa saber para mudar esse padrão e se libertar

Uma em cada três mulheres sofre violência ao longo da vida, de acordo com relatório divulgado pela OMS. Entenda como o autoconhecimento pode ser um dos caminhos para evitar que os relacionamentos cheguem a este ponto

“A ressignificação da velhice é imprescindível”, destaca juíza do TJ do DF em lançamento de cartilha sobre a pessoa idosa

“A ressignificação da velhice é imprescindível”, destaca juíza do TJ do DF em lançamento de cartilha sobre a pessoa idosa

Conheça a Cartilha Quem Nunca? - Reflexões sobre o preconceito em razão da idade.

'Errei e não há justificativa', diz Talitha Morete após ser acusada de racismo no 'É de Casa'

'Errei e não há justificativa', diz Talitha Morete após ser acusada de racismo no 'É de Casa'

No final do programa, Talitha passou o prato para a convidada e pediu para que ela servisse todos que estavam no estúdio.

Bia Haddad celebra melhor ranking em simples e em duplas; Medvedev vira número 1

Bia Haddad celebra melhor ranking em simples e em duplas; Medvedev vira número 1

Confira abaixo os rankings de simples masculino e feminino

Bia Haddad vence Riske na grama em Nottingham e conquista 1º WTA 250 da carreira

Bia Haddad vence Riske na grama em Nottingham e conquista 1º WTA 250 da carreira

Bia Haddad Maia ainda disputará a final das duplas ao lado da chinesa Zhang Shuai no início da tarde deste domingo. Elas enfrentarão a americana Caroline Dolehide e a romena Monica Nicuslescu.

Abertas as inscrições para interessadas em atuar como embaixadoras do Programa Mães do Brasil

Abertas as inscrições para interessadas em atuar como embaixadoras do Programa Mães do Brasil

Prazo para se inscrever vai até o dia 28 de junho. Entre os requisitos necessários, consta experiência em atividades destinadas à proteção integral da mulher no exercício da maternidade