×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 18 de janeiro de 2022

Mulher negra é agredida por multidão de apoiadores de Trump

Mulher negra é agredida por multidão de apoiadores de TrumpFoto: Reprodução/Internet)

Fotos da agressão viralizaram e causaram grande indignação. Autoridades investigam o caso como crime de ódio

Glamour - G1.com - 10/01/2021 - 20:19:51

Uma mulher negra foi atacada por dezenas de apoiadores de Donald Trump, segundo informações do Washington Post. O grupo tentou espancar a jovem Berlinda Nibo, de 25 anos e arrancou sua peruca. Embora ninguém tenha sido preso, o Departamento de Polícia de Los Angeles está investigando o caso como sendo um crime de ódio.

Berlinda encontrou apoiadores do presidente, que protestavam contra possíveis fraudes na eleição, na quarta-feira (6). Espantada com a cena, ela começou a transmitir o evento ao vivo, levando os manifestantes, a maioria deles sem máscara, a perguntar se ela havia votado no Trump. Berlinda respondeu com o dedo médio e se virou para voltar pra casa. Mas eles a seguiram.

“Foi isso que fez todos eles pularem e me empurrar”, disse ela, que reforçou que foi encurralada por 30 a 40 apoiadores de Trump. Nas fotos do ataque capturadas pela fotógrafa Raquel Natalicchio, Berlinda pode ser vista tentando se defender enquanto a multidão a espancava, arrancava sua peruca e a pulverizava com spray de pimenta. Um homem usando um boné Trump 2020, entretanto, abraçou a jovem e tentou protegê-la.

Em uma entrevista à KTTV, ela disse: “O tempo todo, ele sussurrava em meu ouvido: 'Não se mexa, eles estão tentando matar você, estão tentando matar você'”. Se o homem não tivesse colocado seu corpo entre mim e o resto da multidão, essas pessoas teriam literalmente mematado”. Mais tarde, ela disse ao BuzzFeed News que ele a agarrou com tanta força que seu peito ficou vermelho com a pressão. “Para uma pessoa da minha cor é difícil ter marcas vermelhas. Foi traumatizante.”

Apesar de seis pessoas terem sido presas durante a manifestação pró-Trump, ninguém foi detido por suspeita de agressão. Segundo a fotógrafa, policiais que estavam do outro lado da rua não fizeram nada para intervir. As imagens de Raquel viralizaram na internet e geraram uma grande indignação, fazendo com que as autoridades investigassem o caso como crime de ódio.

“Eu acho nojento, estamos testemunhando o racismo real que ainda existe em nosso país”, disse Raquel. “Pessoas de cor vivenciam coisas assim diariamente e raramente acreditam quando falam sobre isso.”

Belinda temos arranhões, incluindo alguns em seu rosto, e reforçou que o incidente teve um impacto psicológico profundo, deixando-a insegura como uma mulher negra. “Ainda estou tão chocada...estou tremendo”, falou à afiliada da Fox.

Comentários para "Mulher negra é agredida por multidão de apoiadores de Trump":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Bachelet: “Decisões sobre a paz sem refletir vozes, realidades e direitos das mulheres não são sustentáveis”

Bachelet: “Decisões sobre a paz sem refletir vozes, realidades e direitos das mulheres não são sustentáveis”

Bachelet apontou ainda o efeito negativo da violência baseada no gênero e do uso da violência sexual como tática de guerra

Estudante de 62 anos formada na EJA inicia o ano na UnB

Estudante de 62 anos formada na EJA inicia o ano na UnB

Quem quiser seguir o mesmo caminho da diarista Maria da Conceição pode se matricular no programa, que abrirá vagas remanescentes em fevereiro

“Temos capacidade para fazer, somos empreendedoras e muito valentes”, afirma venezuelana

“Temos capacidade para fazer, somos empreendedoras e muito valentes”, afirma venezuelana

Yidri foi uma das mulheres empreendedoras beneficiadas em Roraima pelo Programa Conjunto LEAP

OCDE mostra como a desigualdade de gênero afeta brasileiras

OCDE mostra como a desigualdade de gênero afeta brasileiras

A Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) é composta por 38 países membros e por 8 países parceiros, grupo do qual o Brasil faz parte

Maior acampamento de refugiados sírios sem mortes maternas após 14 mil partos

Maior acampamento de refugiados sírios sem mortes maternas após 14 mil partos

Unfpa administra operações dentro das instalações de saúde no maior acampamento acolhendo cidadãos da Síria

Natália Bonavides vai recorrer ao Judiciário por direito de resposta a Ratinho

Natália Bonavides vai recorrer ao Judiciário por direito de resposta a Ratinho

Segundo Natália, o direito de resposta "evidencia as mentiras contadas no programa e mostra a necessidade urgente de enfrentar a intolerância e o preconceito. A recusa em divulgá-la é uma confirmação daquilo que foi dito"

O trabalho das mulheres no enfrentamento às desigualdades sociais que pioraram com a pandemia

O trabalho das mulheres no enfrentamento às desigualdades sociais que pioraram com a pandemia

Mulheres da comunidade Aratu, em João Pessoa, aguardam por alimentos durante ação de solidariedade em 1° de maio de 2021.

NYT traz perfil de Luiza Trajano destacando antirracismo e ascensão política

NYT traz perfil de Luiza Trajano destacando antirracismo e ascensão política

A reportagem cita que Luiza Trajano fez movimentos

Mãe de criança baleada na Baixada Fluminense desabafa:

Mãe de criança baleada na Baixada Fluminense desabafa: "Pago imposto para ver meu filho morto?"

"Ninguém sabe a dor que estou passando", disse Ana Clara Santos, mãe de Kevin Lucas, de seis anos

Constituinte do Chile elege pesquisadora de saúde pública como nova presidenta

Constituinte do Chile elege pesquisadora de saúde pública como nova presidenta

Da esquerda para a direita: a ex-presidenta Elisa Loncón e a nova mandatária: María Elisa Quinteros

Secretaria de Cultura do DF libera para download o catálogo da Mulher Negra

Secretaria de Cultura do DF libera para download o catálogo da Mulher Negra

Ação homenageia a trajetória artística de 30 agentes culturais do DF