×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de outubro de 2021

Mulher negra é agredida por multidão de apoiadores de Trump

Mulher negra é agredida por multidão de apoiadores de TrumpFoto: Reprodução/Internet)

Fotos da agressão viralizaram e causaram grande indignação. Autoridades investigam o caso como crime de ódio

Glamour - G1.com - 10/01/2021 - 20:19:51

Uma mulher negra foi atacada por dezenas de apoiadores de Donald Trump, segundo informações do Washington Post. O grupo tentou espancar a jovem Berlinda Nibo, de 25 anos e arrancou sua peruca. Embora ninguém tenha sido preso, o Departamento de Polícia de Los Angeles está investigando o caso como sendo um crime de ódio.

Berlinda encontrou apoiadores do presidente, que protestavam contra possíveis fraudes na eleição, na quarta-feira (6). Espantada com a cena, ela começou a transmitir o evento ao vivo, levando os manifestantes, a maioria deles sem máscara, a perguntar se ela havia votado no Trump. Berlinda respondeu com o dedo médio e se virou para voltar pra casa. Mas eles a seguiram.

“Foi isso que fez todos eles pularem e me empurrar”, disse ela, que reforçou que foi encurralada por 30 a 40 apoiadores de Trump. Nas fotos do ataque capturadas pela fotógrafa Raquel Natalicchio, Berlinda pode ser vista tentando se defender enquanto a multidão a espancava, arrancava sua peruca e a pulverizava com spray de pimenta. Um homem usando um boné Trump 2020, entretanto, abraçou a jovem e tentou protegê-la.

Em uma entrevista à KTTV, ela disse: “O tempo todo, ele sussurrava em meu ouvido: 'Não se mexa, eles estão tentando matar você, estão tentando matar você'”. Se o homem não tivesse colocado seu corpo entre mim e o resto da multidão, essas pessoas teriam literalmente mematado”. Mais tarde, ela disse ao BuzzFeed News que ele a agarrou com tanta força que seu peito ficou vermelho com a pressão. “Para uma pessoa da minha cor é difícil ter marcas vermelhas. Foi traumatizante.”

Apesar de seis pessoas terem sido presas durante a manifestação pró-Trump, ninguém foi detido por suspeita de agressão. Segundo a fotógrafa, policiais que estavam do outro lado da rua não fizeram nada para intervir. As imagens de Raquel viralizaram na internet e geraram uma grande indignação, fazendo com que as autoridades investigassem o caso como crime de ódio.

“Eu acho nojento, estamos testemunhando o racismo real que ainda existe em nosso país”, disse Raquel. “Pessoas de cor vivenciam coisas assim diariamente e raramente acreditam quando falam sobre isso.”

Belinda temos arranhões, incluindo alguns em seu rosto, e reforçou que o incidente teve um impacto psicológico profundo, deixando-a insegura como uma mulher negra. “Ainda estou tão chocada...estou tremendo”, falou à afiliada da Fox.

Comentários para "Mulher negra é agredida por multidão de apoiadores de Trump":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Tiffany diz que Tandara 'errou nas palavras' e minimiza novas declarações

Tiffany diz que Tandara 'errou nas palavras' e minimiza novas declarações

Tiffany voltará às quadras na próxima terça-feira, para o segundo jogo da decisão do Campeonato Paulista, em Barueri

Tandara critica mais uma vez a presença de transexuais: 'Minha opinião não muda'

Tandara critica mais uma vez a presença de transexuais: 'Minha opinião não muda'

Em 2018, eu dei uma entrevista, inclusive eu estava aqui em Osasco, quando eu disse que não concordava.

OMS reconhece legado de Henrietta Lacks à ciência e à saúde

OMS reconhece legado de Henrietta Lacks à ciência e à saúde

Chefe da OMS (à dir, em pé) recebe a família de Henrietta Lacks para uma homenagem na sede da agência.

Mostra ajuda a limpar estigmas e dá profundidade à Carolina Maria de Jesus

Mostra ajuda a limpar estigmas e dá profundidade à Carolina Maria de Jesus

A mostra tem entrada gratuita com agendamento prévio pelo site do IMS.

PSB vai ao STF contra Plano de Segurança de Bolsonaro que exclui feminicídio

PSB vai ao STF contra Plano de Segurança de Bolsonaro que exclui feminicídio

O PSB lembra na ação que, sem uma classificação particular, os feminicídios e as mortes causadas por violência policial vão sofrer um apagão de dados, o que dificulta a definição de políticas públicas para proteger os grupos vulneráveis.

Maria Ressa e o prêmio Nobel: A luta contra fake news é a luta pela democracia

Maria Ressa e o prêmio Nobel: A luta contra fake news é a luta pela democracia

Jornalista Maria Ressa foi condecorada com o Nobel da Paz em 2021; prêmio também foi concedido ao russo Dmitry Muratov -

''Renascer' me fez crescer muito', diz Adriana Esteves

''Renascer' me fez crescer muito', diz Adriana Esteves

A novela exclusivamente rural, que caiu no gosto do público, entrou agora para o catálogo da Globoplay e a partir desta segunda, 11, poderá ser assistida em edição completa - são 126 capítulos.

Dia Internacional da Menina reforça necessidade de acesso às ferramentas digitais

Dia Internacional da Menina reforça necessidade de acesso às ferramentas digitais

Divisão digital impacta empregabilidade, saúde reprodutiva e autonomia corporal de mulheres

Marieta Severo conta que as sequelas da Covid-19 prejudicam o seu trabalho

Marieta Severo conta que as sequelas da Covid-19 prejudicam o seu trabalho

Além da sua doença, Severo enfrentou ainda um AVC do marido, Aderbal Freire. A veterana de 74 anos disse que voltar a gravar novela tem ajudado a superar esse período desafiador.

"Nunca quiseram nos escutar, então criamos um ambiente nosso, de acolhimento", diz slammer

Vencedora da Final Gaúcha de Slam, Tiatã conversou com o Brasil de Fato RS sobre a arte das batalhas de poesia das ruas

Mulheres negras são as principais vítimas de feminicídio no DF

Mulheres negras são as principais vítimas de feminicídio no DF

Não nos matem