×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 13 de agosto de 2022

Mulheres do campo. Sete em cada dez começam a trabalhar antes dos 14 anos

Mulheres do campo. Sete em cada dez começam a trabalhar antes dos 14 anos

Foto: Juca Guimarães-Brasil de Fato

Regra proposta da reforma da Previdência não considera as desigualdades entre campo e cidade

Por Juca Guimarães-brasil De Fato | São Paulo (sp) - 07/06/2019 - 18:25:53

Mazé Morais é agricultora e coordenadora da Marcha das Margaridas, que acontece em agosto.

A proposta de reforma da Previdência do governo Jair Bolsonaro e do ministro Paulo Guedes também foi tema nos grupos de debate do Seminário Terra e Território: Desigualdade e Lutas, que acontece na Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF), em Guararema (SP), até este sábado (8).

Preocupação constante dos trabalhadores rurais, a PEC 06/19, caso aprovada, estabelecerá uma idade mínima para a aposentadoria e afetará especialmente as mulheres do campo, pois 70% iniciam as atividades de trabalho antes dos 14 anos de idade. Nas cidades, o percentual de trabalho precoce entre as mulheres cai pela metade, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad). Ao estabelecer uma idade mínima de 42 anos, as agricultoras teriam que trabalhar por quase 50 anos seguidos. Além disso, o tempo de contribuição comprovada sobe de 15 anos para 20 anos.

“É uma proposta de desmonte da Previdência e impacta diretamente na vida das mulheres, quando quer aumentar a idade da aposentadoria. As trabalhadoras rurais acordam mais cedo, começam a trabalhar antes e têm a tripla jornada”, disse Mazé Morais, secretária da Mulher da Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (Contag) e coordenadora da Marcha das Margaridas, a maior mobilização de luta feminina das Américas.

Outro ponto da reforma que vai impactar na vida das trabalhadoras rurais é a mudança na regra de contribuição das agricultoras. No campo, o recolhimento previdenciário é indireto, com o desconto na hora em que a produção é vendida. Pela proposta do governo, quem trabalha no campo terá que pagar cerca de R$ 600 por ano em contribuições.

“No nordeste, muitas vezes a gente perde a plantação porque não tem inverno ou dá uma praga. Não é regular assim. A gente já tem dificuldade de comprar os alimentos para a família, imagina então pagar o INSS dessa forma”, disse Mazé.

Marcha das Margaridas

Na manhã desta sexta-feira (7), a Contag lançou oficialmente a Marcha das Margaridas, que vai acontecer nos dias 13 e 14 de agosto, em Brasília. Um dos eixos principais é a luta contra a reforma da Previdência. O lema deste ano é "Margaridas seguem em Marcha por Desenvolvimento Sustentável com Democracia, Justiça, Autonomia, Igualdade e Liberdade".

Surgida em 2000 e realizada a cada quatro anos, a Marcha das Margaridas é inspirada na história de Margarida Maria Alves, liderança assassinada por defender os direitos de trabalhadoras e trabalhadores rurais.

Edição: Nina Fideles

Comentários para "Mulheres do campo. Sete em cada dez começam a trabalhar antes dos 14 anos":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Últimas Notícias
Bolsonaro nomeia 17 desembargadores federais para composição do TRF6

Bolsonaro nomeia 17 desembargadores federais para composição do TRF6

Mantida decisão que afastou improbidade na compra de ingressos pela Terracap

Mantida decisão que afastou improbidade na compra de ingressos pela Terracap

Análise de dados indica limites de trabalho para prevenir burnout

Análise de dados indica limites de trabalho para prevenir burnout

Tribunal abre processo seletivo para estágio de níveis médio e superior

Tribunal abre processo seletivo para estágio de níveis médio e superior

ABI abre inscrições para concurso de 10 microbolsas de R$ 3 mil para jornalistas e pesquisadores

ABI abre inscrições para concurso de 10 microbolsas de R$ 3 mil para jornalistas e pesquisadores

Indústria se une contra decisão de Moraes que suspende corte no IPI

Indústria se une contra decisão de Moraes que suspende corte no IPI

Quase 34 milhões de pessoas não têm acesso à internet no Brasil, diz pesquisa

Quase 34 milhões de pessoas não têm acesso à internet no Brasil, diz pesquisa

Quase metade dos brasileiros fazem bico para completar renda

Quase metade dos brasileiros fazem bico para completar renda

Alta de alimentos é mais que o dobro da inflação em 2022

Alta de alimentos é mais que o dobro da inflação em 2022

STJ reabre investigação sobre a Chacina do Parque Bristol

STJ reabre investigação sobre a Chacina do Parque Bristol

A 1ª fábrica de hidrogênio verde do Brasil em escala industrial está chegando

A 1ª fábrica de hidrogênio verde do Brasil em escala industrial está chegando

Busca do FBI na casa de Trump foi baseada em denúncia, diz jornal

Busca do FBI na casa de Trump foi baseada em denúncia, diz jornal

Incêndios florestais se espalham e peixes morrem em meio a seca na Europa

Incêndios florestais se espalham e peixes morrem em meio a seca na Europa

Defesa da democracia na USP expõe a diversidade e novos atores sociais

Defesa da democracia na USP expõe a diversidade e novos atores sociais

Artistas fazem festa para os 80 anos de Milton Nascimeto

Artistas fazem festa para os 80 anos de Milton Nascimeto

MP aciona TCU para barrar salários de até R$ 1 milhão recebido por militares

MP aciona TCU para barrar salários de até R$ 1 milhão recebido por militares

PF mira grupo que fez 245 saques para desviar recursos do Fundeb e do SUS em AL

PF mira grupo que fez 245 saques para desviar recursos do Fundeb e do SUS em AL

Saiba como identificar os recenseadores do IBGE

Saiba como identificar os recenseadores do IBGE

Margareth Dalcolmo é eleita para integrar a Academia Nacional de Medicina

Margareth Dalcolmo é eleita para integrar a Academia Nacional de Medicina

Dia Internacional da Juventude busca pontes com outras faixas etárias

Dia Internacional da Juventude busca pontes com outras faixas etárias

Ato na UnB marca leitura de carta em defesa da democracia e do sistema eleitoral

Ato na UnB marca leitura de carta em defesa da democracia e do sistema eleitoral