×
ContextoExato
Responsive image

Na falta de programa com viés social, o presidente Jair Bolsonaro começou a fase de “maquiar e mudar”

Na falta de programa com viés social, o presidente Jair Bolsonaro começou a fase de “maquiar e mudar”Foto: Alan Santos/PR

Hora da “maquiagem”

Carlos Honorato - 26/08/2020 - 18:52:38

Na falta de programa com viés social, o presidente Jair Bolsonaro começou a fase de “maquiar e mudar” de nome alguns sucessos do governo Lula. Tanto que criou o programa Casa Verde e Amarela, que tem como objetivo reformular o Minha Casa Minha Vida, em vigor desde 2009. O novo programa reduz taxas de juros e foca em estados do Norte e Nordeste do país, regiões onde Bolsonaro começou a crescer depois do auxílio emergencial de R$ 600, que deu uma anabolizada na popularidade presidencial. Fala-se na “releitura” ou “maquiagem” de mais de 20 programas sociais.

Saída

Já se comenta a possível “saída” do ministro da Economia, Paulo Guedes, do governo. Algumas pessoas próximas ao ministro acreditam que pela confiança do presidente tal fato não deve acontecer. Só que alguns apontam para a seguinte situação: “se o Guedes sair é porque o Brasil quebrou ou vai quebrar”.

Em alta

O ministro de Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, caiu nas graças do presidente Bolsonaro. Ele tem o perfil ideal para o presidente: rápido nas ações, principalmente as que atendem os sonhos políticos para 2022.

Reabilitação

O ex-presidente Michel Temer começa o processo de reabilitação política. O primeiro passo teria sido o fato da 3ª Turma do TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região) ter formado maioria para absolver o ex-presidente Michel Temer (MDB) pelo crime de obstrução de Justiça. O emedebista foi julgado pelo episódio do encontro gravado pelo o empresário Joesley Batista em 2017.

BRB

A Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF) da Câmara Legislativa aprovou, por unanimidade, a indicação de Alexsandra Camelo Braga como diretora-presidente da BRB Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A (DTVM) e de Carlos Antônio Vieira Fernandes para o cargo de diretor-presidente da BRB Crédito Financeiro e Investimentos. A aprovação final será decidida em plenário.

“Aposentadoria” de Iris

Será que a novela acabou? O prefeito de Goiânia, Iris Rezende, 86 anos, (MDB), anunciou que não será candidato à reeleição nas eleições de 2020 e que estava encerrando a sua vida política. Só que muita gente não acredita na “aposentadoria” de Iris. Isto porque em outras eleições ele teria feito o mesmo gesto e depois – “atendendo a um chamado do povo” – terminou virando candidato.

O presidente da Anatel, Leonardo de Morais, o prefeito Allyson Lima (centro) e o deputado Antono do Baldy

Olhos D´Água

Candidato à reeleição, o prefeito de Alexânia, Allysson Silva Lima (Progressistas) deu a largada para a solução da falta de telefone celular em Olhos D´Água, o que atrapalha muito o comércio. Já foram feitas tratativas junto ao presidente da Anatel, Leonardo de Morais, para a ampliação da rede de telefonia móvel, mas a pandemia terminou atrasando a solução do problema. Da audiência também participou o deputado Adriano do Baldy.

Judiciário

O relatório anual “Justiça em Números” do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) informa que cada juiz no Brasil custa mensalmente R$ 50,9 mil aos cofres públicos, alta de 8,7% em relação aos R$ 46,8 mil do relatório anterior.

Silêncio

Parte dos candidatos à prefeitura de Manaus estão usando o estilo “low-profile” – ouvem muito e falam pouquíssimo. De duas uma: não tem o que dizer ou temem falar bobagens antes das convenções partidárias.

Condenado 1

O senador Álvaro Dias (foto) parece adepto da velha máxima “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”. Arauto da moralidade e defensor da prisão em segunda instância, o senador deu a legenda do seu partido, o Podemos, a Paulo Mac Donald, um rico empresário paranaense. Ex-prefeito de Foz por dois mandatos, Mac Donald responde a mais de 50 ações na justiça e foi condenado em segurança instância a quase 3 anos prisão por improbidade administrativa e fraude à licitação.

Condenado 2

Em outra ação, o MP pede a Mac Donald a devolução de R$ 40 milhões de reais aos cofres da prefeitura. É, como diz o slogan do partido de Álvaro Dias, juntos “podemos” mais.

Comentários para "Na falta de programa com viés social, o presidente Jair Bolsonaro começou a fase de “maquiar e mudar”":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório