×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 25 de janeiro de 2022

Não existe hospital 100% preparado para uma pandemia

Não existe hospital 100% preparado para uma pandemiaFoto: Pixabay

Temos o dever de defender o SUS.

Por Vânia Bezerra-correio Braziliense - 19/04/2020 - 18:56:49

Ao longo das últimas semanas, vimos a rotina do mundo inteiro mudar completamente. Vivenciamos o óbvio: não existe hospital 100% preparado para uma pandemia. Se os casos atuais da Covid-19 preencheram, principalmente, os leitos de hospitais privados, nas próximas semanas, veremos essa demanda se espalhar de forma rápida para os hospitais da rede pública, que precisam estar preparados para enfrentar a súbita e alta procura de pacientes suspeitos da doença.

Uma das formas dessas instituições se prepararem é organizando a gestão dos serviços de urgência e emergência, que são o canal de entrada dos pacientes dentro do hospital. Nesse sentido, estamos orientando e apoiando, diretamente, 40 hospitais públicos e filantrópicos em todo o Brasil a se prepararem para enfrentar esse que já é o maior desafio de saúde do nosso século.

Por meio do projeto Lean nas Emergências, executado pelo Hospital Sírio-Libanês por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional de Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS), estamos ajudando esses hospitais a melhorarem seu giro de leitos, fluxo de atendimento hospitalar e estoque de medicamentos. Nesse momento delicado, estamos auxiliando, também, na criação de um gabinete de crise, que integra um Plano de Rede Hospitalar.

A criação de um comitê de crise em um hospital é essencial em momentos emergenciais como esse, pois ajuda a instituição a gerenciar com mais rapidez os processos; e, também, EPIs (equipamentos de proteção individual, como máscaras, luvas e aventais) e demais insumos necessários aos profissionais de saúde.

As atividades do time do Lean nas Emergências buscam aumentar em até 20% a capacidade de atendimento das emergências. Além disso, esse plano também propõe um sistema de triagem avançada, que ajuda a organizar o fluxo de pacientes e reduzir o risco de infecção. E não são somente os 40 hospitais atendidos atualmente pelo projeto que poderão usufruir dessas orientações: o time do projeto também está liderando um serviço de tutoria remota on-line, para hospitais do SUS que desejam se preparar melhor.

Nos últimos dez anos, apoiamos diretamente o Sistema Único de Saúde por meio de projetos que levam inovação ao dia a dia do SUS. E, agora, mais do que nunca, precisamos exercer o nosso compromisso social de fortalecer a rede pública utilizando toda a nossa experiência acumulada em décadas de prestação de serviços de saúde à sociedade brasileira. Temos o dever de defender o SUS.

Vânia Bezerra

Superintendente de Responsabilidade Social do Hospital Sírio-Libanês

Comentários para "Não existe hospital 100% preparado para uma pandemia":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Projeto leva atividades esportivas para pessoas com deficiência no DF

Projeto leva atividades esportivas para pessoas com deficiência no DF

Inscrição é gratuita e pode ser feita pela internet

Resolução da Assembleia Geral pede atuação de redes sociais contra negação ao Holocausto

Resolução da Assembleia Geral pede atuação de redes sociais contra negação ao Holocausto

Resolução da Assembleia Geral elogia nações que se envolveram ativamente na preservação dos locais que serviram como campos de extermínio nazistas

Estudantes brasileiros analisam impacto da pandemia na alimentação escolar

Estudantes brasileiros analisam impacto da pandemia na alimentação escolar

Com o fechamento das escolas, em março passado, bilhões de merendas deixaram de ser distribuídas em todo o globo

Vara da Infância e da Juventude do DF lança campanha para arrecadar material escolar

Vara da Infância e da Juventude do DF lança campanha para arrecadar material escolar

A ação é coordenada pelo programa social da VIJ-DF, Rede Solidária Anjos do Amanhã

Polícia divulga suspeito pela morte de Beatriz Mota; saiba quais os próximos passos do processo

Polícia divulga suspeito pela morte de Beatriz Mota; saiba quais os próximos passos do processo

Beatriz foi encontrada sem vida após golpes de faca no momento em que ocorria uma festa na escola onde estudava

TJDFT: Maria da Penha Vai à Escola é incluído em Plano Nacional de Enfrentamento ao Feminicídio

TJDFT: Maria da Penha Vai à Escola é incluído em Plano Nacional de Enfrentamento ao Feminicídio

Como parceiro institucional, o TJDFT participou, ainda, da instalação dos Núcleos Integrados de Atendimento à Mulher – NUIAMs, uma iniciativa da Polícia Civil do DF, que também consta no Plano Nacional de Enfrentamento ao Feminicídio

Funai de Bolsonaro é pior que a de 1968, diz indigenista que enfrentou a ditadura militar

Funai de Bolsonaro é pior que a de 1968, diz indigenista que enfrentou a ditadura militar

Egydio Schwade:

Família Acolhedora: Cuidado para as crianças que mais precisam

Família Acolhedora: Cuidado para as crianças que mais precisam

O acolhimento, previsto pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, não deve ultrapassar os 18 meses e tem como objetivo a reintegração familiar ou o encaminhamento para família substituta

Solidariedade: Esperança e alimento para milhões de brasileiros que não têm o que comer

Solidariedade: Esperança e alimento para milhões de brasileiros que não têm o que comer

De acordo com a Rede Penssan, 55,2% das pessoas no país vivem algum nível de insegurança alimentar

América Latina e Caribe podem cortar consumo pela metade e reduzir pobreza

América Latina e Caribe podem cortar consumo pela metade e reduzir pobreza

Algumas propostas do relatório incluem medidas já testadas em cidades como Fortaleza, no Brasil, com o sistema de transporte público

E se você tivesse o poder de mudar o futuro? Você pode salvar uma vida

E se você tivesse o poder de mudar o futuro? Você pode salvar uma vida

Por onde você começaria?