×
ContextoExato

Não existe hospital 100% preparado para uma pandemia

Não existe hospital 100% preparado para uma pandemiaFoto: Pixabay

Temos o dever de defender o SUS.

Por Vânia Bezerra-correio Braziliense - 19/04/2020 - 18:56:49

Ao longo das últimas semanas, vimos a rotina do mundo inteiro mudar completamente. Vivenciamos o óbvio: não existe hospital 100% preparado para uma pandemia. Se os casos atuais da Covid-19 preencheram, principalmente, os leitos de hospitais privados, nas próximas semanas, veremos essa demanda se espalhar de forma rápida para os hospitais da rede pública, que precisam estar preparados para enfrentar a súbita e alta procura de pacientes suspeitos da doença.

Uma das formas dessas instituições se prepararem é organizando a gestão dos serviços de urgência e emergência, que são o canal de entrada dos pacientes dentro do hospital. Nesse sentido, estamos orientando e apoiando, diretamente, 40 hospitais públicos e filantrópicos em todo o Brasil a se prepararem para enfrentar esse que já é o maior desafio de saúde do nosso século.

Por meio do projeto Lean nas Emergências, executado pelo Hospital Sírio-Libanês por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional de Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS), estamos ajudando esses hospitais a melhorarem seu giro de leitos, fluxo de atendimento hospitalar e estoque de medicamentos. Nesse momento delicado, estamos auxiliando, também, na criação de um gabinete de crise, que integra um Plano de Rede Hospitalar.

A criação de um comitê de crise em um hospital é essencial em momentos emergenciais como esse, pois ajuda a instituição a gerenciar com mais rapidez os processos; e, também, EPIs (equipamentos de proteção individual, como máscaras, luvas e aventais) e demais insumos necessários aos profissionais de saúde.

As atividades do time do Lean nas Emergências buscam aumentar em até 20% a capacidade de atendimento das emergências. Além disso, esse plano também propõe um sistema de triagem avançada, que ajuda a organizar o fluxo de pacientes e reduzir o risco de infecção. E não são somente os 40 hospitais atendidos atualmente pelo projeto que poderão usufruir dessas orientações: o time do projeto também está liderando um serviço de tutoria remota on-line, para hospitais do SUS que desejam se preparar melhor.

Nos últimos dez anos, apoiamos diretamente o Sistema Único de Saúde por meio de projetos que levam inovação ao dia a dia do SUS. E, agora, mais do que nunca, precisamos exercer o nosso compromisso social de fortalecer a rede pública utilizando toda a nossa experiência acumulada em décadas de prestação de serviços de saúde à sociedade brasileira. Temos o dever de defender o SUS.

Vânia Bezerra

Superintendente de Responsabilidade Social do Hospital Sírio-Libanês

Comentários para "Não existe hospital 100% preparado para uma pandemia":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório