×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 19 de outubro de 2021

Neymar é investigado. Mensagens divulgadas por jogador não comprovam sua inocência

Neymar é investigado. Mensagens divulgadas por jogador não comprovam sua inocênciaFoto: Divulgação-PSG

Criminalista afirma que, para a lei, mesmo que a mulher pareça consentir com o relacionamento entre eles, isso não significa que o estupro não exista

Por Marina Teodoro - Ig - 03/06/2019 - 08:03:15

Neymar foi acusado de estupro por uma mulher

Para se defender da acusação de estupro feita por uma mulher brasileira, o jogador Neymar Junior publicou em sua conta no Instagram, uma gravação que mostrava uma suposta conversa entre os dois, expondo diversas fotos da mulher nua.


O vídeo tem sete minutos e, antes de mostrar a conversa, Neymar comenta a acusação, chama o ocorrido de “tentativa de extorsão ” e nega que tenha cometido estupro .

Apesar de confessar ter acontecido “uma relação entre homem e mulher dentro de quatro paredes”, o jogador usa o diálogo para demonstrar que havia consentimento por parte da mulher para que eles se relacionassem.

Leia também: Pai de Neymar nega acusação de estupro e diz que filho foi chantageado


No entanto, ainda que as mensagens sejam verdadeiras, não significa que o estupro não ocorreu, conforme explica o advogado criminalista Eugenio Pacelli.

“Isso não quer dizer nada perante a lei. Mesmo que ela tenha flertado com ele, não há provas do que exatamente aconteceu no ato. É preciso lembrar que um estupro pode existir entre marido e mulher, por exemplo”, explica ele.

Sendo assim, independentemente do que foi acordado previamente, se no momento do ato uma das partes se recusa, é considerado estupro.

O artigo 213 do Código Penal Brasileiro prevê, inclusive, que nem é preciso haver penetração para que o crime seja consumado. Basta “violência ou grave ameaça” para “conjunção carnal ou prática de atos libidinosos”. Lembrando que nesses casos, é preciso que ambos tenham mais do que 18 anos, já não existe relação sexual entre menores de idade, e sim estupro.

Segundo o criminalista, a ideia de divulgar a conversa com a mulher foi uma tentativa de mostrar que os dois teriam uma intimidade, como se isso o isentasse de qualquer violência sexual. “Mas isso não tem valor legal”, afirma.

Leia também: Em coletiva, Fernandinho sai em defesa de Neymar: "Vamos apoiá-lo"

Pela dificuldade em provar se houve ou não o estupro, a maioria das investigações sobre esse tipo de crime acabam dando legitimidade à vítima. “Claro que depende da situação, mas geralmente é a palavra de um contra a do outro”, ressalta Pacelli.

Quando uma pessoa é considerada culpada em um caso de estupro, a pena pode variar de seis a dez anos de cadeia, aumentando para 8 a 12 anos se houver lesão corporal da vítima ou se a vítima possuir entre 14 a 18 anos de idade. Além disso, todo ato ilícito penal também é ilícito civil, o que significa que a vítima tem direito a indenização.

Divulgar fotos da mulher pode ser considerado crime

Neymar

Reprodução/Instagram

Neymar publicou vídeo se defendendo de acusação de estupro e expondo conversa com vítima

Antes de mostrar a conversa com a mulher, Neymar afirmou estar muito chateado: “Estou sendo acusado de estupro. (...) Fui pego de surpresa, foi muito ruim e muito triste escutar isso por que quem me conhece sabe do meu caráter e da minha índole, sabe que jamais faria uma coisa desse tipo”.

Ele diz que decidiu fazer o vídeo para “dar a cara a bater” e nega as acusações: “O que aconteceu foi totalmente ao contrário do que falam, do que dizem. Estou muito chateado nesse momento, mas a partir de agora vou expor tudo”.

Leia também: Arrependido de ter ido para o PSG, Neymar se oferece para voltar ao Barcelona

No entanto, quando revelou o diálogo, o jogador também mostrou fotos íntimas da mulher, sendo uma delas, inclusive, tirada pelo próprio Neymar. Ao fazer isso, o jogador acaba comendo um crime por expor cenas de nudez, analisa o criminalista.

"Divulgar as imagens da mulher nua é crime , com punição de um a cinco anos de prisão", afirma Pacelli. "Claro que o jogador vai dizer que fez isso em tentativa de se defender, para demonstrar que tudo o que houve entre eles era concentido, mas esse essa exposição é uma infração", garante.

O Código Penal prevê no artigo 218-C que é crime "oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, vender ou expor à venda, distribuir, publicar ou divulgar, por qualquer meio - inclusive por meio de comunicação de massa ou sistema de informática ou telemática -, fotografia, vídeo ou outro registro audiovisual que contenha cena de estupro ou de estupro de vulnerável ou que faça apologia ou induza a sua prática, ou, sem o consentimento da vítima, cena de sexo, nudez ou pornografia". A pena prevista para o crime é de um a cinco anos de prisão.

Investigação

Neymar Divulgação

Neymar é investigado

Mais cedo, policiais civis foram até o local em busca de Neymar. A CBF não se pronunciou mas, segundo a Rede Globo, os agentes queriam saber se o jogador voltaria para a Granja neste domingo e a que horas ele chegaria.

Neymar estava concentrado na Granja Comary, em Teresópolis, na Região Serrana do Rio, mas deixou o local neste sábado. A investigação ficará a cargo da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), que tem atribuição em todo o estado.

Leia também: Neymar leva "caneta" de sub-20 do Cruzeiro em treino e derruba o atleta; assista

Após a visita dos policiais, Neymar se reapresentou na Granja Comary neste domingo (2), por volta de 12h. Ele chegou de helicóptero, sem falar com a imprensa, ao lado do meia Arthur e do zagueiro Thiago Silva.

Link deste artigo: https://esporte.ig.com.br/futebol/2019-06-02/mensagens-divulgadas-por-neymar-nao-comprovam-sua-inocencia.html

Fonte: Esporte - iG @ https://esporte.ig.com.br/futebol/2019-06-02/mensagens-divulgadas-por-neymar-nao-comprovam-sua-inocencia.html

Comentários para "Neymar é investigado. Mensagens divulgadas por jogador não comprovam sua inocência":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Feminicídio: Mais duas mulheres perdem a vida no DF

Feminicídio: Mais duas mulheres perdem a vida no DF

Ato reuniu mais de cem mulheres contra os feminicídios no DF

Peng Liyuan participa da cerimônia de premiação da UNESCO para a educação de mulheres e meninas

Peng Liyuan participa da cerimônia de premiação da UNESCO para a educação de mulheres e meninas

Peng parabenizou os vencedores do Brasil e de Moçambique por vídeo

Conheça relação entre agrotóxicos e o câncer que mais mata mulheres no Brasil

Conheça relação entre agrotóxicos e o câncer que mais mata mulheres no Brasil

Contaminação por agrotóxicos se dá geralmente por meio da pele e do aparelho respiratório

Tiffany diz que Tandara 'errou nas palavras' e minimiza novas declarações

Tiffany diz que Tandara 'errou nas palavras' e minimiza novas declarações

Tiffany voltará às quadras na próxima terça-feira, para o segundo jogo da decisão do Campeonato Paulista, em Barueri

Tandara critica mais uma vez a presença de transexuais: 'Minha opinião não muda'

Tandara critica mais uma vez a presença de transexuais: 'Minha opinião não muda'

Em 2018, eu dei uma entrevista, inclusive eu estava aqui em Osasco, quando eu disse que não concordava.

OMS reconhece legado de Henrietta Lacks à ciência e à saúde

OMS reconhece legado de Henrietta Lacks à ciência e à saúde

Chefe da OMS (à dir, em pé) recebe a família de Henrietta Lacks para uma homenagem na sede da agência.

Mostra ajuda a limpar estigmas e dá profundidade à Carolina Maria de Jesus

Mostra ajuda a limpar estigmas e dá profundidade à Carolina Maria de Jesus

A mostra tem entrada gratuita com agendamento prévio pelo site do IMS.

PSB vai ao STF contra Plano de Segurança de Bolsonaro que exclui feminicídio

PSB vai ao STF contra Plano de Segurança de Bolsonaro que exclui feminicídio

O PSB lembra na ação que, sem uma classificação particular, os feminicídios e as mortes causadas por violência policial vão sofrer um apagão de dados, o que dificulta a definição de políticas públicas para proteger os grupos vulneráveis.

Maria Ressa e o prêmio Nobel: A luta contra fake news é a luta pela democracia

Maria Ressa e o prêmio Nobel: A luta contra fake news é a luta pela democracia

Jornalista Maria Ressa foi condecorada com o Nobel da Paz em 2021; prêmio também foi concedido ao russo Dmitry Muratov -

''Renascer' me fez crescer muito', diz Adriana Esteves

''Renascer' me fez crescer muito', diz Adriana Esteves

A novela exclusivamente rural, que caiu no gosto do público, entrou agora para o catálogo da Globoplay e a partir desta segunda, 11, poderá ser assistida em edição completa - são 126 capítulos.

Dia Internacional da Menina reforça necessidade de acesso às ferramentas digitais

Dia Internacional da Menina reforça necessidade de acesso às ferramentas digitais

Divisão digital impacta empregabilidade, saúde reprodutiva e autonomia corporal de mulheres