×
ContextoExato
Responsive image

Ninguém toca no comandante do Exército

Ninguém toca no comandante do ExércitoFoto: O Antagonista

Bolsonaro estaria insatisfeito com a posição de Pujol sobre o risco de contaminação política do Exército, por causa da participação cada vez maior de militares no governo.

Por Claudio Dantas - O Antagonista - 04/05/2020 - 15:30:46

O presidente Jair Bolsonaro telefonou mais cedo para o comandante do Exército, Edson Leal Pujol, negando qualquer intenção de substituí-lo.

Antes, porém, os próprios generais do Alto Comando fizeram chegar ao Palácio do Planalto a mensagem de que eventual troca não seria bem recebida na caserna.

A notícia da possível substituição de Pujol pelo general Luiz Ramos começou a circular ontem, por meio de assessores do Palácio do Planalto, em mais um típico ‘balão de ensaio’.

Bolsonaro estaria insatisfeito com a posição de Pujol sobre o risco de contaminação política do Exército, por causa da participação cada vez maior de militares no governo.

Na semana passada, o comandante do Exército ficou particularmente irritado com o fato de Ramos, ministro da Secretaria de Governo, ter usado fardamento na cerimônia de troca de comando do Comando Militar do Sul.

Comentários para "Ninguém toca no comandante do Exército":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório