×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 05 de dezembro de 2021

No Brasil, relatora independente vai apurar estigma a pessoas com albinismo

No Brasil, relatora independente vai apurar estigma a pessoas com albinismoFoto: ONU News/Reprodução

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, uma em cada 20 mil pessoas no mundo, tem algum tipo de albinismo.

Onu News - 28/10/2019 - 07:40:13

Ikponwosa Ero chega ao país nesta segunda-feira para visita oficial até 9 de novembro; ela avaliará acesso à educação, saúde e o direito de inclusão para quem vive com a condição genética; relatório sobre viagem será apresentado ao Conselho de Direitos Humanos em 2021.

A relatora independente* das Nações Unidas para os direitos humanos das pessoas com albinismo está no Brasil em missão oficial até 9 de novembro.


Em comunicado, Ikponwosa Ero informou que deve reunir fatos sobre experiências de pessoas com albinismo e seus familiares, especialmente com relação a estigmas e discriminação.

Ikponwosa Ero informou que deve reunir fatos sobre experiências de pessoas com albinismo e seus familiares. Foto: OHCHR/Christine Wambaa

Risco de câncer

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, uma em cada 20 mil pessoas no mundo, tem algum tipo de albinismo.

Uma das reivindicações de quem vive com albinismo, no Brasil, é a falta de estatística, uma vez que a condição genética não é registrada em censos da população.

Quem tem albinismo vive com a incapacidade de produzir melanina por falta total ou parcial de uma enzima conhecida como tirosinase.

Para uma pessoa nessas condições, a exposição ao sol é algo ainda mais perigoso. Muitos vivem sob risco constante de câncer de pele e de envelhecimento acelerado.

A relatora independente quer apurar barreiras no direito ao acesso à educação e saúde e também defender a inclusão das pessoas com albinismo na sociedade.

Autoridades

Ikponwosa Ero também se encontrará com cidadãos com albinismo incluindo mulheres, idosos e jovens, autoridades brasileiras, sociedade civil e acadêmicos além de outros interlocutores.

A relatora visitará Brasília, Maceió, Salvador e São Paulo.

Antes de deixar o Brasil, em 8 de novembro, ela dará uma entrevista a jornalistas na Casa da ONU, na capital brasileira.

A especialista independente apresentará um relatório completo ao Conselho de Direitos Humanos em março de 2021.

ONU/Eskinder Debebe

Secretário-geral António Guterres no encontro sobre proteção de crianças com albininsmo em Maputo, Moçambique.

Comentários para "No Brasil, relatora independente vai apurar estigma a pessoas com albinismo":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Museu da República no Distrito Federal exibe três mostras simultaneamente

Museu da República no Distrito Federal exibe três mostras simultaneamente

Cecília Lima, Raíssa Studart e Cléber Cardoso Xavier apresentam trabalhos produzidos durante residência artística em Olhos D’Água

Natal no Cerrado une espírito festivo e meio ambiente

Natal no Cerrado une espírito festivo e meio ambiente

Ação de conscientização ambiental acontece, simultaneamente, nos parques ecológicos Sucupira e Riacho Fundo

Dezembro começa com eventos culturais on-line e presenciais no DF

Dezembro começa com eventos culturais on-line e presenciais no DF

Bruna Mendez atração do Festival

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia começa hoje em Brasília

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia começa hoje em Brasília

Evento tradicional desperta curiosidades e instiga saber científico

Trânsito é liberado aos domingos e feriados na W3 Sul a partir de 5 de dezembro

Trânsito é liberado aos domingos e feriados na W3 Sul a partir de 5 de dezembro

A avenida volta a ter circulação de veículos

Chargista visita escola militarizada que sofreu censura em mural sobre racismo

Chargista visita escola militarizada que sofreu censura em mural sobre racismo

Trabalho de estudantes para o Dia da Consciência Negra recebeu pressão de militares para ser retirado

Proximidades: Inscrições estarão abertas entre 1º de fevereiro e 16 de março

Proximidades: Inscrições estarão abertas entre 1º de fevereiro e 16 de março

Mostras serão exibidas em quatro Promotorias de Justiça

Natal no Cerrado celebra meio ambiente no Distrito Federal

Natal no Cerrado celebra meio ambiente no Distrito Federal

Ações de conscientização ambiental começam na sexta (3) nos parques ecológicos do Riacho Fundo e Sucupira, em Planaltina, e vão até 6 de janeiro

Agricultoras do DF ensinam a fazer árvore de Natal e arranjos

Agricultoras do DF ensinam a fazer árvore de Natal e arranjos

São duas oficinas para ensinar a produzir arranjos natalinos

O que abre e o que fecha nesta terça-feira, Dia do Evangélico

O que abre e o que fecha nesta terça-feira, Dia do Evangélico

Torre de TV estará aberta das 9h às 17h45

Hortos medicinais reúnem mais de 80 espécies de plantas no Distrito Federal

Hortos medicinais reúnem mais de 80 espécies de plantas no Distrito Federal

Meta é produzir medicamentos fitoterápicos para complementar diversos tratamentos de usuários da rede pública de saúde